11 Produtos para se evitar comprar em supermercados

Estamos muito acostumados a fazer compras no supermercado, afinal, é rápido e conveniente, e podemos observar todos os produtos, compará-los e tocá-los. No entanto, às vezes, isso não é o suficiente para determinar a qualidade deles. A questão é: nem todos os itens vendidos no supermercado são de boa qualidade, e muitas vezes, é melhor comprar alguns na feira.

Incrível.club acredita que é preciso ter muito cuidado com as escolhas alimentares, por isso fizemos este post para alertar você sobre alguns produtos que devem ser evitados nos supermercados. Confira!

1. Folhas em embalagens

Você consegue imaginar como folhas cuidadosamente embaladas poderiam ser perigosas? Desde a fase de compostagem desses alimentos no solo, bactérias entram em contato, e podem provocar doenças intestinais. E devido às condições de armazenamento (por exemplo, na prateleira do refrigerador), as folhas podem simplesmente secar e apodrecer. Assim, para garantir sua segurança, é melhor comprar uma salada fresca na feira, onde é armazenada em prateleiras abertas e bem ventiladas.

2. Especiarias em pó

A pimenta, o cominho e a cúrcuma podem conter conservantes nocivos. Além disso, algumas especiarias em pó são misturadas com alguns aditivos mais baratos, como cássia-chinesa em vez de canela e açafrão-bastardo em vez de açafrão. Portanto, nesse caso também é melhor dar preferência às feiras, onde você pode comprar qualquer tempero a granel.

3. Pão

O pão de supermercado é feito utilizando farinha que foi branqueada com substâncias químicas, como o peróxido de benzoílo, usado para simular explosões nas produções cinematográficas. Apesar de seu longo prazo de validade, pequenos insetos podem rapidamente se reproduzir nessa farinha dependendo das condições de armazenamento. Assim, o uso desse produto pode provocar doenças gastrointestinais. Para comprar pão, o melhor lugar continua sendo a padaria.

4. Castanhas

Como o prazo de validade desse produto é muito longo, existe uma alta probabilidade de que as castanhas armazenadas no supermercado sejam, no mínimo, bem antigas... E em seu processo de “envelhecimento”, forma-se uma enzima tóxica que pode ser bastante prejudicial ao nosso corpo. Por isso, muito cuidado quando for comprá-las.

5. Saladas prontas

As saladas prontas podem conter maionese estragada ou outros ingredientes já inapropriados para consumo. Fora isso, nem mesmo o atendente mais experiente será capaz de informar há quanto tempo essas saladas “esperam” por você na loja.

6. Comprar cereais e massas a granel

Nestes recipientes de plástico os cereais e massas ficam expostos, e qualquer tipo de inseto pode depositar larvas neles. Além disso, nem todos os supermercados disponibilizam a data de fabricação desses produtos. Por isso, as massas e os cereais em suas embalagens originais são muito mais seguros em todos os aspectos.

7. Frango assado pronto

Muitas vezes, o frango é preparado a partir de peças não vendidas, que podem ainda ter sido mergulhadas em uma marinada por vários dias. Além disso, esses produtos nem sempre são vendidos rapidamente devido à alta competição com as redes de fast-food. Portanto, é provável que você compre um frango que já está passado.

8. Legumes congelados

Muitas vezes há mais gelo nas embalagens do que legumes propriamente ditos. Devido ao tipo de congelamento repentino que esse produto é submetido, algumas vitaminas solúveis em água acabam se perdendo, como as do complexo B e C. Além disso, é muito mais barato comprar legumes frescos na feira e congelá-los em casa, caso necessário.

9. Queijo ralado

Frequentemente uma parte do conteúdo do queijo não corresponde ao tipo indicado na embalagem. É comum também que celulose seja adicionada a alguns queijos, como o parmesão, para absorver a umidade. Muito melhor ralar o seu próprio queijo, não é?

10. Grãos germinados

Muitas vezes o próprio processo de germinação dos grãos não é respeitado, e como resultado os grãos estão repletos de bactérias que podem provocar infecções intestinais. É melhor comprar esse tipo de produto em lojas orgânicas especializas em germinação.

11. Doces a granel

É melhor evitar comprar chocolates a granel até mesmo no mercadinho perto de casa. O fato é que os bombons possuem um curto prazo de validade, o que dificulta sua venda em tempo hábil. Por isso, as datas de validade são frequentemente alteradas para prolongar o tempo de venda. É seguro comprá-los em certas datas, como a Páscoa, por exemplo, porque a demanda é alta e estão sempre sendo repostos nas prateleiras. Caso contrário, é melhor comprar doces nas embalagens de fábrica.

Quais desses produtos você nunca colocou em seu carrinho no supermercado? Conte para nós na seção de comentários.

Compartilhar este artigo