Incrível

15 Fatos sobre os huskies que farão você querer um (e por que é importante conhecer o comportamento dessa raça antes de decidir pela adoção ou não)

A série “Game of Thrones” elevou a popularidade dos huskies siberianos a níveis nunca antes imaginados. Muita gente se interessou por essa raça por sua semelhança com os lobos mostrados no seriado, um dos mais populares da história. A questão é que muita gente não leva em conta o fato de que os huskies são, originariamente, animais de transportes (eles puxavam esquis) e exigem áreas amplas para viver. Por isso, é comum as pessoas adotarem cães dessa raça enquanto filhotes (afinal, eles são os “bebês” mais fofos do mundo) e, depois, os rejeitarem.

Nós, do Incrível.club, decidimos coletar o máximo de informações sobre esses animais para descobrir se vale a pena investir em um ou se é melhor escolher um amigo de outra raça.

1. O husky precisa de longas caminhadas

São cães muito ativos e, por isso, na maior parte do dia estão em movimento. Ao escolher essa raça, tenha em mente que o seu cão necessitará de passeios regulares e bastante intensos — quanto mais frequentes, melhor. Lembre-se também de que os huskies são cães de trenó, ou seja, adoram correr. Portanto, se você gosta de correr ou fazer trilhas, eles podem ser bons parceiros.

2. A mente deles também precisa ser exercitada

Os huskies precisam não só de atividade física, mas também de treinamento mental. Em outras palavras, o dono terá de andar com o cão muitas vezes, explorar novas rotas, brincar e ensiná-lo a passar por obstáculos. Com exercícios e atividades regulares, seu animal terá um comportamento mais dócil e obediente.

3. Eles não são caçadores ou protetores

Se você precisa de um cão de guarda, é melhor escolher outra raça. É um grande equívoco escolher huskies para proteção, pois eles não são agressivos com humanos e o instinto de proteção é reduzido ao mínimo. Além disso, tentar “reprogramar” essa ausência de agressividade pode causar problemas psicológicos ao animal, além de ser perigoso para os donos — que podem se tornar vítimas do próprio treinamento. O instinto de caça, em contraponto, é bastante desenvolvido nos huskies. Porém, eles caçam exclusivamente para si mesmos e normalmente não levam presas para casa.

4. Mas se dão muito bem com crianças

Esses cachorros siberianos podem se tornar perfeitos companheiros para crianças. Os esquimós, criadores iniciais da raça, sempre tiveram uma relação próxima com eles. Após o nascimento de uma criança, filhotes de huskies eram levados para dentro da casa para aquecer os bebês. No entanto, é importante ter o cuidado de não deixar seu filho pequeno passear sozinho com o husky. Eles são cães bastante fortes e podem se soltar das coleiras com facilidade. Por conta disso, a criança pode ter um deslocamento ou alguma outra lesão física.

5. Huskies são muito espertos, mas teimosos

São animais difíceis de treinar por serem muito independentes. O cachorro provavelmente vai entender perfeitamente o que você quer que ele faça, mas só acatará seu pedido se realmente quiser. O que acontece é que os huskies não pensam de forma previsível, como é exigido durante o treino. Ao mesmo tempo, precisam de um líder forte e decidido ao lado deles; esse líder, depois de muita perseverança, poderá conquistar sua obediência. Portanto, para pessoas que não têm personalidade forte será muito mais difícil domesticar esses animais tão temperamentais.

6. São bastante sensíveis

O castigo físico não é a melhor maneira de educar um cão dessa raça. Devido às características específicas de sua personalidade, os métodos de chicote e pão com gengibre não irão funcionar. Huskies são muito emocionais e não suportam ser repreendidos ou punidos por algo, podendo ficar bastante ofendidos ou isolados no canto durante muito tempo. A melhor forma de domesticá-los é por meio de elogios frequentes e recompensas (saborosas) quando exibirem bom comportamento. Seu animal se lembrará disso depois e passará a ser um bom menino (ou boa menina).

7. Adoram fazer aquela cara de cão sem dono para conquistar uma guloseima

O husky é, definitivamente, muito astuto. Cães dessa raça são muito bons para fingir e brincar em público. Basicamente, eles vão usar todas as suas habilidades artísticas para conseguir alguma guloseima. Quando perceberem que, ao fazer aquela cara de cão sem dono, conquistam o “prêmio”, farão isso novamente.

