Incrível
Novo Popular
Inspiração
Criatividade
Admiração

20 Internautas contaram como foi a experiência de provar iguarias culinárias estranhas em outros países

7-43
11k

Muitos turistas acreditam que só é possível conhecer de verdade um país depois de provar a culinária local e suas particularidades. No entanto, quando o assunto é sobre pratos locais exóticos, nem todos têm a determinação ou coragem necessárias para prová-los.

Nós, do Incrível.club, adoramos ler histórias divertidas de viagens. Pensando nisso, preparamos este post recheado de relatos divertidos sobre a experiência de internautas ao experimentar as iguarias da culinária local. Confira!

  • Na França, comi uma iguaria chamada “Violet de roche Méditerranée” e não faço ideia do que seja, mas definitivamente é algum fruto do mar. Parece uma batata esponjosa e seca. A primeira vez que a vi foi em um supermercado local. Queria experimentá-la porque sou bastante aventureira, então comprei algumas. É bem fácil de abrir, basta usar uma faca afiada. O interior tem algo parecido com uma gema cozida de aparência estranha cercado por uma casca branca cartilaginosa. A textura é próxima de mexilhões crus e cheira a ostra. Peguei um pouco com uma colher, coloquei limão e meu Deus, pensava que eu ia morrer... o gosto é horrível. Tenho ascendência francesa e vietnamita, então consigo comer desde o queijo mais fedorento e forte até um Durian. Posso até comer os dois ao mesmo tempo, mas essa coisa me derrubou. E olhe que amo frutos do mar. Saí correndo para escovar os dentes. © Ann Obi / quora
  • Quando você abre um Durian, é capaz de sentir o cheio dele por milhares de quilômetros. Quando o toca, tem a sensação de que a fruta é escorregadia e podre, o que corresponde perfeitamente ao cheiro. Ele deixa um resquício gosmento indescritível na sua boca, como se você estivesse engolindo gordura fria. No entanto, surpreendentemente, seu gosto é suave e agradável — você consegue até superar a textura e o cheiro. © Gwen-Sawchuk / quora
  • Estava saindo com um cara da Bielorrússia. Uma vez, a mãe dele fez seu prato favorito... e não tenho ideia de como se chamava. Era basicamente uma carne cozida no leite e servida com panquecas. Era terrível. Zero sabor. Uma textura estranha. E não consegui disfarçar que não estava gostando. © BrainJarShopping / reddit

Curry de frango com banana e coco

  • Queria pedir uma comida especial em um restaurante indiano. Fiquei muito tempo escolhendo entre alguns nomes estranhos no menu e, quando finalmente escolhi, recebi um prato assim: uma mistura açucarada de farinha, frango, banana, coco e curry.
  • Sopa de peixe com macarrão em Singapura. Comecei a comer e me deparei com um olho de peixe boiando dentro. Tudo bem, provei e continuei comendo. Então achei outro olho. Ok, um peixe tem dois olhos. Comi também. Mas logo percebi que tinham feito uma chacina de peixes: havia uns 5 olhos de peixes escondidos no meio do macarrão na minha tigela. Desculpe, existem pessoas que estão prontas para lutar por essa iguaria. © Rynnah Lim / quora
  • Recentemente comi gafanhotos com chocolate e formigas fritas. Foi em um festival internacional de comida, o que significa que estamos falando de guloseimas gourmet. © Candace Dempsey / quora

Papeda

  • Papeda é uma pasta grossa e pegajosa feita com farinha de sagu. É fervido em água até adquirir a textura de cola de papel de parede. Se conseguir se imaginar comendo o muco deixado por um caracol misturado ainda com outro muco ainda mais estranho, então você está no meio do caminho para ter ideia do verdadeiro sabor desse prato. © George Graham / quora
  • Hákarl. Uma iguaria islandesa. Tem gosto de morte. Ou de acetona. Certamente, é melhor comê-la do que morrer de fome. Embora eu não veja muita diferença. © Amanda Tendler / quora
  • Minha avó paterna é uma péssima cozinheira. Um dia, decidiu fazer kholodets, uma iguaria russa que leva horas de cuidados e dedicação para preparar. Mas acontece que ela não tinha esse tempo. E nem procurou a receita na internet. Tudo que sabia era que envolvia gelatina e carne, e fez o que qualquer pessoa razoável faria: comprou o primeiro pacote de gelatina sem olhar o sabor e a primeira carne enlatada que chamou sua atenção no supermercado. Infelizmente para mim e minha família, ela escolheu gelatina de limão e atum em conserva. Ainda tenho pesadelos ao lembrar dessa comida. © reddit / reddit
  • A comida mais estranha que já comi foi um ouriço-do-mar. Pedi um sushi recheado com essa iguaria. Trouxeram arroz embrulhado em alga nori, com uma bola laranja e viscosa por cima. Fechei os olhos e coloquei na boca, fazendo uma careta horrível sem saber o que esperar. Tinha a textura que eu esperava: ufa! Mas, de repente, o sabor mais delicioso que já provei na minha vida explode na minha boca. Doce, salgado, ótimo! Comida dos deuses! © Michele Stewart / quora

