Incrível
Incrível

50 Criaturas tão estranhas que parecem ter saído de filmes

Quando pensamos em animais, geralmente a imagem que vem à mente são cães, gatos, tartarugas ou, no máximo alguns animais selvagens conhecidos, como leões, zebras e papagaios. Mas a natureza é muito mais complexa que isso e por mais que nós, seres humanos, nos esforcemos para extinguir muitas espécies, ela, a natureza sempre esconde surpresas incríveis quando o assunto são criaturas estranhas.

Neste post, o Incrível.club apresenta 50 espécies desconhecidas da maioria das pessoas Confira!

1. Feneco ou raposa-do-deserto

A estrutura física única do feneco ou raposa-do-deserto o ajuda a viver no deserto. Suas enormes orelhas são sua característica principal e suas patas são cobertas de pelo grosso para protegê-lo da areia quente. O que lhe falta em tamanho, tem de sobra em personalidade. O feneco sabe, inclusive, ronronar como um gato quando está feliz. Não é um amor?

2. Axolote ou salamandra mexicana

Os axolotes ou salamandras mexicanas estão em um perigo crítico de extinção e só podemos encontrá-los em um lugar: nos lagos e canais do centro do México. Reparou nessas 'raias' que saem de sua cabeça? Parecem sem utilidade, mas na verdade aumentam a área para a troca de gases.

3. Isópodo gigante

Os isópodos gigantes vivem em profundidades de até 2.140 metros no mar. Os cientistas acreditam que seu enorme tamanho o ajuda a aguentar a pressão do oceano profundo. Quase exclusivamente comem restos de animais mortos, e quando encontram algo fresco no solo do oceano, comem muito, porque nem sempre sabem quando será sua próxima refeição. Dado que vivem nas profundezas e obter alimento é um grande desafio, os isópodos gigantes têm um metabolismo extremamente lento. É possível que não precisem comer nada durante anos graças a essa característica única.

4. Tubarão-duende

O tubarão-duende é conhecido por viver nas profundezas do mar, já que não gosta da luz. Mesmo que pareça muito estranho e perigoso, esse peixe é menos agressivo que outras espécies de tubarão. Ele come principalmente peixes, caranguejos e moluscos em geral.

5. Rã dourada

Se você tem mais medo do tubarão acima do que desta rãzinha fofa, melhor pensar duas vezes. Esse anfíbio tão 'gute-gute' é uma das criaturas mais venenosas do mundo. Elas não nascem venenosas, mas obtêm o veneno a partir do que comem. As rãs douradas só usam o veneno para se defender, mas ele é tão forte que as toxinas de somente uma rã podem matar 2 elefantes. Essas criaturas são muito raras e vivem na selva da Colômbia.

6. Pichiciego-menor

Apesar de seu pequeno tamanho, esta pequena criatura tem garras muito potentes que a faz excepcionalmente boa cavadora. Sua carapaça é rosa porque os vasos sanguíneos estão muito próximos da superfície.

7. Morcego nariz-de-tubo

As fossas nasais em forma de tubo são a razão do nome deste morcego. Ele gosta de comer frutas e suas fossas nasais únicas o permitem respirar enquanto enfia a cara contra uma fruta para extrair toda sua polpa.

8. Toupeira nariz-de-estrela

Estes animais são quase completamente cegos, mas isso não os afeta muito porque também têm 22 tentáculos ao redor do focinho, que, por sua vez, possuem 25.000 sensores, e isso faz com que seus sentidos olfativos sejam extremamente sensíveis. Inclusive, podem sentir cheiro debaixo da água.

9. Peixe-bolha, peixe-gota ou blobfish

O blobfish, peixe-gota ou peixe-bolha não tem ossos nem dentes, tampouco muito músculo. É por isso que tem um estilo de vida muito lento e passa toda a vida arrastando-se pelo fundo do mar em busca de alimentos como moluscos ou caranguejos.

