8 Frases que podem ser capazes de machucar e desmotivar a pessoa que você convive

Relacionamento
há 11 meses

Se um casal costuma jogar os problemas para debaixo do tapete, cedo ou tarde problemas maiores aparecem. Muitas vezes, esse ciclo pode levar ao término da relação. Como muitas mulheres nem sempre se atrevem a dizer o que pensam, a situação pode ser mal interpretada e o resultado é muito ressentimento. No post de hoje, trataremos de algumas frases que costumam machucar os homens e mostraremos como transmitir corretamente as nossas emoções.

Claro que muitos problemas de relacionamento são inevitáveis, mas o Incrível.club recomenda que as pessoas sempre pensem duas vezes antes de dizer alguma coisa. Dessa forma, as palavras são bem escolhidas e a comunicação ocorre de uma maneira muito mais fluida.

1. “Quando você vai virar homem?”

Outra variação para essa expressão é: “Quando você vai amadurecer?”

Esta frase soa muito cruel; por isso, não deveria ser dita em voz alta. Contudo, seu significado é muito simples: independende dos papéis que as pessoas queiram assumir hoje em dia, no fundo uma mulher quer que o homem seja protetor. Ao invés disso a mulher vê justamente o oposto, uma pessoa que culpa os outros pelos seus problemas, um garotinho que só pensa em jogar videogame ao invés de trabalhar, ou um rapaz que acha que lavar louça não é coisa de homem.

Não obstante, aqui o problema não é apenas o fato de o homem ser irresponsável e imaturo. A questão é que a própria mulher incentiva este comportamento (talvez de maneira inconsciente). O eterno Peter Pan não vai amadurecer até deixar de ser controlado pela ’mamãe’ Wendy.

As mulheres deveriam aprender a ampliar a área de responsabilidade dos homens. Pedir mais de uma vez que eles lavem a roupa e busquem os filhos na escola. Ao mesmo tempo, é sempre importante que um agradeça o outro pela ajuda, pois isso sempre ajuda a melhorar a relação.

2. “Não gosto da sua família”

Existe a ideia de que se uma pessoa ama a outra ela deve amar também a sua família. Isso, infelizmente, quase nunca acontece. Muitas vezes é difícil para uma mãe ’soltar’ o filho, já que até então ela era a mulher mais importante na vida dele. Ao mesmo tempo, o vínculo entre mãe e filho é mais forte do que pensamos: até 63% das mães carregam em algumas partes de seu cérebro o DNA de seus filhos (o fenômeno é conhecido como ’microquimerismo’).

Em todos os conflitos as mães costumam culpar a nora ou o genro.

Por outro lado, temos todo o direito de dizer para a outra pessoa “Eu te amo, mas não quero passar o final de semana com a sua família”. Mas não vale a pena limitar qualquer tipo de relação; o homem pode ir sozinho ou com os filhos visitar a família dele.

Se as tardes familiares são sagradas para o seu cônjuge, então é importante chegar a um acordo sobre a frequência com que as visitas vão acontecer. Tente tratar com respeito a mãe do seu marido e não fique sempre acusando para evitar situações complicadas. Segundo os psicólogos, os homens tendem a considerar as esposas o lado mais forte da discussão, e por isso quase sempre se colocam do lado das mães deles.

3. “Você está horrível com essa calça”

O psicólogo Robert Sternberg, da Tufts Universiy (EUA) apresentou o amor ideal em forma de triângulo, portanto com três aspectos:

  • Intimidade: inclui afeto, sentimento de amizade e confiança.
  • Paixão: atração física e sentimentos românticos.
  • Compromisso: comprometimento das duas pessoas para com a relação e história de amor.

Como observamos, a atração física é importante em qualquer etapa da relação. Ao mesmo tempo, a atração em um relacionamento de longo prazo não é importante apenas para os homens, mas também para as mulheres. Em qualquer tipo de relacionamento é possível que um dos dois passe a se incomodar com algum aspecto físico da outra pessoa.

Portanto, se a outra pessoa decidir mudar de uma hora para a outra, mencione isso com cuidado e delicadeza. Ofereça, por exemplo, uma renovação no guarda-roupa. E lembre-se de sempre se cuidar. Afinal de contas, todos queremos estar com alguém que se preocupa consigo e com os outros.

4. “Você só pensa em si mesmo”

Tente pensar se a outra pessoa sempre se mostrou egoísta e se você simplesmente não tinha percebido. Por incrível que pareça há casos de depressão pós parto em homens. Isso afeta mais ou menos 10% dos pais.

Se a outra pessoa sempre se comporta de maneira egoísta, explique que você está incomodado com o comportamento. Não use frases genéricas, dê exemplos precisos de quando a pessoa se comportou assim: não quis saber nada sobre o seu dia, não dividiu a comida, não ajudou nas atividades de casa. Não culpe a outra pessoa, tente explicar por que você está ofendido. Dessa forma, ela tende a entender que isso não deve mais ser feito.

Contudo, se a outra pessoa for assim, é provável que ela não mude nunca. Aceite-a, com seus defeitos e suas qualidades, e tente cuidar mais de si.

