10 Enigmas que os adolescentes resolvem rapidinho, mas que fundem a cuca dos adultos

há 7 meses

O Sérgio convidou seus amigos para jantar, para lhes mostrar o anel de noivado que havia comprado para a namorada. Eles se sentaram e ele colocou a joia sobre a mesa. Mas aí, de repente, as luzes piscaram e o salão escureceu. Quando a energia voltou, o anel tinha sumido. O Sérgio chamou a gerente, e ela interrogou os amigos dele: a Júlia disse que nem tinha visto a joia ainda quando o restaurante escureceu. O Rogério falou que viu o reflexo brilhante do anel pouco antes das luzes se apagarem, mas nada mais. O Miguel afirmou que estava procurando o celular para tirar uma foto da peça. A gerente deu uma boa olhada em todos e percebeu na hora quem havia roubado a joia.

Foi a Júlia. Quando eles se sentaram à mesa, ela não estava usando luvas, mas agora está.

Os pais do Luís são policiais. Eles estavam trabalhando em um caso perigoso e pediram ao filho para guardar segredo sobre a operação toda. Uma semana depois, ele recebeu uma mensagem da mãe, dizendo: “Filho, estamos bem. Não entre em contato com ninguém. Mandamos 5.317 reais para você.” O rapaz achou a mensagem suspeita. Ele olhou sua conta bancária, mas não tinha dinheiro algum lá. Então, ligou para o comandante da polícia imediatamente. Por quê?

Se você virar o número 5317 de cabeça para baixo, verá a palavra LIES, que significa “mentiras” em Inglês. Os pais dele estão correndo perigo, e estão se comunicando com ele por código.

Enquanto caminhava pela rua, a Susy encontrou uma nota de 10 reais. Três pessoas estavam sentadas na calçada e estava claro que precisavam de ajuda. Então, ela resolveu ajudar uma delas. O Kaíque disse: “Preciso de dinheiro para me abrigar estar noite. Se tiver algum trocado, vai me ajudar demais.” O João falou: “Você é uma boa garota. Não tenho nada, e não sei como é sua aparência, por que sou cego, mas 10 reais vão me ajudar a comprar comida pra hoje e amanhã.” A Sara afirmou: “Preciso de dinheiro para alimentar meu cachorro. Ele está lá em casa, morrendo de fome.” A Susy soube na hora quem realmente precisava de ajuda.

Ela ajudou o Kaíque. O João deve ter visto a nota de 10 reais, pois pediu exatamente a quantidade que a Suzy tinha em mãos, embora tivesse dito que era cego. E a Sara não parece precisar tanto de ajuda, já que tem um lugar para ficar.

O Marcos é um policial disfarçado. Ele estava seguindo um suspeito na estação de trem, quando o tal homem recebeu uma mala de outra pessoa. O Marcos continuou na cola dele. O cara entrou em um enorme prédio corporativo, cheio de seguranças, então o policial não conseguiu entrar. Mas viu pela janela que o suspeito havia ido para o 10º andar. Quando o policial voltou para seu carro, encontrou três uniformes: um de eletricista, outro de policial e outro de limpador de janelas. Qual ele deve pegar?

O eletricista precisaria mostrar alguma identificação, então o Marcos seria considerado um impostor. Se usasse o uniforme de policial, deveria mostrar seu distintivo, o que acabaria com o sigilo da operação. Mas o limpador de janela não precisa entrar no prédio. Ele pode subir por fora e fingir que está fazendo a limpeza.

A Sandra ligou para o detetive Augusto ao meio-dia de uma segunda-feira para dizer que encontrou o marido desmaiado no chão. Ela ficou fora de casa a manhã toda, fazendo compras. Quando chegou, foi ao escritório dele para perguntar se ele estava com fome, mas o viu caído no chão! A ambulância veio e o levou, mas o detetive não deixou mais ninguém sair.
Havia mais três pessoas na casa. O cozinheiro garantiu que tinha passado a manhã toda cozinhando, já que o casal daria um jantar comemorativo naquela noite, e que estava cheio de serviço. O segurança falou que estava instalando câmeras de vigilância na casa para se certificar de que tudo correria bem no jantar. A profissional da limpeza afirmou que estava limpando a sala, os assentos e todos os banheiros de hóspedes para a noite, já que todos ficariam dentro de casa.

É o segurança. As câmeras que ele está instalando estão do lado de fora. Mas a profissional da limpeza disse que a festa será dentro da casa.