10. Golfinho-do-Irrawaddy

Se você fosse desenhar um golfinho, normalmente incluiria nele seu característico bico, mas, nesse caso, o que chama a atenção é justamente a falta dele, fazendo esse cara mais parecido com uma baleia. O golfinho-do-Irrawaddy tem um aspecto muito singular e sua cara redonda é uma de suas principais características. Mesmo que não esteja em perigo de extinção, há poucos exemplares e em regiões bastante específicas do Planeta.

11. Caranguejo Yeti

O pelo deste caranguejo dá medo, mas ao mesmo tempo, é prático: eles se alimentam dos micróbios que crescem nesses pelo - ou seja, carregam a própria comida. Vivem perto de fendas de água quente na Antártida (próximos a vulcões) e fazem de sua vida uma aventura constante, já que um movimento incorreto poderia significar morrer fervido ou, dependendo do movimento, congelado.

12. Osga-satânica-cauda-de-folha ou lagartixa-satânica-cauda-de-folha

Estas criaturas se destacam por suas habilidades de camuflagem. É quase impossível vê-las em seu habitat natural. Mas elas não confiam nessa habilidade quando caçam, já que parecem com uma folha de árvore só quando descansam. Só podemos encontrá-las em Madagascar.

13. Caranguejo-aranha-gigante

O nome 'caranguejo-aranha-gigante' se deve ao comprimento de suas patas, que podem medir até 3,8 metros. Vivem em águas muito profundas e são muito bons na camuflagem, o que fazem com esponjas marinhas e anêmonas.

14. Breviceps macrops

Estes sapos são pequenos e sequer chegam a 1 centímetro, o que os torna os menores sapos do mundo. Vivem em dunas e áreas desérticas do sul do continente africano. Infelizmente, estão em perigo de extinção, principalmente devido à ocupação cada vez maior de áreas desérticas. Fazem um som muito interessante, parecido com um brinquedo barulhento.

15. O dragão azul

Esta magnífica lesma do mar desenvolveu a cor perfeita para se esconder enquanto flutua na superfície dos oceanos. O lado de cor "safira" do seu corpo está em cima e mistura-se perfeitamente com a água azul do mar, enquanto que a parte prateada fica abaixo para que os predadores não possam reconhecê-lo de baixo para cima. O dragão azul não é venenoso, mas pode absorver o veneno do que come, concentrá-lo e armazená-lo para depois usá-lo se atacado.

16. Macaco-narigudo

Quando você vê este macaco, a primeira coisa que nota é o tamanho de seu focinho, que pode medir até 18 centímetros. Os machos geralmente têm focinhos maiores que os das fêmeas. Os pesquisadores acreditam que quanto maior é o focinho do macho, mais atrativo é para as fêmeas.

17. Lobo marinho

Este é outro exemplo do ditado "não julgue um livro pela capa". O lobo marinho pode parecer horripilante e agressivo, mas na verdade é muito tímido, já que a maior parte do tempo permanece escondido. Ele possui um sistema anticongelamento que lhe permite viver em condições muito frias.

18. Dugongo

São animais muito grandes, mas muito dóceis e calmos. Os dugongos são os únicos mamíferos marinhos 100% vegetarianos. Para poder manter o tamanho, precisam comer aproximadamente 50 kg de algas todos os dias. A forma da cara e o lábio superior são perfeitamente adaptados para a alimentação no fundo do oceano.

19. Caranguejo boxeador

Os caranguejos boxeadores ficaram muito famosos pela forma como se movem. Sempre estão com uma pequena anêmona do mar em cada garra, como luvas de boxe, daí seu nome. Fazem isso para sua defesa e para a captura de alimentos.

20. Peixe-morcego

Este peixe de aspecto tão estranho pode ser facilmente reconhecido por seus lábios vermelhos brilhantes. Realmente parece que ele está de batom! Também tem uma maneira única de "caminhar" no fundo do oceano utilizando suas barbatanas modificadas.