5. “Mas José...”

Muitas vezes você fica com vontade de mencionar que o marido da sua amiga ganha mais, ou que ele mesmo conserta a torneira, que comprou um vestido novo ou que parece um modelo de revista.

Contudo, pense em como você reagiria se ele te comparasse com outra mulher e, ao invés de dizer “Mas José...”, diga exatamente o que você pensa e o que você gostaria de mudar. Proponha que vocês encontrem juntos uma maneira de aumentar a renda, ou explique que para você é muito importante receber presentes, mesmo sem motivo nenhum.

E não esqueça: o seu marido ou sua esposa provavelmente tem qualidades. O que ocorre é que durante a vida em comum você se acostumou a tudo de bom e parou de prestar atenção. Nessas horas, tudo parece incomodar. Pare e preste atenção nas coisas boas do seu marido (ou esposa) e perceba suas qualidades únicas.

6. “Não sou sua mãe”

Uma mãe urso cuida dos seus filhotes até os dois anos. As mães dos orangotangos até os seis ou sete anos. As mães humanas são as únicas que podem cuidar de seus filhos até o dia do casamento, ou até mesmo depois.

Lembre-se de que você não é mãe do seu marido para ficar lavando suas roupas sujas, ou arrumando a cama para ele. Ele precisa dividir as funções de casa, cuidar dos filhos, cozinhar, etc. Fale com ele sobre as responsabilidades com um tom tranquilo, e mostre, de maneira clara, o que você simplesmente não vai aturar.

Alguns hábitos podem ser eliminados simplesmente por omissão, por exemplo se ele perder a chave mais de uma vez. Fique calada e não mostre nenhuma reação. Não ajude a procurar. Por outro lado, elogie as boas ações.

Outro aspecto importante: na maioria das vezes os homens não querem nos irritar; eles simplesmente se comportam de determinada maneira porque, para eles, é o jeito mais fácil de fazer as coisas ou um hábito antigo. Ou seja, não o pressione, apenas mostre como se comportar corretamente.

7. “Gosto de atenção”

Paquerar outras pessoas pode ser uma maneira de apimentar a nossa relação ou pode ser um belo de um motivo para uma briga; tudo depende de como as pessoas se comportam. Se a paquera obriga o homem a sentir ciúmes, então comece a pensar no que você sentiria se estivesse na situação dele, e se vale a pena arriscar o casamento por essa dose de adrenalina.

Se você fala com outros homens sem mostrar nenhum sinal de paquera e o seu marido ainda se mostra desconfiado, então chegou a hora de dizer: “Te amo e não vou te trair”. E converse com ele para tentar saber por que é tão desconfiado.

Não vale a pena reagir de maneira exagerada se ele não consegue tirar os olhos de uma mulher bonita e com um belo vestido. Segundo as estatísticas, os homens gastam mais ou menos um ano de suas vidas apenas com isso.

8. “Não somos compatíveis”

Se você pensa que errou na escolha do seu cônjuge, podemos te dizer que você não é a única: de acordo com as estatísticas, 72% das mulheres em algum momento pensam em abandonar o marido, e 57% se lamentam por terem se casado. Por outro lado, 71% das mulheres ficam casadas com o mesmo homem a vida toda.

Psicólogos recomendam lidar com as preocupações e tratar de avaliar o que sentimos de errado com respeito à relação. Possivelmente, você não quer aceitar algumas qualidades do seu homem. Por exemplo, ele pode ser menos ativo do que você, e pode ter outros interesses. Mas se ele não gosta de ir ao teatro ou a shows, você sempre tem a possibilidade de ir sozinha ou com alguma amiga.

O pensamento de que as pessoas simplesmente são incompatíveis surge com frequência em casais que não fazem nada por melhorar o relacionamento, não se falam e não se interessam um pelos assuntos do outro. Talvez eles estejam ocupados com filhos e trabalho, mas assim como um carro que precisa de cuidado e de combustível, uma relação requer energia para fazer valer o que é importante e também a serenidade para aceitar os defeitos da pessoa amada.

Psicólogos recomendam que no momento em que duas pessoas começam a conversar é importante que não se coloquem em uma posição em que sentem que a outra pessoa deve algo. Frequentemente expressamos o que não gostamos em uma relação, mas nunca falamos o que realmente queremos. Como resultado, o diálogo se transforma em uma alternância de acusações e justificativas. Você concorda que a frase “Gostaria de passar o final de semana com você e as crianças no parque” parece mais agradável que “Você passa pouco tempo comigo e com os nossos filhos”? Expresse os seus sentimentos e desejos usando o “I” Message (“Eu” Mensagem). Não tenha medo de parecer vulnerável, já que assim você conseguirá encontrar um caminho para a compreensão mútua.

Que frases você acha que realmente podem ofender a outra pessoa em uma relação? Compartilhe a sua opinião sobre este tema nos comentários.

Ilustradora Natalia Breeva exclusivo para Incrível.club

Comentários

Receber notificações

Artigos relacionados