12 Pessoas que estavam certas ao confiar em seus instintos

Curiosidades
há 1 mês

Ouvir o que sua intuição está lhe dizendo pode mantê-lo a salvo de problemas ou tristezas. Foi o que os internautas descobriram da maneira mais difícil, pois, ao confiar em sua intuição, se livraram de situações um tanto sérias. Suas histórias são um importante lembrete para sempre acreditarmos em nossa própria voz interior.

  • Eu sempre caminhava pelo corredor à noite sem acender as luzes. Certa vez, cheguei ao final dele e tive uma sensação repentina de que precisava acendê-las.
    Voltei para o meu quarto, acendi a luz do corredor e retornei.
    Bem em frente ao local onde eu havia decidido dar meia-volta, tinha uma enorme e mortal cobra Taipan atravessando o corredor de um cômodo a outro. Se ela tivesse me mordido no escuro, não teriam conseguido me dar o soro antiofídico correto. © risska / Reddit
  • Estava aparando a grama do meu quintal com um cortador de grama e comecei a ter uma sensação esmagadora de estar sendo observado. Comecei a olhar em volta e pensei ter visto um vulto na janela do andar de cima. Tentei ignorar o fato, pois não havia ninguém em casa, e continuei cortando a grama e voltei a ter uma sensação insuportável de pavor.
    Isso me fez parar imediatamente. Ao fazer isso, o solo à minha frente cedeu, formando um buraco de 4,5 metros de largura e 3,6 metros de profundidade. Se eu não tivesse parado imediatamente, teria provavelmente sido engolido. © MujimIsYou / Reddit
  • Minha esposa e eu alugamos uma cabana muito bonita em Big Sur, na Califórnia, por algumas noites. Ela acordou em pânico e chorando (o que nunca faz) devido a um sonho ruim. Tive uma sensação horrível ao acordar e disse a ela que poderíamos dar uma volta de carro.
    Quanto mais avançávamos, melhor nos sentíamos. Acabamos passando a noite em Monterey. A cabana em que estávamos pegou fogo. Ainda sinto calafrios ao escrever isso anos depois. © Usuário desconhecido / Reddit
  • Pedi à minha mãe que me levasse para casa mais cedo do acampamento de escoteiros, porque eu tinha medo de ursos. No final, um urso devastou o acampamento na noite em que eu tinha ido embora. Felizmente, não machucou ninguém. Apenas rasgou tudo, pelo que me disseram. © SenatusRomanus / Reddit
  • Sou bombeiro. Fomos chamados para conter um incêndio em uma árvore iniciado por fios caídos da rede elétrica. Encostamos o caminhão, confiando que meu motorista e o líder da equipe estavam fazendo bem o trabalho deles e estavam cientes da situação. Saímos do caminhão e estacionamos ao lado de um conjunto de fios elétricos (não caídos). Ventava muito naquela noite e eu conseguia ver os fios balançando, então mencionei minhas preocupações para o líder da equipe e ele respondeu que tudo ficaria bem.
    Pegamos nossa mangueira (o risco de a árvore pegar fogo em uma casa supera o risco potencial de um curto-circuito, além do fato de a linha ter sido desconectada quando caiu) e estou no galho pronto para começar a apagá-lo com outras duas pessoas perto de mim quando sinto um calafrio. Olho para cima e vejo os fios da rede elétrica balançando violentamente e grito: «mexam-se!». Quando nós três corremos e mergulhamos para sair do caminho, ouvimos um estalo e uma rachadura e, com certeza, a linha sob a qual estávamos se soltou e permaneceu conectada ao poste de energia. Se eu não tivesse sentido aquele calafrio, provavelmente todos nós teríamos morrido. © DYESMOD / Reddit
  • Minha filha tinha um ano e meio na época. Ela estava resfriada, mas a hora de dormir transcorreu sem problemas. Naquele dia, acordei no meio da noite, muito desconfortável e ansiosa. Algo estava errado, mas eu não conseguia identificar o que era. Eu me levantei, fiz um lanche à meia-noite e tentei calmar meus nervos. Decidi dar uma olhada nos meus filhos, que dividiam o mesmo quarto, antes de tentar voltar para a cama.
    Entrei no quarto e imediatamente ouvi um leve som vindo do berço da minha filha — e o som era de arrepiar. Estava tudo tão silencioso que não havia como não ouvi-lo dali. Eu a levantei e vi que sua respiração estava rápida e difícil. Levei-a ao hospital, onde passou a noite, recebeu oxigênio e tratamentos com nebulizadores, pois seu oxigênio havia diminuído. Ela foi diagnosticada com a Síndrome de Disfunção Reativa das Vias Aéreas (RADS) devido ao resfriado (que desencadeou um ataque de asma). © Thr33wolfmoon / Reddit
