Incrível
NovoPopular
Inspiração
Criatividade
Admiração

6 Princípios tradicionais da educação que estão obsoletos

----
12k

Quase todos somos guiados, em maior ou menor medida, pelos padrões que nossos pais nos ensinaram: "se estudar bem, fizer o seu melhor, quando crescer, você se tornará chefe". No entanto, uma psicóloga infantil, autora de vários livros e artigos científicos, a russa Liudmila Petranovskaia, assegura que, desta forma, estamos preparando as crianças não para o futuro, mas para uma época que já passou.

No Incrível.club ficamos extremamente surpresos com essa afirmação e tentamos descobrir se realmente chegou a hora de mudar o nosso jeito de pensar para nos livrar de princípios obsoletos.

6. É preciso economizar

A regra principal de nossos pais e avós praticamente não faz sentido nos dias de hoje. É possível que elas tenham passado por períodos de guerra e se comportem até hoje como se vivessem naquele tempo.

O importante é ter equilíbrio, se permitir certos prazeres, mas, ao mesmo tempo, se planejar, fazer um pé de meia e procurar estar atento às melhores opções de investimento. Afinal, seu futuro depende de você.

5. Quando fizer alguma coisa, faça da melhor maneira possível

Esta é uma das regras mais duradouras e clássicas e é passada como um dogma de geração para geração.

Mas, se olharmos o quanto o dia na escola é repleto de atividades para todos os alunos e o quanto é preciso fazer durante a jornada, então a única saída será decidir em que aplicar o máximo de esforço e para qual matéria basta simplesmente fazer o básico.

A realidade é que, se você fizer tudo bem feito, como conseguirá desempenhar uma atividade da melhor maneira possível?

Quem sabe fazer muitas coisas geralmente não é bom em nada.

4. Para alcançar o sucesso, é preciso trabalhar duro

Você repete muitas vezes isso a seu filho, enquanto ele observa exemplos completamente opostos na vida real: Mark Zuckerberg, Steve Jobs e outras personalidades famosas do mundo que não tinham um trabalho chato e conseguiram ser bem sucedidos. Eles simplesmente faziam o que mais gostavam, desenvolvendo suas ideias com emoção para finalmente obter um ótimo resultado.

E você também vai conhecer aqueles que tiveram sorte, sem ter de se esforçar muito.

Há muito tempo o sucesso e o trabalho duro deixaram de ser sinônimos. Ao contrário, quanto mais horas você se dedicar a um trabalho que não gosta, menor será a probabilidade de êxito e maior será sua infelicidade.

Mostre a seus filhos o valor do trabalho, mas deixe claro que, muitas vezes é preciso um pouco de sorte e muita paixão por aquilo que se faz.

3. É necessário adquirir o máximo de conhecimento possível

"Como você não conhece isso?", você exclama quando seu filho não consegue dizer quem é Anne Frank. Mas a realidade é que saber que isso não afetará em nada a vida futura dele. Além disso, esta informação pode ser encontrada em alguns segundos na Internet.

E esta é uma habilidade chave: a capacidade de encontrar informações rapidamente, avaliar sua confiabilidade e catalogá-la. É isso que temos de ensinar às novas gerações.

Os conhecimentos gerais são importantes, mas isso não significa que sejam úteis para a vida prática, especialmente nestes tempos em que tudo está ao alcance do Google.

2. O importante é conseguir uma profissão estável

Quantos sonhos de sua infância foram deixados para trás por causa dessa afirmação! Você se lembra de comentários como: "Você está me falando sobre escrever livros? Como assim poemas, isso não é trabalho, você tem de se tornar um contador, ter uma profissão digna!" Mas nós nos esquecemos de que, em 10 ou 15 anos, a importância de uma profissão pode mudar completamente.

O mundo de hoje se transforma tanto que apenas aqueles que sabem ser flexíveis, prever as mudanças que se aproximam e estão dispostos a se renovar conseguem ter sucesso.

Não há nada de errado em ser contador, mas optar ou não por uma profissão como essa é uma decisão sua, não dos outros.

1. Subir na profissão é um indicador de sucesso

Para muitos, é uma descoberta de que o crescimento profissional pode ser não apenas vertical (peão, trabalhador, supervisor, gerente e assim por diante), mas também horizontal.

Você tem exemplos desse tipo a toda hora: contas bem sucedidas em redes sociais que surgiram graças à capacidade de tecer, costurar, desenhar, trabalhar com madeira e muito mais. Em nosso mundo, qualquer hobby pode se transformar em trabalho. E o processo de melhoria nesse trabalho pode se tornar um motivo importante na sua vida.

Se uma criança tem pouco interesse em matemática, mas desenha de forma excelente, talvez seja exatamente o que deve ser encorajada a se dedicar, em vez de contratar um professor particular para trabalhar a matéria que não gosta.

E agora... vamos substituir esses princípios obsoletos

Para uma vida bem sucedida no mundo moderno, como dizem os especialistas, é necessário ter:

  • boas habilidades comunicativas (abandonar essas frases: "Sente-se, feche a boca e escute!");
  • capacidade de cooperar e trabalhar em equipe;
  • criatividade e capacidade de pensar fora dos cânones estabelecidos;
  • uma mente crítica (é exatamente o que ajuda a sobreviver neste mundo moderno).

Para você, o que vale são os princípios antigos ou os de hoje? Comente!

Ilustradora Natalia Kulakova exclusivo para Incrível.club
----
12k