Incrível
NovoPopular
Inspiração
Criatividade
Admiração

15 Edifícios com formas tão extravagantes que nem parecem obras arquitetônicas

Geralmente, quando visitamos uma cidade ou um país diferente, uma das coisas que inicialmente chamam nossa atenção são os prédios, já que cada construção faz parte da cultura do local. E esse tipo de experiência fica ainda mais significativa quando, do nada, nos deparamos com lugares que, em vez de quatro paredes e um teto, possuem uma estética toda peculiar. Diante de casos assim, fica claro o quanto o mundo está repleto de mentes criativas.

Incrível.club traz neste post 15 prédios que, com sua estética toda peculiar, surpreendem quem passa diante deles e chegam até a dar a impressão de que possuem vida própria!

1. The Longaberger Company

Com uma aparência que lembra uma cesta de comida, o prédio pode fazer com que os desavisados pensem que o arquiteto por trás do projeto adora piqueniques. Bem, a ideia não está totalmente errada, já que o imóvel era de propriedade de um fabricante de cestas artesanais e outros itens domésticos. Infelizmente, a empresa encerrou as atividades em 2018, mas o prédio ainda pode ser admirado por moradores e visitantes de Ohio, Estados Unidos. Caso viaje até o local, você pode não voltar para casa com uma cesta de recordação, mas ao menos uma bela fotografia estará garantida.

2. F&F Tower

F&F Tower, também conhecida como “o parafuso” por conta de seu formato, é um arranha-céu que abriga a sede de uma empresa que comercializa residências e escritórios no Panamá. Desde que foi construído, o prédio teve sua arquitetura peculiar reconhecida por diversos especialistas, chegando a ser catalogado como um dos 10 melhores arranha-céus de 2011.

3. Tonneau — The Barrel Bistro & Bar

Apesar de o nome não deixar claro que se trata de um bar, o visual tira toda e qualquer dúvida. O imóvel, situado em Okinawa, Japão, é sempre lembrado não apenas pela forma de barril, mas também pela extensa carta de bebidas e pelos deliciosos pratos orientais.

4. Biblioteca Pública do Kansas, EUA

biblioteca, localizada no estado americano do Missouri, é um verdadeiro sonho para apaixonados por leitura. Não satisfeitos em ver livros apenas nas estantes, os responsáveis pelo prédio resolveram levar a mesma estética para a fachada. Os “livros”, que são 22 no total, medem cerca de 7 metros de altura. A construção é do ano de 2006. Além da aparência tão atraente e irresistível para amantes de literatura, a biblioteca mantém suas portas abertas ao público em geral, oferecendo acesso gratuito a computadores. Mas, pensando bem, quem vai querer mexer em computador estando dentro de um prédio como esse?

5. Hospital White Sails & Spa

É até difícil olhar para esse edifício e associá-lo ao que ele realmente é, um hospital. Talvez você esteja se perguntando por que um centro médico teria uma aparência assim. Na verdade, a história por trás de tudo é muito curiosa: o arquiteto responsável pelo projeto se inspirou, após precisar ir ao hospital diversas vezes para realizar testes. Segundo ele, as paredes brancas e o ambiente tenso não melhoram o ânimo de quem precisa frequentar o local.

Por isso, o edifício, que ainda será construído, ganhará um visual que lembra o de um barco, com o objetivo principal de manter o bom humor dos pacientes. Até mesmo os uniformes dos funcionários lembrarão roupas de marinheiro. O arquiteto garante que um de seus maiores desejos é levar o filho ao hospital e que a criança, em vez de sentir medo, pergunte: “Quando iremos visitar o barco de novo?”. Estamos ansiosos esperando que o projeto saia do papel o quanto antes.

6. Edíficio Robô

Mais um caso de pais que encontraram inspiração nos filhos. O arquiteto que desenhou o prédio desenvolveu o projeto tendo em mente um robô de brinquedo com que seu filho brincava. Situado em Sathon, Bangkok, Tailândia, o Edifício Robô foi construído em 1986, e sedia uma instituição financeira. O design escolhido é explicado, em primeiro lugar, pelo desejo dos proprietários de transmitir a ideia de modernização e informatização do banco. Além disso, a estética atende a questões práticas: as antenas no teto funcionam para telecomunicações; os olhos do robô são as janelas dos ambientes executivos, enquanto os cílios são as persianas. Todos os componentes fazem do prédio não apenas um deleite para os olhos, mas também uma construção absolutamente funcional.

