9 Pares de atores do passado que surpreendentemente poderiam interpretar casais de novelas recentes

Arte
há 11 meses

Há quem diga que as emissoras de TV já não fazem mais novelas como antigamente. Os espectadores mais saudosistas garantem que as tramas de décadas atrás eram mais envolventes do que as de hoje. Pensando nisso, decidimos fazer uma brincadeira. Trouxemos 9 casais de folhetins recentes, e imaginamos como eles ficariam se essas histórias tivessem sido produzidas no passado. Quais seriam os atores escalados para interpretar os protagonistas de cada uma delas? Confira!

1. Luigi Baricelli e Isabel Fillardis como Lui Lorenzo e Sol (Vai na Fé)

Nos primeiros capítulos de Vai na Fé, Sol bem que tentava escapar das investidas de Lui Lorenzo. Porém, não demorou muito para a dançarina se render às declarações apaixonadas do famoso cantor. Em 2023, na pele desse casal improvável, Sheron Menezzes e José Loreto esbanjavam química em cena.

Mas será que, se a novela tivesse sido produzida no início dos anos 2000, outros atores dariam conta do recado? Nós apostamos que os veteranos Isabel Fillardis e Luigi Baricelli se encaixariam bem nos papéis.

2. Camila Morgado e Rodrigo Santoro como Amália e Afonso (Deus Salve o Rei)

Em 2018, a Globo decidiu investir em uma novela fora do comum. Deus Salve o Rei apostava em uma narrativa medieval, como um clássico conto de fadas, mas adotando uma estética que se assemelhava a Game of Thrones. Para o casal principal, Marina Ruy Barbosa e Romulo Estrela foram os escolhidos.

Mas quem poderia ter vivido a plebeia Amália e o príncipe Afonso, caso a trama fosse uma obra produzida entre o final da década de 90 e o começo dos anos 2000? Achamos que Camila Morgado e Rodrigo Santoro seriam ótimos candidatos para esse “felizes para sempre”.

3. Fernanda Rodrigues e João Vitti como Isadora e Davi (Além da Ilusão)

Revelada pelo SBT ainda na infância, quando conquistou o Brasil dando vida à vilã mirim Maria Joaquina, em Carrossel, Larissa Manoela fez sua estreia como protagonista na Globo em 2022. Na época, já adulta, a atriz brilhou interpretando a mocinha Isadora, na novela Além da Ilusão.

Fernanda Rodrigues, que tem traços parecidos com os de Larissa, seria uma boa candidata para a vaga de protagonista, caso essa fosse uma trama do início da década de 2000. Já o posto de galã, assumido originalmente por Rafael Vitti, ficaria, claro, com seu pai, o talentoso João Vitti.

4. Sonia Braga e Fábio Jr. como Ruy e Ritinha (A Força do Querer)

Ruy e Ritinha não terminaram juntos no final de A Força do Querer, trama exibida em 2017. Ainda assim, os personagens de Fiuk e Isis Valverde ficaram marcados na memória afetiva do público. Naturalmente, escolhemos o pai do jovem ator, Fábio Jr., para interpretar o galã da vez, caso essa fosse uma novela feita nos anos 70.

Já para o papel da mocinha, a musa Sonia Braga é nossa candidata preferida! Até conseguimos imaginar a atriz, que fez história na primeira versão de Gabriela, em 1975, com uma linda cauda de sereia!

5. Maitê Proença e Maurício Mattar como Paloma e Marcos (Bom Sucesso)

Grazi Massafera e Romulo Estrela arrancaram suspiros de muita gente em Bom Sucesso, novela que estreou na Globo em 2019. A beleza e o carisma do casal, afinal de contas, eram inegáveis. Então, quem poderia estar a altura deles, se transportássemos essa história para o início dos anos 90?

Maitê Proença, hoje uma atriz consagrada, provavelmente emocionaria o público na pele da batalhadora Paloma. Para viver seu par romântico, o galanteador Marcos, achamos que Maurício Mattar, no auge de sua juventude, seria uma ótima opção.

6. Alexandre Moreno e Carolina Kasting como Orlando e Marê (Amor Perfeito)

Em 2023, Camila Queiroz e Diogo Almeida protagonizaram cenas emocionantes em Amor Perfeito. Na trama, o casal Marê e Orlando vive uma incansável busca pelo seu filho perdido. Mas você já imaginou quem poderia interpretar esses personagens uns 25 anos atrás?

Assim como Camila, Carolina Kasting, além de talentosa, tem cara de boa moça. Por isso, ela seria nossa escolha favorita para o papel da heroína. Já o romântico médico Orlando provavelmente cairia como uma luva nas mãos de Alexandre Moreno, cujo sorriso é tão charmoso quanto o de Diogo.

7. Claudio Heinrich e Débora Falabella como Alan e Kyra (Salve-se Quem Puder)

Boa parte do público de Salve-se Quem Puder torcia para que Kyra e Alan terminassem juntos no final da história. Porém, no último capítulo, transmitido em 2021, a mocinha escolhe seguir ao lado de seu outro pretendente, Rafael.

Ainda que os fãs do casal tenham se decepcionado com o desfecho, os momentos românticos protagonizados pelos personagens de Vitória Strada e Thiago Fragoso ficaram marcados. Assim como eles, que mostravam ter muita química em cena, Débora Falabella e Claudio Heinrich formariam uma ótima dupla, se essa fosse uma novela típica dos anos 90.

8. Eduardo Moscovis e Cassia Linhares como Jamil e Laila (Órfãos da Terra)

Órfãos da Terra foi premiada com o Emmy Internacional de melhor telenovela em 2020. Além do prestígio da crítica, a trama ganhou também o reconhecimento do público, que se envolveu com a história de amor entre Jamil e Laila.

Renato Goés e Julia Dalavia encantaram os noveleiros na pele do casal protagonista. Mas, imaginando como seria a história caso fosse ambientada na década de 90, quem poderia assumir a responsabilidade de viver esses personagens? Nosso palpite é que Eduardo Moscovis e Cassia Linhares seriam boas escolhas!

9. Guilherme Fontes e Claudia Ohana como Patrick e Clara (O Outro Lado do Paraíso)

Depois de passar por poucas e boas nas mãos de um marido abusivo, Clara, enfim, encontra seu verdadeiro amor ao lado de Patrick. O casal, interpretado por Bianca Bin e Thiago Fragoso, terminou feliz no final de O Outro Lado do Paraíso, novela que foi ao ar entre 2017 e 2018.

Mas se o autor Walcyr Carrasco tivesse escrito essa história cerca de 30 anos antes, outros atores poderiam ter sido escalados para os papéis principais. Aqui, selecionamos a dupla Claudia Ohana e Guilherme Fontes, hoje dois profissionais experientes da área, para ocupar esses postos.

Colocar as novelas atuais em uma “máquina do tempo” foi um exercício divertido! Mas essa não é a primeira vez que fazemos essa brincadeira. Em outro artigo, nós imaginamos como os protagonistas de tramas clássicas do passado ficariam caso fossem interpretados por atores da nova geração. Babalu e Raí, por exemplo, dupla que conquistou o público em Quatro por Quatro (1994), são personagens emblemáticos na carreira de Leticia Spiller e Marcello Novaes. Porém, se a Globo decidisse criar um remake dessa história, o casal poderia ganhar uma versão atualizada nas mãos de Barbara França e Pedro Novaes, filho de Leticia e Marcello, que também é ator. Seria uma justa homenagem!

Comentários

Receber notificações
Sorte sua! Este tópico está vazio, o que significa que você poderá ser o primeiro a comentar. Vá em frente!

Artigos relacionados