Incrível
NovoPopular
Inspiração
Criatividade
Admiração

9 Peculiaridades da geração Z que assustam e encantam ao mesmo tempo

3-1-
469

“Geração Z”, ou zoomers são definições para pessoas que nasceram após 1997 e cresceram na Era da internet. Apesar de ter os mesmos problemas na adolescência que os representantes das gerações anteriores, seus valores são completamente diferentes. Por exemplo, os zoomers levam muito a sério sua presença nas mídias sociais e consideram blogs e games não meios de entretenimento, mas ramos de negócios sérios.

Nós, do Incrível.club, descobrimos as características predominantes dos adolescentes modernos e as principais diferenças entre eles e outras gerações. Confira!

Nostalgia de uma época que não viveram

A geração Z tende a ter nostalgia do passado, mesmo que seja um tempo que eles não viveram. Em particular, costumam idealizar os valores antigos ​​e imitar a moda de 1980 e 1990. Além disso, essa tendência também se aplica à música. Além de serem apaixonados por canções antigas e encherem estádios para assistir a bandas que estiveram no auge há décadas, eles apreciam covers desses artistas.

Não se limitam aos padrões

Segundo psicólogos, ultimamente, o número de tendências tem aumentado significativamente. Isso porque os zoomers não gostam de padrões.

Obviamente, estar na moda sempre foi a meta de muitas pessoas, mas hoje existem inúmeras opções para se destacar. Por exemplo, na década de 2000, a garota mais bonita da escola era aquela que abusava do rosa e que possuía um look glamoroso. Hoje em dia a individualidade é que conta, e o lugar da “rainha da escola” pode ser ocupado por qualquer uma, seja uma menina excêntrica de cabelo colorido, uma garota descolada que costuma se comportar como menino ou uma estudante dos últimos anos de escola que prefere roupas confortáveis ​​e beleza natural. Assim, a geração Z está gradualmente se livrando de papéis predefinidos, como o da “patricinha”, o da “nerd” e o do “valentão”, tão procurados pelos roteiristas de filmes adolescentes.

Não são propensos a olhar para o futuro com otimismo

Comparando millennials com zoomers, os primeiros se mostram mais otimistas em relação ao futuro, enquanto os segundos são mais realistas. Segundo pesquisadores, esse fato se deve à falta de certeza em relação à possibilidade de alcançar o tão cobiçado “sonho americano” — e que até há pouco tempo era algo buscado no mundo inteiro: uma casa confortável em uma região tranquila, dois filhos (um menino e uma menina), um bom carro e um trabalho estável. Os zoomers, por outro lado, buscam uma “realidade imperfeita”. Eles evitam seguir os padrões de beleza tradicionais e preferem adotar formas de viver uma vida despreocupada, diferentemente das gerações anteriores.

Cuidam melhor da saúde

Os representantes dessa geração se preocupam mais com sua saúde e são menos propensos a vícios relacionados ao álcool do que os millennials quando tinham sua idade. O esporte também faz parte do estilo de vida saudável: de acordo com um estudo da organização sem fins lucrativos Hope Lab e do fundo Well Being Trust, quase dois terços dos adolescentes e jovens adultos usam aplicativos para manter uma boa forma física.

São mais propensos a ter problemas psicológicos

A geração Z tende a sofrer de ansiedade e depressão, em decorrência, inclusive, do uso frequente do celular. A psicóloga Jean Twenge definiu a relação entre o uso de smartphones e o humor. Segundo ela, a maioria dos zoomers se sente mais confortável navegando pela internet do que na companhia dos amigos de carne e osso. Além disso, os adolescentes costumam ficar com o celular na mão mesmo em festas, onde teoricamente poderiam se relacionar ao vivo.

Quanto à saúde física, seu estilo de vida é mais seguro do que o de outras gerações. No entanto, como já foi mencionado, eles correm risco de ter problemas de saúde mental. Justamente pelo uso exagerado de gadgets, os zoomers tendem a ter mais problemas de sono.

Acreditam que qualquer um pode ser bem-sucedido

Os millenials, que gostam de criar algo do zero, costumam seguir o exemplo de pessoas famosas que alcançaram sucesso em alguma área. A geração Z, por outro lado, segue o exemplo de pessoas parecidas com elas, e as redes sociais contribuem para isso: agora é fácil encontrar pessoas da mesma classe social. É por isso que as histórias de sucesso de pessoas comuns se tornam tão populares quanto as de gênios mundialmente reconhecidos, como Steve Jobs.

Para os zoomers, o conceito de subcultura (fazer parte de um grupo com características bem determinadas, como grunges, nerds, ou emos, por exemplo.) deixou de ser importante, justamente porque eles têm uma vida digitalizada. Eles não aceitam nada predefinido e estão prontos para mudanças. Por isso, os heróis também mudaram.

Sua vida é uma escolha constante

A geração Z está crescendo acostumada a fazer escolhas. Além disso, os zoomers desenvolveram o chamado clip thinking (“pensamento de clipe”). Em muitos aspectos, essa tendência está conectada com o desenvolvimento de tecnologias modernas, o surgimento das redes sociais e as mecânicas de curtida e swipe. O sistema binário de escolha “x” ou “y”, “sim” ou “não” está presente em vários aspectos de suas vidas e um exemplo disso é o popular aplicativo de namoro Tinder, que permite aceitar ou rejeitar um parceiro com um simples toque. Os zoomers são movidos por esse tipo de escolha: “gostei” ou “não gostei”.

Não têm medo de imitar os outros

Os zoomers não têm medo de imitar os outros, já que estão conectados a um universo de referências e soluções, como blogs e redes sociais. Segundo um estudo, os adolescentes assistem, em média, a 68 vídeos diariamente — e essa parte é só a de conteúdo publicado no YouTube.

Na perspectiva dos adolescentes, qualquer um pode se tornar um criador de conteúdo. A geração Z vive em constante mudança e busca, dando novos significados aos fenômenos do dia a dia.

Podem interagir usando hiperlinguagem

Os zoomers frequentemente conversam por meio da chamada “hiperlinguagem”. Essa é a primeira geração que pode se comunicar usando apenas memes, figurinhas, gifsemojis em vez de texto. A chamada gamificação também teve um impacto significativo em suas vidas: a linguagem dos adolescentes modernos é repleta de gírias originadas nos videogames.

Esses aspectos estão associados à sociopatia, dependência da internet e à vida multitarefa, características dos zoomers.

Em sua opinião, quais são as características marcantes que diferem os adolescentes modernos das gerações anteriores? Comente!

3-1-
469