21. Solenodonte-haitiano ou agouta

Estes divertidos animais têm uma característica única com seus focinhos inusitados, longos e muito flexíveis. O 'narigão' tem uma função chave na tarefa de encontrar comida.

22. Bico-de-tamanco

Esta é uma ave incrivelmente grande, metade cegonha e metade pelicano, com asas que podem se estender até 2,5 metros de envergadura. Costuma ser vista próxima de hipopótamos e, quando esses enormes mamíferos entram na água, obrigando os peixes a sair para a superfície, aproveitam o 'banquete'. Receberam seu nome justamente por causa do bico, que é muito eficiente na caça de peixes. A ave também tem a capacidade de ficar durante horas parada para conseguir o momento exato do ataque.

23. Saiga

Este antílope pode ser facilmente reconhecido por sua cabeça com um focinho muito móvel e chifres coloridos. Infelizmente, estão em perigo crítico de extinção, e há uma grande probabilidade de que desapareçam definitivamente.

24. Lóris-delgado-vermelho

Este é um animal muito lento que vive principalmente nas árvores. São muito divertidos com seus olhos enormes e uma expressão permanente de surpresa. É por isso que ele levam o nome "lóris", que significa "palhaço". Não têm rabo e usam mãos e pernas para se mover de uma árvore a outra.

25. Porco-do-mar

Esses animais não são raros, mas entraram em nossa seleção por estranha aparência. Vivem em todos os oceanos, mas geralmente em locais tão profundos que a maioria de nós nunca os verá. Têm um papel essencial no ecossistema, pois basicamente passam limpando o oceano se alimentando de restos, de plantas em decomposição a animais mortos.

26. Sapo púrpura

O sapo da Índia é o único sobrevivente de um grupo de anfíbios que se desenvolveram há 130 milhões de anos. Em sua idade adulta, passa a maior parte do tempo debaixo da terra e só sai para a superfície durante algumas semanas para reprodução.

27. Pirarucu

Ánimal bem conhecido de nós, brasileiros, principalmente na região norte. É um dos maiores peixes que existem, podendo chegar aos 4,5 metros. Para sobreviver, desenvolveu uma bexiga nadadora especial e pode absorver o ar da superfície. Tem uma boca enorme e não só captura peixes relativamente grandes, como também aves quando estão na superfície da água.

28. Condor-dos-andes

Um pássaro realmente grande. Sua envergadura pode alcançar os 3 metros, mas embora suas asas sejam surpreendentemente grandes, não é tão bom de voo. Luta por manter-se no ar quando voa, justamente por causa de seu peso, preferindo as áreas com grandes correntes de ar onde possa deslizar sobre elas, podendo alcançar alturas maiores.

29. Aie-aie

Um animal de aspecto muito estranho. Só vive na ilha de Madagascar e houve um momento em que se acreditou que estivesse extinto. Embora não seja esse o caso, a espécie corre grande risco. Um fato interessante sobre ele é que, assim como no caso dos ratos, por exemplo, seus dentes nunca param de crescer e, para desgastá-los, mantendo seu tamanho, precisa roer algo o tempo todo.

30. Íbis-eremita

O Íbis-eremita prefere viver perto da água corrente e normalmente fica em grupos. Sua característica distintiva é um corpo preto brilhante e a cara vermelha completamente sem penas. Costumava ser encontrado em várias regiões, mas a contaminação das águas fez com que entrasse na lista das espécies em perigo de extinção. Acredita-se que existam cerca de 500 aves como essas, sobretudo no Marrocos e algumas áreas na Síria.

31. Eurynorhynchus pygmeus

Uma das aves mais raras do mundo. Seu bico tem um aspecto singular e único, por isso, recebeu o nome de "spoon-billed sandpiper" que significa "bico de colher". Vive no norte da Rússia, ao longo da costa do mar de Bering, migrando para o sul no inverno. Houve um tempo em que quase foi extinto e, atualmente, ambientalistas e autoridades estão fazendo muitos esforços para salvá-los.