  • Eu estava pilotando minha moto com um amigo na garupa. Estávamos descendo uma estrada rural atrás de um caminhão que transportava um monte de pneus velhos de carro quando, de repente, decidi que não deveríamos estar ali, então reduzi a velocidade para deixar o caminhão se distanciar. No momento em que fiz isso, um dos pneus caiu do caminhão e foi parar exatamente onde nós estaríamos, se eu não tivesse agido dessa forma. © d***eyeAZ / Reddit
  • Quando eu tinha 2 ou 3 anos, tinha pesadelos. Certa noite, acordei, fui até o quarto dos meus pais adotivos e disse que tinha uma abelha debaixo do meu travesseiro. «Não, não tem nada, Ana. Volte a dormir», disseram eles. Chorei horrores. No final, minha mãe adotiva entrou no meu quarto, acendeu a luz e disse: «Não há abelhas aqui. Veja!»
    Quando ela pegou meu travesseiro, eis que uma abelha voou para fora. Minha mãe enxotou a abelha pela janela enquanto eu chorava histericamente. Ela me olhou de forma estranha e perguntou como eu sabia que a abelha estava lá. Eu não tinha a menor ideia. Meu pesadelo não tinha nada a ver com isso. © Unkown user / Reddit
  • Eu tinha uns 5 ou 6 anos quando minha mãe e minhas irmãs quiseram sair da cidade para dar uma volta de carro. Eu chorei muito porque, por algum motivo, não queria ir com elas e decidi ir no carro da minha outra irmã. Acontece que minha mãe e minhas outras irmãs acabaram batendo e disseram: «Se você estivesse no carro, estaria sentada no meio e teria morrido». Felizmente, minha família ficou bem. Mas realmente me senti muito bem depois disso. © SnowLeopard000 / Reddit
  • Uma noite, eu estava dirigindo e vi um carro no meio da estrada com duas pessoas deitadas no chão. Minha intuição dizia que havia algo suspeito ali e decidi agir de acordo com ela, passando pelo carro e pelas duas pessoas.
    Parei para pegar meu celular e ligar para a polícia e, ao olhar pelo retrovisor, vi as duas pessoas deitadas na estrada se levantarem com outras cinco pessoas saindo dos arbustos. © Naweezy / Reddit
  • Conheci uma linda garota na noite de Halloween e a convidei para ir a uma festa mais tarde. Ela foi comigo de carro para lá e eu levei seus dois amigos também. Conversamos um pouco, mas acabamos nos separando na sala. De repente, tive uma vontade irresistível de encontrá-la e acabei ficando um pouco preocupado com isso.
    Um cara tinha dado em cima dela, levando-a para fora, para uma área semi privada embaixo de uma varanda do pátio. Não me importei com o que ele poderia pensar, só a peguei pela mão, agi como se tratasse de algo importante e a levei para o jardim da frente. Nós dois ouvimos um estrondo enorme quando o pátio enorme desabou sob o local onde ela estava três minutos antes.
    Tenho certeza de que, se eu não a tivesse agarrado, ela não existiria hoje. Acabei me casando com ela, e imaginar como isso poderia ter sido terrível me aterroriza. © Usuário desconhecido / Reddit
  • Minha mãe sempre conta esta história. Ela estava trabalhando em um escritório e, de repente, teve um forte impulso de sair da sua baia, sem motivo algum. Nem um minuto depois, uma seção do teto com 4,5 metros desabou, soterrando tudo com metal e gesso. © Kaleon
    / Reddit

Todos temos histórias pessoais que temos medo de compartilhar, pois parecem inacreditáveis. Mesmo assim, há quem se sinta melhor as compartilhando de forma anônima na Internet. Reunimos algumas dessas situações sinistras neste artigo e elas provam que qualquer pessoa pode ser profundamente afetada por situações assustadoras.

Imagem de capa Unknown user / Reddit

Comentários

Receber notificações

Certa vez trabalhava em um escritório, me levantei e convidei uma colega pra tomar um café comigo durante o expediente. Ela disse que não, pois precisava continuar o trabalho, e eu insisti bastante até ela concordar. Tomamos o café, e quando voltamos, a prateleira de madeira de uns 40kg ou mais que ficava bem em cima dela, cheia de malotes de papel havia caído. Se ela estivesse na sala, certamente teria pego a cabeça dela em cheio.

-
1
Resposta

Artigos relacionados