8. São ladrõezinhos astutos

Se o husky não conseguir te manipular para ganhar algum petisco, ele vai roubá-lo. “Husky” e “ladrãozinho” são palavras quase sinônimas. Se deixar a comida sem vigilância, pode dar adeus a ela: seu cão encontrará alguma forma de fazê-la “desaparecer”. E não importa o que está em cima da mesa...pode ser um pedaço de carne ou uma simples banana...

9. Huskies podem atacar gatos e outros animais pequenos

Antigamente, os cães de trenó eram alimentados apenas no inverno, quando começava a temporada de trabalho. Durante o resto do ano, ficavam soltos e se alimentavam do que encontravam. Por isso, os huskies desenvolveram um instinto de procurar comida para sobreviver. Essa característica da raça traz, nos dias atuais (em que não há restrições em termos de comida) certos problemas aos donos. Ao ver um gato, uma galinha ou até mesmo uma lebre no caminho, o animal terá o ímpeto de atacar e estrangulá-los, como uma presa. No entanto, se um filhote for criado junto de um gato ou outro animal desde a infância, a convivência será pacífica.

10. Adoram fuçar no lixo

Huskies adoram entrar em lixos em busca de comida e armazená-la para depois. Se você possui um, provavelmente irá notar que ele vai levar para casa todos os ossos não comidos e outras porcarias que encontrar e tentará escondê-los em todos os cantos e armários. E não há nada que se possa fazer para evitar. São milhares de anos desenvolvendo esse instinto.

11. Eles não latem. Uivam

Huskies não têm o costume de latir. No entanto, eles podem ser muito falantes e qualquer emoção forte, seja alegria ou indignação, pode levá-los a uivar como verdadeiros lobos.

12. Prepare-se para uma batalha contra os pelos

Os cães siberianos são bastante limpos. Eles não liberam muita saliva e seus pelos (parecidos com lã) normalmente não têm cheiro. Apenas tenha em mente que eles soltam muito pelo e não seria uma má ideia comprar um aspirador de pó antes de levá-los para casa. A troca acontece duas vezes ao ano, mas você precisará inevitavelmente penteá-los para retirar a camada grossa acumulada; caso contrário, vai encontrar pelos por toda a casa.

13. Esconda seus sapatos

O primeiro ano é considerado um período de adolescência para o husky — é o momento mais difícil, quando eles mastigam e arranham tudo que veem pela frente. Se você não oferecer brinquedos ou ossos especiais, seus sapatos e outros objetos valioso terão o mesmo destino. Seu cachorro pode, também, morder as suas mãos durante alguma brincadeira. Nesse caso, você vai precisar ensiná-lo que, toda vez que ele se comportar assim, a brincadeira vai acabar.

14. Sofrem com o calor

Ao decidir adotar (ou comprar) um husky, lembre-se de que raças siberianas não toleram o calor muito bem. Sim, eles são capazes de se adaptar a climas quentes, mas podem não se sentir bem fisicamente. No verão, é melhor caminhar com eles à noite e mantê-los na sombra durante o dia. Dito isso, é importante destacar que você nunca deve cortar ou raspar o pelo do seu animal: a lã que o envolve é, na verdade, um isolante de calor e umidade.

15. São propensos a fugir

Huskies amam a liberdade e isso pode significar um desejo de fugir de casa. Há casos de animais que saltaram sobre cercas e quebravam janelas em casa para pular e fugir. Os cães dessa raça aprendem rapidamente a abrir portas e fazer buracos no solo. Nunca se esqueça de que eles são animais extremamente inteligentes.

Conclusão

Em geral, os huskies são cães muito charmosos, sociais e bastante simpáticos. O principal é encontrar uma forma eficaz de lidar com eles desde cedo. Se conseguir entender bem seu animal e suas necessidades instintivas, ele se tornará seu melhor amigo. Entretanto, se você não tem muito tempo para se dedicar ao treinamento e educação, então é melhor repensar, visto que essa raça precisa de domesticação como nenhuma outra.

E agora, ficou com vontade de adotar um husky? Ou talvez você já tenha tido experiência com essa raça? Conte para nós!

Imagem de capa r/aww / reddit