13 Hábitos com os quais os finlandeses estão acostumados desde pequenos, mas que podem deixar muitos turistas perplexos

Gente
há 11 meses

Hygge, florestas infinitas cobertas de neve, noite polar com duração de seis meses — pode parecer que conhecemos tudo sobre a Finlândia. No entanto, esse pequeno país nórdico tem segredos que somente aqueles que moraram lá conhecem, ou pelo menos os que já o visitaram. Você sabia que os finlandeses não usam esponjas para lavar a louça e não enxugam os pratos? Ou que limpam seus tapetes à beira de riachos e que podem receber multa se removerem o lixo alheio?

1. Os finlandeses normalmente não enxugam a louça

Geralmente, as donas-de-casa finlandesas guardam os pratos molhados em um armário especial, que não apenas os armazena, mas também os seca. Por fora, não difere dos armários comuns, porém, a característica distinta está na presença prateleiras em formato de escorredor. Esse armário deve ficar exatamente em cima da pia, para que água da louça escorra sobre ela.

  • Sou finlandês e posso dizer que esses armários com escorredores estão presentes em toda cozinha finlandesa. Com eles, economizamos muito tempo. Sempre que viajo para fora do país, me pergunto como as pessoas conseguem viver sem um desses armários. © perrylight / reddit

2. Uma tradição antiga de família — lavar tapetes à beira de um lago

É claro que os finlandeses têm aspiradores de pó. No entanto, há uma tradição no país de lavar tapetes em lagos. Não é apenas uma forma de manter a limpeza da casa, mas, de uma forma ou outra, de purificar a alma. Por isso, durante o verão, famílias, amigos e vizinhos viajam para regiões praianas ou à margem de rios, levando consigo diversos produtos de limpeza, para limparem seus tapetes na tranquilidade da natureza.

  • Esta tradição me lembra a minha infância. Minha mãe limpava os tapetes na rua usando um produto chamado Mäntysuopa. Só de pensar, consigo sentir o cheiro dele. Que bela lembrança! © Santafio / reddit

3. Esponjas de lavar louça não são muito comuns

Para lavar uma pilha grande (ou não muito) de louça, não é comum ver pessoas usando esponjas. Em vez disso, vemos com mais frequência, nas cozinhas finlandesas, escovas de cerdas com cabo longo. É o utensílio escolhido para lavar pratos, copos, panelas, frigideiras, entre outros.

4. Não é educado perguntar sobre o salário dos seus amigos, mas você pode descobrir rapidamente no departamento de imposto de renda

Na Finlândia, é considerado grosseiro perguntar a um amigo, colega ou conhecido quanto ele ganha. De forma geral, recomenda-se não tocar em assuntos sobre finanças, caso contrário, você pode passar a impressão errada. Contudo, qualquer pessoa pode ligar para a inspeção fiscal da região e descobrir a renda anual do seu vizinho, parente ou até mesmo de um desconhecido.

5. A anfitriã não coloca comida para todos

Em mesas finlandesas, você dificilmente encontrará pratos com porções prontas. No país, há o costume de cada adulto decidir o quanto quer comer. Em geral, colocam na mesa uma panela ou frigideira, da qual todos os participantes podem se servir do quanto quiserem. Se a panela estiver longe, você pode pedir para passarem-na.

Aliás, não espere ninguém perguntar se você gostaria de comer mais. Se ainda estiver com fome, não tenha medo de se servir novamente. Todavia, não deixe de estimar o quanto, realmente, você pode comer, pois, deixar comida no prato não é bem-visto. Acreditam que a pessoa não se preocupa com o meio ambiente, além de incomodar muitos finlandeses.

6. Quem mora na Finlândia ama receber dicas úteis

Talvez os finlandeses compitam com os brasileiros no quesito dicas para economizar tempo e dinheiro. Em finlandês, usa-se o termo niksi (“truque”, “atalho”). Para entender melhor o que isso significa, basta abrir o Instagram e procurar por essa hashtag.

Por exemplo: um usuário teve a ideia de usar uma embalagem de salsicha para guardar canetas e lápis; e para desidratar mais rapidamente cogumelos, basta colocar um ventilador ao lado deles!

7. Os finlandeses são fãs de leite e de produtos lácteos

Os finlandeses bebem mais leite do qualquer outro povo: em média, cada finlandês consome 130 litros por ano. Nos mercados locais, o leite é bastante barato, cerca de 60 centavos, e as crianças são acostumadas à bebida desde pequenas. Além disso, há produtos lácteos especiais na Finlândia. No almoço, por exemplo, você pode tomar um copo de leite ou de piimä — bebida parecida ao iogurte.

Outra bebida popular é o viili, que seria algo entre um iogurte e um leite fermentado. Há produtos lácteos para todos os gostos, inclusive um que você provavelmente não encontrará em nenhum outro lugar: leipäjuusto (“queijo pão”). Trata-se de um queijo macio e adocicado, que se desmancha na boca. É comum ser consumido com geleia de amora ou como acompanhamento para saladas. Algumas pessoas, seguindo o exemplo dos vizinhos suecos, o mergulham diretamente no café.