Em uma tarde de sexta-feira, o Samir, que era presidente de uma empresa gigante, chamou a polícia para denunciar um crime. Alguém tinha invadido seu escritório e roubado documentos importantes de um acordo multimilionário. O executivo disse: “Eles invadiram meu escritório e quebraram todos os móveis. E o pior é que arrombaram o cofre e levaram todos os meus documentos que estavam lá dentro. Tenho apenas uma chave que abre o cofre, e mais ninguém tem acesso a ela.” O detetive levou o Samir imediatamente para a delegacia, como principal suspeito. Por quê?

Se alguém tivesse mesmo arrombado o cofre, ele não estaria fechado. O Samir abriu e fechou o cofre usando sua própria chave.

O Michel é um investigador particular e estava fazendo um cruzeiro para a Noruega. Um dia, de manhã, o capitão foi à sua cabine dizendo que precisava de ajuda. Ele disse que estava na cabine de comando estudando alguns mapas de 100 anos de idade e que acabou cochilando. Quando acordou, seu relógio valioso havia sumido! O Michel chamou as últimas três pessoas que estiveram na cabine naquela noite e os interrogou.
O marinheiro falou que estava tentando destampar os botes salva-vidas, pois tem um ciclone na Noruega e os passageiros poderiam precisa abandonar o navio. O cozinheiro disse que estava fazendo um inventário para ver quais alimentos precisaria comprar na Noruega. E o engenheiro-chefe afirmou que estava na sala de motores com mais dois marinheiros, pois um dos motores estava com problema. O Michel soube na hora quem estava mentindo. Você tem quatro segundos para descobrir.

Foi o marinheiro. Nenhum dos botes salva-vidas estava destampado. E se houvesse mesmo um ciclone, colocar as pessoas em botes no mar revolto seria mais perigoso do que continuar no navio.

Em agosto de 2020 Sônia foi para o Havaí para curtir suas férias de seis semanas. Quando voltou, sua mansão estava destruída e o cachorrinho dela havia desaparecido. Ela ligou para a polícia, e eles iniciaram uma investigação. O detetive Fábio não encontrou sinais de arrombamento e notou uma fruta fresca sobre a mesa. Ele interrogou três pessoas. O filho da Sônia disse: “Nunca visito casa da minha mãe. Sou alérgico ao cachorro dela.” A faxineira falou: “Vim aqui na semana passada, limpei a casa, dei comida para o cachorro, trouxe um pouco de comida e depois fui embora.” O mordomo garantiu: “Tirei férias com a minha patroa. Voltei ontem. Aqui estão minhas passagens.” O Fábio descobriu quem estava mentindo em 3 segundos.

É o mordomo. Embora o período seja o mesmo, as passagens mostram o ano de 2019, e não 2020.

A Lisa combinou de ir ao cinema com o marido na noite de Halloween. Ele estava atrasado, então ela entrou e o esperou. Quando as luzes se apagaram, duas pessoas chegaram e sentaram ao lado dela. O cara da esquerda tinha manchas vermelhas na camisa. Também carregava uma bolsa com respingos vermelhos que continha alguma coisa muito suspeita e, pra piorar, tinha arranhões no rosto inteiro. O homem da direita tinha pele pálida, olhos vermelhos brilhantes e estava segurando uma boneca horripilante. A Lisa precisa ir ao banheiro e uma dessas pessoas é o marido dela. Ela deve ir para a direita ou para a esquerda?

Ela deve sair pela esquerda. Como é Halloween, todos estão fantasiados, mas olhe os dedos deles. O cara da esquerda tem uma aliança como a da Lisa — então é o marido dela. Já o da direita está segurando uma boneca que parece estar viva... credo!

A Lúcia é a anfitriã de uma conferência de orientação profissional. Ela quer inspirar jovens estudantes a correr atrás de seus sonhos, então convidou uma pessoa de cada profissão para participar. Quando o evento terminou, a Lúcia descobriu que o quadro mais caro da sala havia sumido. Ela chamou a polícia, e eles revistaram as malas dos últimos três profissionais que saíram da sala. O engenheiro elétrico estava com uma bolsa cheia de fios, quadros de circuito, pequenas chaves e uma máquina de solda. O encanador carregava uma chave-inglesa, um martelo e alguns canos plásticos. O veterinário tinha um laser, um martelo, uma furadeira, uma lâmpada fluorescente e um par de luvas de látex. Qual dos três é o espertinho?

O veterinário. A maioria das coisas na bolsa dele não tem nada a ver com sua profissão, e ele usou as luvas para não deixar impressões digitais.

Comentários

Receber notificações
Sorte sua! Este tópico está vazio, o que significa que você poderá ser o primeiro a comentar. Vá em frente!

Artigos relacionados