Criaturas Que Você Não Gostaria de Encontrar Na Vida Real

Animais
há 8 meses

Se segura, meu amigo! Esses usuários da Internet se depararam com algumas coisas assustadoras na vida real, mas acho que você vai querer ficar longe até mesmo dessas fotos! Imagine o seguinte: você está a bordo e pronto para decolar em um enorme jato Boeing. É sua primeira vez em um avião. Você estava com medo, mas as pessoas continuavam dizendo que era seguro. Você se convenceu de que tudo ficaria bem quando o piloto aparece no alto-falante com uma notícia perturbadora. "Bom dia, pessoal, nosso voo foi cancelado por motivos de segurança. Parece que uma nuvem de abelhas está pairando perto de uma de nossas asas, e teremos que removê-las antes da decolagem. Devo dizer que isso é inédito. Bora decolar, por favor!

Agora, digamos que você sempre faça o caminho mais longo para o trabalho. É uma de suas partes favoritas do dia porque você pode desfrutar de uma caminhada tranquila, cercada por belas paisagens. Você está passando por uma área de lagoa lamacenta, como normalmente faz, quando algo estranho chama sua atenção. “Que diabos pode ser isso?” Você se pergunta. Aparentemente, é uma colônia de vermes avermelhados. Acho que meu estômago se revirou um pouco.

Você já viajou de mochila por algum lugar do mundo? Se já, provavelmente se preocupou com uma coisa e somente uma coisa: percevejos. Ao entrar em um novo hostel, a rotina típica é verificar os colchões. O pior de tudo é dormir em uma cama cheia dessas criaturinhas e, na manhã seguinte, ter de lavar todas as suas roupas para não passar o problema para outros estabelecimentos. Se você me perguntar, vou te dizer que parece que um percevejo e um besouro de ficção científica brigaram na cama dessa pessoa e foi isso que sobrou. Brincadeiras à parte, isso me lembra os restos de algum inseto. Que inseto? Não faço a menor ideia. Eu diria a essa mulher (e a todos os proprietários de albergues) para usar algum tipo de protetor de colchão. Só para que os mochileiros de todo o mundo possam parar de sofrer tanto por causa dessas criaturas minúsculas.

Você acabou de ganhar uma viagem com tudo incluso para o Havaí. Ahh, as praias de areia branca e o pôr do sol incrível. Você está feliz só de sair do seu hotel chique e fazer longas caminhadas na praia. Mas espere — o que é isso? Parece que uma lagosta soltou a cauda e os restos flutuaram até a areia. Mas, de acordo com especialistas, isso não é uma lagosta. Elas não se desfazem apenas da cauda. Isso parece ser algum tipo de isópode. Os isópodes são crustáceos que parecem estar em algum lugar entre camarões e lagostas. É por isso que você pensou que era uma lagosta, não é?

Eles também se parecem com rolinhos gigantes. Você sabe o que é isso ? Imagine passar seus dias caçando essas criaturas minúsculas por toda a mobília. Não, obrigado! Quando eu era criança, adorava pregar peças nas pessoas. Mas eu era o primeiro a ficar completamente assustado quando alguém pregava uma peça em mim. Imagino que a pessoa que se deparou com essa coisa na parede de seu escritório não tenha sido muito agradável. Mas talvez seja carma, certo? O que vai, volta.

Imagine que é uma manhã ensolarada de domingo e você saiu para uma caminhada com seus melhores amigos. Vocês subiram uma montanha bastante íngreme, coberta de vegetação na altura dos joelhos. Você sabe o que isso significa, certo? Insetos! O melhor dos insetos é que eles nunca param de nos surpreender. Há uma infinidade de variedades de insetos extremamente raros e bizarros nunca antes vistos. O primeiro que você conheceu foi esta coisa aqui. Ele caiu das costas do seu cachorro! Ele se assemelha a uma semente de jaca acasalada com uma aranha e foi isso que saiu dessa união. Esperamos que seja apenas um inseto bizarro e que não seja ameaçador de forma alguma.

Sua meia também pegou alguns amigos ao longo do caminho. Veja o número de carrapatos dos quais sua meia o protegeu! Da próxima vez que fizer uma caminhada como essa, leve algum tipo de repelente de insetos com você. Mas um repelente forte e eficaz. Sabe? Como um repelente ultrassônico que desorienta os carrapatos, para que eles nunca encontrem o caminho para suas meias suculentas.