7. Hotel Tianzi

Localizado em Hebei, China, esse imóvel tão original, com seus 10 andares, traz na fachada os deuses Fu, Lu e Shou, que representam fortuna, prosperidade e longevidade, respectivamente. À primeira vista, pode ser um pouco complicado entender que as aparentes esculturas são prédios. Porém, quando observamos com atenção, podemos ver a porta de entrada à esquerda, aos pés do deus Shou. Já as janelas estão camufladas em meio às vestimentas.

8. Planetário Indira Gandhi

Não, a foto acima não mostra um prédio coberto por uma escultura gigante de Saturno. O planetário realmente foi construído para ficar igual ao planeta. Localizado na Índia, além de ter um design único e peculiar, é possível, em seu interior, realizar atividades como tocar virtualmente nas estrelas e visualizar todos os fenômenos que acontecem no espaço sideral.

9. Edifício de Lótus, China

Em Wujin, China, fica um imóvel que atrai os olhares de qualquer um. Dentro de suas pétalas fica o escritório de planejamento da cidade, salas de exposições sobre desenvolvimentos recentes, quartos e centro de convenções. A forma dada ao prédio pretende fazer uma homenagem à natureza não só na aparência externa, mas também na interna: o prédio conta com ventilação natural, o que diminui consideravelmente o consumo de energia. Durante a noite, as pétalas se acendem, proporcionando um espetáculo de luz e cores.

10. Templo de Lótus

Pelo visto, muita gente gosta de flores de lótus, já que, assim como no exemplo anterior, esse templo também foi inspirado nelas. Situado em Déli, Índia, o prédio foi construído em 1986, sendo composto por 27 pétalas revestidas de mármore. Da sua inauguração para cá, recebeu muitos elogios e visitas de moradores e turistas.

11. Posto de combustível Teapot Dome

Com um design que lembra o de antigas chaleiras, o posto de combustível Teapot Dome foi construído em 1922 na cidade de Zillah, Estados Unidos. Com sua estética peculiar, pretendia ser uma maneira de atrair os motoristas que passassem pela estrada. Encerrou os serviços em 2006, mas foi adquirido pelo município para que continuasse aberto ao público, porém sem vender combustíveis.

12. Edifício Chiat / Day

Conhecido também como “Edifício dos binóculos”, o imóvel foi desenvolvido para uma agência de publicidade de Venice, Califórnia, em 1991, mas a empresa fechou pouco tempo depois. Em 2011, o prédio foi alugado por ninguém menos que o Google. Se trabalhar no Google já deve ser divertido, imagine dentro de um edifício assim!

13. A casa do piano

Pois é, pelo visto a China não cansa de nos surpreender com sua arquitetura. O país abriga também a “A casa do piano”, especificamente na cidade de Huainan. Dentro do violino transparente ficam escadas rolantes e uma comum que levam ao prédio principal, o piano. O local funciona como centro de prática para estudantes de música. Diante de uma fachada tão surpreendente, muita gente até se esquece de entrar no prédio, e o local costuma ser muito procurado por casais de namorados que querem fazer belas fotos. Não por acaso, é conhecido com uma das atrações mais românticas da China.

14. Casa Nautilus

Casa Nautilus tem a forma de um tipo de caracol marinho que emprestou seu nome ao imóvel situado no México. Dentro, é possível apreciar inúmeras formas e curvas, tudo sem nenhuma linha reta, nem mesmo nas janelas e portas.

As paredes dos cômodos têm cores quentes e vitrais que se iluminam com a luz do Sol. O design do lugar foi desenvolvido para aproveitar ao máximo a luz solar e se fundir com o espaço verde em volta da construção. Por tudo isso, a casa é tida como um grande exemplo de arquitetura orgânica e sustentável.

15. Haines Shoe House

Essa casa, na cidade americana de Hellam Township, poderia perfeitamente ser confundida com um sapato de gigante. Ela foi construída em 1948 como uma propaganda de... calçados. Porém, após a morte do dono da empresa, passou a funcionar como alojamento. Depois, foi a residência de um dentista e, posteriormente, abrigou uma sorveteria. Em 2015, foi comprada pelos atuais donos, que felizmente iniciaram um processo de restauração para que o imóvel possa ser aberto ao público.

Qual dos locais acima você mais gostaria de conhecer? Moraria em algum deles? Deixe seu comentário!