Este pai cria vídeos divertidos para ensinar suas filhas a escolher relacionamentos saudáveis

Crianças
há 5 meses

Conheça Eric Taylor, o pai que está deixando a internet encantada com seu jeito único de criar suas filhas. Com uma combinação de humor, amor e lições valiosas, ele está viralizando nas redes sociais. Neste artigo, você vai desvendar como Eric Taylor se tornou uma sensação online, inspirando pais e mães a educar com alegria. Prepare-se para se apaixonar por essa história de paternidade como você nunca viu antes!

Um pai que ensina e diverte

Uma tendência que explodiu no TikTok é a de pais falando sobre os “dusty sons”. Muita gente tem aderido a esses vídeos, mas um homem está se destacando. Eric Taylor, é um pai de duas adoráveis meninas de 4 e 6 anos, e está viralizando nas redes sociais com seu próprio toque nessa tendência. Mas, espera, o que é um “dusty son”?

“Dusty son” é aquele garoto que não faz sua parte, não respeita os outros e, bem, é um tipo de pessoa que você não gostaria que sua filha se envolvesse. Aqui, vamos adaptar o termo em inglês para filho folgado, ok? Eric decidiu usar seu senso de humor para ensinar suas filhas a serem bem seletivas quando se tratar de relacionamentos futuros. E adivinhe? Ele está fazendo isso de maneira hilária!

Lições de vida com ótimo humor

Em seus vídeos, você o verá fazendo coisas inacreditáveis com suas filhas, como festas de chá que deixariam qualquer um impressionado, ou até mesmo ensinando-as a trocar um pneu e a temperar a comida como verdadeiras chefes. Eric não está apenas ensinando habilidades práticas, mas também está mostrando para suas filhas que elas merecem muito mais do que apenas aparência física.

Eric usa a expressão “filho folgado” com um toque de humor. Ele olha diretamente para a câmera com um olhar teatral, como um aviso a futuros pretendentes. Os vídeos são engraçados, mas a mensagem é clara: ele quer que suas filhas cresçam com padrões elevados. Veja alguns exemplos de vídeos feitos pela paizão, com as lições às suas filhas que também servem aos pais dos “filhos folgados”.

  • Indo a uma festa de chá com minhas filhas, assim seu “filho folgado” não as impressiona com um restaurante barato.
  • Ensinando minhas filhas a encontrar felicidade nos momentos mais sombrios, então é bom que seu “filho folgado” aprenda a acender a luz.
  • Ensinando minha filha a trocar um pneu, assim ela não precisa confiar no seu “filho folgado” vendo um tutorial no YouTube no acostamento da rodovia.
  • Ensinando minha filha que ela tem muito mais que apenas beleza, assim seu “filho folgado” não vai conseguir impressioná-la com uma cantada barata.
  • Assumindo responsabilidade pelas minhas emoções, assim minha filha não vai aceitar que seu “filho folgado” a culpe pela sua raiva.

Um toque de polêmica

Claro, houve algumas críticas à tendência do “filho folgado”. Alguns argumentam que isso desvaloriza o esforço dos pais em criar meninos e jovens responsáveis. No entanto, Eric esclarece que seu objetivo não é ofender ninguém, mas sim promover um senso de responsabilidade em si mesmo como pai e em suas filhas, enquanto se diverte no processo. “Não quero que ninguém se sinta culpado”, disse ele, “eu mesmo era folgado e ainda sou um pouco, mas estou tentando resolver isso”.

Eric não está apenas fazendo vídeos para entretenimento, ele também está destacando a importância dos pais na vida de suas filhas. Ele quer que o mundo saiba o quanto ele ama suas meninas e o quanto elas merecem o melhor. “Sinto que às vezes esquecemos que existem homens fazendo um bom trabalho por aí, especialmente por suas filhas”, disse Taylor.

Ainda sobre seus vídeos, ele acrescentou: “É para ajudar os homens a entender quem eles deveriam ser e o que podem fazer para tornar suas vidas melhores, especialmente para as mulheres em suas vidas, mas [também] para serem ótimos maridos. O propósito é fazer com que minhas filhas saibam exatamente o quanto eu as amo e exatamente o quanto elas merecem, que é o mundo — e elas precisam reconhecer que merecem respeito e como dar respeito.”

Aparência não é tudo

Portanto, o que podemos aprender com Eric Taylor e sua abordagem única do “filho folgado”? Bem, ele nos mostra que, além de ser engraçado, podemos ensinar nossos filhos a se valorizarem mais e não escolher parceiros e parceiras apenas pela aparência. E tudo isso sem sermos rígidos. A mensagem é clara: nossas filhas merecem o melhor e nossos filhos podem ser melhores. E isso, meus amigos, merece aplausos.

O “filho folgado” pode ser uma tendência, mas Eric Taylor está transformando isso em uma lição valiosa para todos os pais. Recentemente, uma mãe descobriu que o próprio filho estava fazendo bullying com uma colega da escola e deu uma lição exemplar no “folgado”.

Comentários

Receber notificações
Sorte sua! Este tópico está vazio, o que significa que você poderá ser o primeiro a comentar. Vá em frente!

Artigos relacionados