Após 15 anos morando em uma sepultura, pedreiro de Maringá ganhou sua casa dos sonhos

Curiosidades
há 2 meses

Edson Aparecido protagonizou uma história extraordinária que vai aquecer seu coração! Conhecido como “Cemitério” de Maringá, ele passou quinze anos vivendo em uma sepultura e, finalmente, viu sua vida dar uma guinada incrível. Nesta narrativa de superação e generosidade, descubra os motivos que o levaram a morar em um lugar tão incomum e como ele finalmente conseguiu uma vida digna em um lar muito mais confortável.

Uma jornada incomum

Edson Aparecido de Carvalho, conhecido carinhosamente como “Cemitério”, ganhou uma nova casa em Maringá, no Paraná, após passar quinze anos vivendo em uma sepultura. Aos 50 anos, ele deixou finalmente o local incomum onde residia, e a mudança trouxe enorme alegria para sua vida. Agora, Edson desfruta de uma moradia simples, porém muito melhor do que a sepultura que chamou de lar por tanto tempo.

Superação e solidariedade

A história de Edson é um exemplo de superação e solidariedade. Após perder seus pais, ele acabou nas ruas e, por um período, dormia na rodoviária. “Um dia fui contratado para fazer um túmulo aqui e vi que havia uma capelinha vazia”, ele relatou. “Os trabalhadores mais antigos daqui falaram que a ossada havia sido retirada e enviada para Campo Mourão e que o dono não apareceu mais. Daí pensei, pronto, encontrei minha casa.”

O jazigo, de apenas 3 metros quadrados, se tornou o seu refúgio. Ele pendurava suas roupas em barbantes e tinha um colchão fino para dormir. Para tomar banho, usava o banheiro do espaço público, e até improvisou um fogão a lenha nos fundos do cemitério. Apesar das condições difíceis, Edson preferia comprar marmitas ou se alimentar com doações que recebia.

Adeus, cemitério. Olá, conforto!

No entanto, depois de tanto perrengue, a vida de Edson deu um salto positivo. Com o apoio da prefeitura, ele deixou a sepultura e passou a viver em uma casa de verdade. “Estou contente, porque agora eu tenho luz, água e o espaço é bem maior que o jazigo”, celebra ele. “A casa é simples, mas para quem já ficou sem ter para onde ir, isso aqui está bom demais. A tranquilidade é a mesma da casa antiga.”

A história de Edson é um testemunho de resiliência e da capacidade de transformação da vida. A solidariedade das pessoas da cidade possibilitou que ele conseguisse um lar confortável e seguro. Agora, sua jornada inspira superação e esperança, mostrando que, mesmo nas situações mais difíceis, é possível encontrar um recomeço e viver com mais conforto e dignidade. Nós desejamos ao Edson uma vida mais feliz e próspera daqui para frente!

Não ter onde morar é uma situação desanimadora e, para muitos, pode ser paralisante. Ainda bem que temos como exemplo de superação pessoas como o Edson e o Harry Sanders, o australiano que chegou a ser um sem-teto e tornou-se um empresário milionário.

Comentários

Receber notificações
Sorte sua! Este tópico está vazio, o que significa que você poderá ser o primeiro a comentar. Vá em frente!

Artigos relacionados