E por falar em insetos... Faça um teste rápido aqui para descobrir se você é o tipo de pessoa que ama ou detesta a vida ao ar livre. Imagine que é de manhã cedo e que você acabou de acordar em uma casa remota localizada no fundo de uma floresta. Você sai e a primeira coisa que vê na varanda é uma cobra passando casualmente. Você tiraria uma selfie com ela ou fecharia a porta e se esconderia em suas cobertas o mais rápido possível? Ou talvez você tenha acabado de acordar, aberto a porta para o mundo exterior e tenha sido a única testemunha da muda de um inseto. Você derramaria uma lágrima de felicidade ou ficaria enojado com isso? Poxa, olha isso. Parece um Pokémon bebê. Tão bonitinho.

Ahh, estamos no verão. Minha época favorita do ano. Você pode curtir a piscina até tarde da noite e encontrar seus amigos e familiares para um piquenique ao ar livre no domingo. Mas há uma coisa que realmente me irrita. As abelhas. Comer ao ar livre geralmente significa ter que compartilhar um pouco do seu suco ou comida deliciosa com um bando de abelhas. Se ao menos algum gênio inventasse algo que mantivesse as abelhas longe da nossa comida... Tipo uma frequência ultrassônica, que pudéssemos tocar em nossos alto-falantes. Ou algum tipo de ninho com iscas que fosse mais interessante do que minha comida de piquenique. Ah, ou talvez isso. Acho que isso serve. Simples, mas eficaz. Vou experimentar e te digo se funcionou para mim.

A melhor coisa depois de um dia duro de trabalho é chegar em casa. Exceto quando você é recebido por essa coisa! Como essa aranha chegou até aqui se você mora em um apartamento na cidade, a quilômetros de distância de qualquer área verde de verdade? Esse é um mistério que eu nunca vou resolver. Você leva sua filha de 5 anos para brincar no parque local. Ela está em uma fase de escavação e, assim que chega lá, começa a cavar o local inteiro como um Jack Russell Terrier. Você a observa se divertindo muito quando, de repente, vê uma coisa azul e brilhante rastejando para fora do buraco. “Mas que diabos?”, você pensa consigo mesmo. Você a agarra com uma vara e ela se revela. Uma centopeia! Aquelas coisas que o queimam com suas pernas venenosas. É melhor colocá-la de volta no buraco e levá-la para outro parque.

Se você pudesse escolher qualquer filme ou série de TV para viver, qual escolheria? Provavelmente alguma comédia romântica aconchegante, certo? Acho que ninguém ou quase ninguém aqui escolheria viver como um personagem de Last of Us , certo? Mas me parece que essa pessoa teve um momento Joel, se você quer saber. Essa coisa rastejando do chão da floresta é um fungo. Que imita uma mão humana. Quero dizer: a arte imita a vida ou é realmente apenas uma gigantesca bolha bagunçada? Lembra quando falamos sobre mochileiros? Bem, essa pessoa tinha um problema semelhante ao deles. Aparentemente, eles levaram um monte de roupas para lavar e secar, e foi assim que o filtro da secadora ficou depois. Há talvez uns cem amiguinhos lá dentro? Ai, ai, ai...

Por curiosidade, você sabe por que eles são chamados de percevejos se eles se escondem no chão e não na cama? Eles rastejam até a cama de alguém durante a noite porque conseguem sentir a emissão de dióxido de carbono, ou seja, conseguem sentir sua respiração. Se isso não é um enredo de filme de terror, não sei o que é. Por onde começo com essa história? Eu diria que foi, na verdade, um adereço de um filme de Tim Burton que, de alguma forma, se perdeu e foi parar na sua cesta de legumes. Deveria ser um inhame. Mas tem o formato da mão do Grinch se ele fosse branco em vez de verde. Ai, ai! Nem nos meus sonhos mais loucos eu conseguiria inventar essas coisas.

Comentários

Receber notificações
Sorte sua! Este tópico está vazio, o que significa que você poderá ser o primeiro a comentar. Vá em frente!

Artigos relacionados