Ciorbă de Burta

  • Prato nacional romeno Ciorbă de Burta — é uma sopa de estômago de vaca. Trata-se essencialmente de um caldo muito gorduroso, na verdade, bastante gorduroso, com creme azedo e pedaços de cartilagem fibrosa. É quase impossível mastigá-los.
  • A pior comida que já provei foi tofu ou gelatina, não sei ao certo, de sangue de porco coagulado. É uma iguaria da minha região sul da China. Provei pela primeira vez quando tinha 6 anos. Eu, sendo a criança jovem e inocente que era, comi um pedaço pensando que era alguma forma de tofu ou carne. Imediatamente percebi que havia me metido em apuros. Me levantei da minha cadeira, corri para o banheiro e vomitei. O gosto é muito ruim. Sendo sangue, tem um sabor realmente artificial na boca, e o molho e os temperos adicionados a ele não o deixam melhor. O comi novamente mais algumas vezes desde então para ver se o sabor havia melhorado com o tempo, mas toda vez senti um gosto metálico estranho que me faz querer vomitar. © William Yan / quora
  • Natto é um grão de soja fermentado que geralmente é consumido no café da manhã no Japão. O cheiro é horrível, quase tão ruim quanto o gosto. Cheira a meia velha. Estava hospedado com uma família japonesa em uma viagem da escola e eles me ofereceram um pouco. Eu, claro, não quis ser indelicado. Quando me perguntaram o que eu tinha achado, respondi que gostei. Novamente, apenas por educação. Mas, infelizmente, eles levaram a sério meus elogios e todos os dias me ofereciam a iguaria regional. Ainda bem que fiquei ali por apenas alguns dias. © Sean Hardy / quora

Tunicata

  • Tunicatas. Meu pai trouxe esses monstrinhos para casa depois de passar em um mercado coreano. Sabe quando dizem que o sabor é muito melhor do que a aparência? Geralmente as pessoas pensam logo em ouriço-do-mar quando falam isso. Criaturas feias, mas com um sabor absolutamente maravilhoso. As tunicatas são exatamente assim: salgadas, borrachudas e crocantes. © Glen-Kim / quora
  • Definitivamente, a comida mais estranha que já experimentei foi escorpião. Comi em um mercado noturno em Pequim. Um mercado noturno é uma rua comprida, onde vende-se de tudo, desde cobras até insetos. Gostei dos escorpiões fritos, eles têm um sabor bem salgado, semelhante ao de batatas fritas. Embora não pareçam muito apetitosos, eu comeria novamente. © Sean Hardy / quora
  • Quando eu era adolescente, minha mãe, que é inglesa, me deu uma comida chamada marmite para experimentar. É basicamente uma geleia marrom escura e pegajosa com um odor forte. Ela passou manteiga em uma fatia de torrada e depois espalhou uma espessa camada de marmite nela. Tinha gosto de gasolina com muito sal ou de fluído de isqueiro. Cuspi e disse: “Mãe, isso é nojento!” Tínhamos um cachorro que comia de tudo e ele devorou a torrada imediatamente, mas depois saiu choramingando e se escondeu. Nem ele gostou. © Malcolm Marshall / quora
  • Shuba. Muita maionese, cebola branca crua, arenque em conserva, batatas frias e, na camada superior, beterraba ralada com maionese com uma cobertura rosa de vinagre e endro. Se não comesse, estaria desrespeitando minha sogra, mas no fim estava bem gostoso. © Mel Kartmazov / quora

Carne mal passada

  • Fui à casa de uma amiga na Bélgica para o Natal. Quando os convidados chegaram, ela me mostrou um enorme pedaço de carne crua, dizendo que iria assá-la. Pensei: “Meu Deus, vai levar 3 horas para assar essa carne!” Mas cinco minutos depois o prato foi servido. Ela me serviu dois pedaços de carne “sangrando”. Eu esperava escondê-los/jogá-los fora/fritá-los e comê-los, mas a anfitriã ficou ao meu lado me esperando prová-los. Coloquei um pedaço inteiro na boca, e acabou por ser delicioso.
  • Você já ouviu falar em macarrão de peixe? Pessoalmente, eu não, até ir morar na região de Primorsky, na Rússia. Me deparei com essa maravilha por acaso em uma feira. Cada fio é um peixe completamente transparente, com exceção dos pontos oculares. O prato cozinhado parece mesmo com macarrão. O gosto é de macarrão de peixe com um leve sabor doce quase imperceptível. © MyTravelNote / pikabu
  • Um conhecido meu foi comer um prato nacional ucraniano — borsch. Além do repolho, havia dois pedaços de banha flutuando no prato. Ele tentou se livrar deles discretamente, mas a anfitriã não largou do pé dele. E quando ele havia comido quase tudo, ela disse: “Você deixou o mais gostoso por último?” — e colocou mais um pouco de banha em seu prato.

Qual o prato mais inusitado que você já experimentou em uma viagem? Repetiria ou uma vez só já foi o suficiente? Conte para a gente na seção de comentários.

7-43
11k