32. Tarántula metálica

A maioria das pessoas não gosta de aranhas, mas devemos admitir que esta é muito bonita. Mesmo que não haja registros de mortes por causa de sua picada, é uma boa ideia nos mantermos longe dela. Podem ser bastante agressivas e seu veneno pode causar uma dor aguda.

33. Macaco-de-nariz-arrebitado-de-Tonkin

Este pequeno macaco é encontrado apenas em algumas partes da China. Tem as fossas nasais muito juntas, como os humanos, e mãos com unhas largas. Tem também um "travesseiro" ao redor do rabo que funciona como um amortecedor quando estão sentados. Como vivem em regiões muito frias, desenvolveram uma linda pelagem que cobre todo o corpo, exceto os olhos, focinho e boca.

34. Cercopithecus roloway

Predominantemente preto, o "Roloway Monkey" tem algumas partes brancas no pescoço e braços, além de uma típica barba branca pontiaguda. Estão em perigo crítico de extinção e tem hábitos muito particulares. São encontrados apenas em algumas poucas áreas de Gana e da Costa do Marfim, na costa oeste da África.

35. Tartaruga angonoka

A tartatuga angonoka é outra espécie endêmica de Madagascar que está em perigo de extinção. Tem uma coloração e estrutura de casco muito interessantes e anéis de crescimento notáveis em cada segmento. Lamentavelmente, o número dessas incríveis tartarugas tem diminuindo rapidamente.

36. Iguana Jamaicana

As iguanas jamaicanas são endêmicas da Jamaica e acreditava-se que já estivessem extintas, até que um caçador local encontrou alguma delas no ano de 1990. É uma das espécies de répteis mais raras do Planeta.

37. Marabu

Sendo um pássaro gigante com um apetite grande, o Marabu come quase qualquer coisa. Segundo pesquisadores, tem um papel essencial no equilíbrio de seu ecossistema ao comer carcaças de animais mortos. Tem uma espécie de bolsa vermelha pendurada na parte exterior de seu pescoço, que pode inflar para mostrar seu domínio a rivais.

38. Tubarão-peregrino

O tubarão-peregrino é uma espécie de tubarão que come plâncton, embora pareça assustador. É o segundo maior tubarão do Planeta e é conhecido por ter um fígado imenso, que compreende aproximadamente 25% do seu peso corporal. Já esteve em perigo de extinção porque era frequentemente caçado, mas seu número já aumentou novamente nos últimos anos.

39. Peixe-negro sem escamas

Este peixinho de aspecto muito bizarro foi descoberto recentemente vivendo dentro de um vulcão submarino perto da Austrália. Tem muitos motivos para estar aqui no nosso post, de tão esquisito que é! Foi encontrado há apenas 2 anos, evidenciando que o oceano ainda guarda muitos mistérios!

40. Quimera

Este peixe tem certo grau de parentesco com os tubarões. Sua característica única é que eles têm um esqueleto de cartilagem e são nadadores eficientes.

41. Condor-da-Califórnia

Quando os europeus chegaram na América do Norte, os condores estavam por toda a parte. Mas, em 1985, a população dessa ave silvestre havia sido reduzida a só 9 aves. Depois de um grande esforço para salvá-las da extinção, essa população voltou a aumentar. Ainda assim, são uma das espécies mais raras do mundo. São tão grandes que podem ser confundidas com um pequeno avião no céu. Quando em voo, seus movimentos são graciosos. Às vezes, conseguem percorrer quilômetros usando as correntes de vento, sem bater as asas.

42. Acharia stimulea

Esta lesma de aspecto tão estranho parece um cachorrinho com roupinha e é muito mais bonita em sua versão adulta. A maioria de seu corpo está coberto de pelo que produz um veneno irritante; por isso, se você tocá-la, é provável que tenha uma erupção dolorosa e que a parte afetada inche.

