7 Saias que devem ser descartadas sem remorso

Design
há 5 meses

saia é um item bastante comum no guarda-roupa de praticamente toda mulher. No entanto, infelizmente alguns modelos não só não enfatizam as curvas da silhueta, como também podem estragá-la por completo. Claro, aqui o segredo é saber como usar a roupa ao seu favor, optando pelas alternativas que, ao contrário, enfatizam a beleza e o estilo.

Saia assimétrica

Alguns anos atrás, a saia assimétrica estava no auge da popularidade, mas agora esse estilo é considerado ultrapassado. Ela foi substituída por saias tipo maxi retas, que tornam a aparência um tanto mais refinada.

Saia lápis

Antigamente, a saia lápis já foi considerada uma peça glamourosa, mas aos poucos acabou entrando para a categoria das “roupas tediosas de escritório”. Honestamente, esse estilo também não é muito confortável. Porém, isso não significa que esses modelos sairão para sempre dos nossos guarda-roupas. Só vale a pena evitar as variantes clássicas de tweed, bem como as cores azul-escuro, carvão e preto.

Uma boa alternativa são as opções de cores vivas. Melhor ainda se a saia tiver elementos adicionais, como: babados, laços, fendas laterais.

E para que o look pareça completo, a saia deve ser combinada adequadamente com os sapatos e o formato do seu corpo.

Saia na altura do joelho

Qualquer saia que fique exatamente na altura do joelho não veste bem em quase ninguém. Normalmente, os joelhos são a parte mais fina das pernas (a menos que você conte os tornozelos) e, ao cobri-los com a roupa, acentuamos as panturrilhas mais volumosas. Isso faz com que as pernas, no geral, aparentem mais cheias. Além disso, esse comprimento de saia divide visualmente as pernas ao meio, o que pode nos fazer parecer mais baixos do que realmente somos.

Portanto, é preferível escolher uma saia 10 cm acima do joelho ou então 15 cm acima do chão.

Saia de tule

Às vezes, os modelos são feitos de tule de baixa qualidade, por isso podem aparentar baratos. Porém, mesmo que o tecido seja bom, acrescentar a saia de tule para um visual mais descolado no dia a dia não é uma boa opção: a peça aparentará muito pretensiosa. É melhor escolher modelos feitos de chiffon ou renda.

Saia com estampa grande

Uma estampa grande em uma saia expande visualmente a figura, o que pode nos fazer parecer mais velhos do que realmente somos. Por isso, é melhor dar preferência a estampas pequenas, mais elegantes e modernas, que, ao contrário, realçam a silhueta, o que pode até mesmo fazer com que você “perca” visualmente alguns anos.

Saia bubble

saia bubble entra e sai periodicamente da lista das tendências. Contudo, nem todas as coisas na moda valem a pena ser compradas imediatamente. Alguns fashionistas acreditam que essas peças vestem bem apenas em mulheres de biotipo muito magro ou nas modelos nas passarelas. Na vida real, elas estragam a silhueta e não combinam com quase ninguém. É melhor escolher uma saia de corte reto.

Saia sino

saia sino é volumosa na região da cintura e fica reta na bainha. Talvez ela até aparente bem nas fotos, mas ao caminhar definitivamente criará a impressão de uma barriga mais saliente, especialmente se combinada com um cinto.

Você pode substituí-la por uma peça de cintura baixa ou um modelo feito de um tecido mais leve e fluido.

Para criar um visual elegante, é necessário não apenas escolher os modelos certos para si, mas também seguir algumas regras que ajudarão a combinar adequadamente as peças de roupa com outros itens do guarda-roupa.

Imagem de capa ArthurHidden / Freepik

Comentários

Receber notificações
Sorte sua! Este tópico está vazio, o que significa que você poderá ser o primeiro a comentar. Vá em frente!

Artigos relacionados