10 Segredos usados em filmes e séries que mostram até onde vai a magia do cinema

Arte
há 4 meses

Falar sobre a história do cinema sem citar a indústria de Hollywood é praticamente impossível. E isso não significa que os filmes e séries hollywoodianos tenham as melhores histórias ou os melhores atores, significa apenas que eles sabem muito bem como nos envolver em um maravilhoso mundo de fantasia. Quase todas as grandes produções de lá escondem segredos que vão desde a criação de grandes paisagens até a construção de cenas com espelhos. Em geral, a maioria desses detalhes passa despercebida pelo público, mas hoje vamos revelar alguns deles.

1. Pintura manual de cenários

Uma maneira relativamente barata de criar cenários fictícios é por meio de uma técnica chamada “matte painting”, que consiste na pintura manual de desenhos sobre um pedaço de vidro. Em geral, essa técnica é utilizada para acrescentar detalhes de algo distante em uma paisagem, como pequenas casas ou uma multidão de pessoas. Mas se o trabalho for bem feito, qualquer coisa pode ser desenhada sobre o vidro; o resultado acaba criando uma imagem que, quando levada para as telas, se torna uma cena bastante real.

Guerra nas Estrelas foi pintada. É praticamente impossível acreditar que a maioria das imagens épicas e panorâmicas dos primeiros três filmes da saga Guerra nas Estrelas foram realizadas por três artistas especialistas em pintura mate. Os falsos cenários foram feitos com plexiglas e pintura a óleo. Até mesmo as centenas de stormtroopers foram pintados.”

2. O vilão perfeito

Por incrível que pareça, alguns dos monstros mais memoráveis dos filmes de terror, como o Pumpkinhead, o Alien ou o Predador, não eram bonecos. Na realidade, eles eram marionetes dentro das quais havia pessoas reais.

Talvez as marionetes mais impressionantes foram usadas na saga Parque dos Dinossauros, sobretudo os raptores. Embora grande parte dos efeitos especiais usados nos dinossauros sejam uma mistura de efeitos práticos e efeitos digitais VFX, em alguns momentos era necessário que um ser humano controlasse o dinossauro de dentro.

3. Os extras devem brilhar, mas não tanto

Em geral, os filmes gastam mais com o figurino dos atores principais do que com o figurino dos extras, e a explicação é simples: orçamento. É por isso que muitas vezes os extras usam suas próprias roupas nas gravações.

Mas isso não quer dizer que eles podem usar qualquer roupa. Quando os extras são chamados para uma gravação, a equipe de produção detalha o tipo de roupa que deve ser usada. Geralmente eles pedem roupas com cores neutras ou alguma variação de azul, para não ofuscar os protagonistas do filme.

4. A magia das extremidades fantasma

Muito provavelmente você já viu algum filme em que o personagem ou perde alguma parte do corpo, como uma mão, um braço ou uma perna, ou já nasce assim. Em casos desse tipo a equipe pode usar uma série de efeitos especiais criados digitalmente com a ajuda da tela verde. Os atores e as atrizes colocam meias ou mangas da cor verde e elas são eliminadas durante a fase de pós-produção.

5. Os segredos dos reality shows sobre casas

O verdadeiro mistério dos reality shows sobre pessoas que estão em busca da casa ideal é como a equipe faz para guardar tão bem os segredos por trás da história, dado que os participantes só costumam ser escolhidos quando a tão sonhada casa já foi escolhida há muito tempo.

Os produtores de programas como Em Busca da Casa Perfeita, por exemplo, admitiram que “para otimizar o tempo de produção, procuramos famílias que estão bastante avançadas com o processo de compra”.

6. Quem realmente escolhe a pessoa “ideal” para o solteiro mais cobiçado

O programa The Bachelor é sobre um solteirão que convive com um grupo de mulheres e precisa escolher uma delas como esposa ao final. No entanto, por incrível que pareça o antigo produtor executivo do programa, Scott Jeffress, confirmou que quem decide quem fica e quem vai embora é a equipe de diretores.

“Em geral, dizíamos ao protagonista: ’Gostaríamos que você ficasse com essa, porque ela é boa para a televisão; já essa outra você deveria conhecer um pouco melhor’. Isso indica que o parâmetro usado para avaliar as concorrentes era o nível de aceitação da audiência”, contou Scott Jeffress.

7. Filmar cenas com espelhos é mais desafiador do que parece

Para conseguir gravar uma cena perfeita com um espelho os especialistas encontraram algumas alternativas. Em geral, a cena deve ser gravada de lado, para que as pessoas da equipe de produção não apareçam na cena. Além disso, é comum os atores olharem diretamente para a câmera, criando a ilusão de que eles estão olhando para si mesmos.

Diretores como James Cameron foram além e tiverem ideias bastante originais para gravar cenas com espelhos. Em O Exterminador do Futuro 2 — O Julgamento Final, por exemplo, foi usada uma janela que dava para uma réplica exata do set onde um boneco e uma dublê da atriz Linda Hamilton imitavam tudo que os atores estavam fazendo.

8. Muitos cenários são feitos à mão

Muitas pessoas pensam que hoje em dia as paisagens são sempre criadas por computador. No entanto, cenários em miniatura feitos à mão ainda não saíram de moda. Em geral, quando são usados cenários feitos à mão a equipe usa também miniaturas dos protagonistas.

9. Por que nem sempre queremos comer os pratos que vemos na tela

Às vezes, as comidas que vemos na tela não são reais e é por isso que os atores geralmente nem tocam no prato. Isso costuma acontecer mais em filmes que têm cenas com grandes quantidades de alimento, como as festas em Hogwarts.

Na realidade, nos primeiros filmes foram usados pratos reais, mas as cenas demoravam muito e os alimentos acabavam sendo desperdiçados.

10. A seleção de bebês para o elenco é tão rígida quanto a dos adultos

A regra para trabalhar com bebês estabelece um limite de quatro horas por dia, e é por isso que os diretores preferem trabalhar com gêmeos ou trigêmeos. Os produtores de Ninguém Segura Este Bebê, por exemplo, contrataram dois bebês para interpretar o mesmo protagonista.

Por outro lado, nas cenas de parto o bebê deve ser suficientemente pequeno para que a cena pareça verdadeira, mas ele não pode ter menos de 15 dias de vida. Quando não há nenhum bebê para a cena, em geral a equipe procura bebês prematuros, que geralmente são menores.

Outro dado curioso sobre as cenas de nascimento é que os bebês costumam estar cobertos com geleia de amora e uma espécie de requeijão, tudo para criar a sensação de que ele de fato acabou de nascer.

Os segredos ocultos dos filmes não são exclusivos dos que foram citados na lista acima. Há vezes, por exemplo, que os internautas encontram “erros” em gigantescas produções, que passaram despercebidos até mesmo pelos produtores. Não acredita? Confira aqui!

Comentários

Receber notificações
Sorte sua! Este tópico está vazio, o que significa que você poderá ser o primeiro a comentar. Vá em frente!

Artigos relacionados