43. Tarsius

Estes pequenos primatas têm uma aparência muito interessante e se parecem mais com os lêmures do que com os demais macacos. Passam toda sua vida em árvores, dormindo, comendo, reproduzindo-se e simplesmente pulando de uma árvore para outra. Infelizmente, essa espécie é muito rara, principalmente devido à redução da área de seu habitat.

44. Patola-de-pés-azuis

Esta linda ave é um pouco surreal com suas brilhantes patas azuis. Ela chama muita atenção não só pela coloração de suas patas, mas também pelo modo gracioso como caminha.

45. Hidrópode ou veado-d'água-chinês

Estes lindos animais têm uma característica muito singular: os machos têm dentes caninos muito grandes e que podem crescer em até 8 centímetros e são usados nas disputas por territórios com outros machos. São nadadores fantásticos, capazes se deslocar por vários quilômetros na água entre as ilhas onde vivem.

46. Mara

Este animal parece uma mistura louca de vários animais: orelhas de coelho, patas de um cervo, patas traseiras de canguru e uma linda cola curta. São encontrados apenas na Argentina. A mara pula e corre muito bem, podendo chagar 48 quilômetros por hora e pular quase 2 metros.

47. Tamarucas ou lacraias-do-mar

Tecnicamente, estes animais não são camarões: mas estomatópodes, parentes distantes dos camarões, caranguejos e lagostas. Podem alcançar uma velocidade de aproximadamente 85 quilômetros por hora. Quando os cientistas os estudaram, precisaram usar um tanque de plástico, porque essas pequenas coisinhas podem quebrar um vidro facilmente.

48. Ocapi

O ocapi tem raias como as de uma zebra, mas sua forma se assemelha a seu parente próximo, a girafa. Os machos têm uma característica que se encontra somente nesses animais: pequenos chifres na frente que estão cobertos com uma pele que nunca se desprende. O ocapi também têm uma língua muito comprida, podendo até alcanças as próprias pálpebras com ela.

49. Tenreque

O tenreque é um dos animais mais inusitados do mundo e só pode ser encontrado na ilha de Madagascar. E não apenas pelo aspecto diferente. Eles são os únicos mamíferos capazes de criar um som chamado 'estridulação', que, por sua vez, é obtido movendo as espinhas sobre as costas. Também são capazes de fazer estalos com a língua e usam isso para a comunicação.

50. Pacu

Super conhecidos dos brasileiros, são comuns nos rios e pesqueiros. Mas o que, afinal, um pacu tem de tão diferente? Bem, se você já pescou um ou comprou para fazer assado, deve ter percebido que os dentes desse peixe são parecidos com os de nós, humanos. Essa forma permite que comam alimentos como coquinhos. Outra curiosidade é que possuem duas ou mais fileiras de dentes, fazendo deles um risco para pescadores mais descuidados. São parentes das piranhas, mas na maior parte do tempo, preferem comer vegetais.

Bônus:

Rinoceronte-branco do norte

Sudan

O último rinoceronte macho branco do norte.

1973-2018

Este ano, o mundo se despediu de Sudan, o último rinoceronte macho branco do norte, e agora só existem 2 desses lindos animais - ambos fêmeas. Eles estão sob proteção 24 horas por dia por guardas armados. A menos que os cientistas tenham uma ideia brilhante, nossa geração terá uma triste notícia: a extinção oficial e completa desses animais.

A natureza é frágil e alguns danos são irreversíveis. A menos que comecemos a cuidar do nosso planeta e todos os seus habitantes, as gerações futuras viverão em um mundo muito diferente, e não em um bom sentido. O momento para começarmos uma mudança é agora!

O mundo ao nosso redor está repleto de coisas incríveis. A natureza é perfeita, e ainda não conhecemos nem metade de suas maravilhosas criações. Que outros animais exóticos você conhece? Compartilhe conosco!

Incrível/Animais/50 Criaturas tão estranhas que parecem ter saído de filmes
Compartilhar este artigo
Você pode gostar destes artigos