  • Não entendo como as pessoas bebem chocolate quente com marshmallow, eu prefiro outra combinação: corto o leipäjuusto em pequenos pedaços, sirvo uma xícara de café e ponho os pedacinhos na bebida. É preciso esperar alguns minutos e, então, você pode tirar os pedaços de queijo com a colher e comê-los. Esse queijo se parece com ricota, porém é mais gorduroso e tem uma textura mais elástica. Junto do café, eu dou nota 11. © damagement / reddit

8. Chuveiros sem divisória

“O que é natural, não é feio” — os finlandeses certamente seguem essa lógica. Se você for a uma academia no país, ou a uma piscina pública, e encontrar um vestuário com separação entre os chuveiros, considere-se uma pessoa de sorte. Normalmente, não há cortinas ou qualquer divisória em tais espaços. Os locais não se sentem desconfortáveis ou envergonhados de tomar banho com outras pessoas.

Neste país nórdico, existe o culto acentuado de aceitação do corpo, e a nudez não é considerada algo vergonhoso ou que tenha de ser escondida. A propósito, muitos consultórios médicos (especialmente os ginecológicos) também não têm telas ou espaços privados para os pacientes trocarem de roupa.

  • Recentemente, algumas mulheres repreenderam uma amiga minha imigrante, por ela ter usado um traje de banho na sauna. Não acredito que a maioria dos finlandeses acharia a atitude mal-educada, mas imagino que alguns possam ficar confusos e se incomodar. © GrumpyFinn / reddit

9. Para motoristas, há uma forma inteligente de lidar com o frio

Para aquecer o carro no inverno, os motoristas não precisam perder de 10 a 20 minutos no processo. Há uma forma melhor de fazê-lo: basta conectar o automóvel a uma tomada, disponível em postes ou estacionamentos especiais. Geralmente, a eletricidade fornecida ao motor dura duas horas, mas, se necessário, você pode ligar o dispositivo novamente. A boa notícia é que os gastos com energia já estão incluídos no valor do estacionamento.

Para isso, é preciso instalar um equipamento especial no motor do veículo, de modo a permitir que o ar quente seja acionado por eletricidade. Algumas pessoas também instalam uma tomada adicional no carro, onde podem conectar um aquecedor de ar. Quando a energia é ligada, o interior do automóvel será aquecido.

10. Os finlandeses são especialistas em pegar mosquitos

Provavelmente, apenas os mal informados nunca ouviram falar sobre o campeonato de arremessar celular ou o de carregamento de esposas. No país há uma competição ainda mais estranha — quem consegue capturar mosquitos mais rapidamente. As regras são simples: os participantes têm cinco minutos para pegar o máximo possível de mosquitos com as mãos. Normalmente, essas competições são realizadas no verão e até já ganharam reconhecimento internacional. Em 2018, por exemplo, o vencedor foi um sueco, que pegou 135 insetos em 15 minutos.

  • Nossos mosquitos não são muito terríveis, felizmente não temos malária nem nada parecido. Mas, geralmente, há muitos deles reunidos em um só lugar. Não dá para pensar em mais nada, pois você estará muito ocupado dando palmadas, o máximo que puder. © Arttukaimio / reddit

11. Os finlandeses têm o Dia Nacional do Fracasso

Todos os anos, é celebrado no dia 13 de outubro. Dado que os locais têm o hábito de cultuar o sucesso, o fracasso é visto com desaprovação. Assim, o objetivo do Dia do Fracasso é passar a mensagem: fracassar é inevitável, e não podemos seguir sem passar por ele. Portanto, todos os anos, nesse dia, apresentadores de TV, músicos, atletas e outras celebridades contam publicamente os fracassos pelos quais passaram em suas carreiras.

12. Na Finlândia, você não deve mexer no lixo de outra pessoa

Os finlandeses são muito conscientes em relação ao meio ambiente, à economia de água e à coleta de lixo. Porém, se uma “boa alma” decide jogar o lixo alheio fora, ela poderá receber uma multa. Aconteceu com um morador que viu uma pilha de lixo na rua e decidiu jogá-lo fora em uma área perto de sua casa.

Havia muito lixo, por isso, o homem resolveu perguntar às autoridades locais onde ele poderia dispensar o resto dos resíduos. Como as estradas são propriedade do governo, os locais não têm permissão de mexer no lixo que estiver nelas, por conta própria. Para isso, seria preciso passar por um treinamento especial de modo a conseguir uma licença adequada.

13. Os locais gostam de fazer misturas “incombináveis” com comida

Em uma cozinha finlandesa, há grandes chances de você encontrar produtos misturados com outros, aparentemente, incompatíveis. Por exemplo: podem adicionar a uma caçarola de fígado, xarope, ovos, cebola e passas, e servir o prato com geleia de frutas vermelhas. Há, também, muitas discussões sobre se deve ou não adicionar leite à receita da famosa sopa de creme de salmão.

Você já esteve na Finlândia? Quais costumes locais achou mais interessantes ou estranhos? Comente!

Comentários

Receber notificações
Sorte sua! Este tópico está vazio, o que significa que você poderá ser o primeiro a comentar. Vá em frente!

Artigos relacionados