Incrível
Incrível

10+ Artistas que foram substituídos em papéis marcantes do cinema brasileiro

Como o cronograma dos artistas é bem concorrido, é possível que eles tenham de abrir mão de algum papel importante na carreira por não ter tempo de participar das gravações. Além dos conflitos na agenda, há também atores que aceitam certo trabalho, mas acabam mudando de ideia por não se sentirem tão confiantes em determinados papéis. De uma forma ou de outra, a verdade é que alguns filmes precisam mudar de elenco de última hora — e a produção precisa “se virar” para encontrar substitutos.

Incrível.club reuniu uma lista de 11 atores que poderiam ter feito parte de grandes filmes do cinema brasileiro, mas acabaram sendo substituídos por outras estrelas. Confira!

11. Deborah Secco em “O Homem Perfeito”

Você já assistiu à comédia “O Homem Perfeito”? O papel principal, interpretado por Luana Piovani, era para ter sido de Deborah Secco. No entanto, a atriz desistiu das gravações para aproveitar mais momentos com a filha Maria Flor.

10. Malvino Salvador em “Mais Forte que o Mundo: A História de José Aldo”

Malvino Salvador chegou a ser confirmado como protagonista do longa “Mais Forte que o Mundo: A História de José Aldo”, mas um atraso na produção mudou os planos do ator. Como Malvino não conseguiu mais interpretar o lutador José Aldo nas telonas por conta da agenda, José Loreto assumiu o papel.

9. Danielle Winits em “Até que a Sorte nos Separe 2”

Você se lembra de algum filme que precisou mudar de atores na continuação? Isso já aconteceu no cinema brasileiro. Danielle Winits interpretou a personagem Jane em “Até que a Sorte nos Separe”, mas como não pôde participar da sequência, acabou sendo substituída por Camila Morgado.

8. Fábio Jr. em “Xuxa e os Duendes”

Por pouco, os brasileiros não viram o cantor Fábio Jr. interpretando um vilão nos cinemas. É que, incialmente, o personagem Gorgon de “Xuxa e os Duendes” foi pensado para ele. No entanto, o papel acabou sendo transferido ao ator Guilherme Karam.

7. Cláudia Jimenez em “Sai de Baixo: O Filme”

Cláudia Jimenez foi convidada por Miguel Falabella para reviver a personagem Edileuza em “Sai de Baixo: O Filme”. Ela chegou a aceitar, mas desistiu do projeto após ler o roteiro. Lembrando que a atriz participou da primeira temporada do programa da Rede Globo, em 1996, e abandonou o projeto após se desentender com os roteiristas.

Em conversa com a colunista Patrícia Kogut, Claudia explicou por que não aceitou o convite para participar do longa de 2019. “Eu era ingênua na época. Agora, achei que tinha virado a página, mas, não, não superei”, afirmou. A desistência fez com que a atriz Cacau Protásio entrasse no lugar dela.

6. João Miguel em “Tropa de Elite 2”

Na continuação do filme “Tropa de Elite”, o deputado vivido por Irandhir Santos era para ter sido de João Miguel. Na época, o ator de “Estômago” contou à coluna de Mônica Bergamo por que havia abandonado o projeto: “Eu não diria que houve incompatibilidade, mas trabalho muito com a minha intuição e vi que não era por aí”.

5. Cláudia Abreu em “Se Eu Fosse Você”

O filme “Se Eu Fosse Você”, de 2006, foi um marco na comédia brasileira. Agora, você sabia que quem deveria ter interpretado Helena era Cláudia Abreu? A produtora Iafa Britz contou que a atriz desistiu do papel três dias antes do começo das filmagens, dizendo que não se sentia à vontade com o papel. Já pensou como foi a correria para encontrar uma nova integrante do elenco? Que bom que Glória Pires salvou esse papel hilário!

4. Márcio Garcia em “Se Eu Fosse Você”

Já contamos que a personagem Helena seria de Cláudia Abreu, mas quem deveria ter vivido o papel de Cláudio? No projeto inicial do filme “Se Eu Fosse Você”, o protagonista seria Márcio Garcia e não Tony Ramos. Ou seja, aconteceu um verdadeiro troca-troca de elenco, mas o importante é que deu tudo certo no final. A comédia foi um sucesso e a continuação do longa chegou a bater recorde de bilheteria.

3. Wagner Moura em “Bingo: O Rei das Manhãs”

O ator Vladimir Brichta brilhou como o protagonista do filme “Bingo: O Rei das Manhãs”. Mas o papel do palhaço Bingo era, na verdade, do artista Wagner Moura.

“O filme foi basicamente escrito para o Wagner. Era uma parceria que a gente tinha e, por diversas questões, como o tempo que demorou para a produção ficar pronta e por conflitos de agenda, ele não pôde fazer. Depois disso, ele mesmo sugeriu o nome do Vladimir para o papel”, explicou o diretor Daniel Rezende.

2. Bruno Garcia em “Lisbela e o Prisioneiro”

Você sabia que o ator Bruno Garcia interpretava Leléu, de “Lisbela e o Prisioneiro”, nos teatros? Quando o enredo virou filme, o papel passou para o ator Selton Mello. No entanto, Bruno também fez parte do longa como o divertidíssimo Douglas, que era noivo de Lisbela e metido a carioca.

1. Karen Junqueira em “Bruna Surfistinha”

Um dos momentos marcantes na carreira de Deborah Secco foi interpretar Bruna Surfistinha nos cinemas. Mas quem deveria ter feito o papel foi a atriz Karen Junqueira. Na época, a artista trabalhava na novela “Poder Paralelo”, da RecordTV, e não conseguiu conciliar a agenda de gravações.

Já imaginou como seria ver os atores Márcio Garcia e Cláudia Abreu em “Se Eu Fosse Você”? E Fábio Jr. de vilão em “Xuxa e os Duendes”? Se fosse possível, qual filme brasileiro você gostaria de ter alterado o elenco? Conte para a gente o nome dos seus substitutos nos comentários.

Compartilhar este artigo