Incrível
NovoPopular
Inspiração
Criatividade
Admiração

Estudo científico mostrou que filhos nascidos de mães com mais de 30 anos têm melhor desenvolvimento cognitivo

Tanto na Europa quanto na América Latina, cada vez mais mulheres decidem adiar o momento para começar uma família, atitude que não era muito bem vista em outros momentos. No entanto, agora, as mais jovens pensam duas vezes antes de trazer um bebê para o mundo, e um estudo científico confirmou que esperar até os 30 anos não é uma ideia tão ruim.

Incrível.club pesquisou sobre a maternidade adiada e quer compartilhar com você os pontos mais importantes de um estudo que sugere que atrasar a gravidez até depois dos 30 anos pode ser uma boa decisão.

O estudo

Para realizar este trabalho, os resultados cognitivos, comportamentais e de obesidade foram comparados em crianças de 5 anos, de acordo com a idade materna quando nasceram, com base nos dados do Millennium Cohort Study do Reino Unido. Os resultados indicaram que o nascimento do primeiro bebê entre as idades de 30 e 39 anos, em comparação a 23 e 29, está associado a performances cognitivas e comportamentais positivas, sem apresentar uma relação com a obesidade. Da mesma forma, descobriu-se que ter o primeiro filho a partir dos 40 anos não está associado a resultados comportamentais ou cognitivos, mas a uma maior tendência a estar acima do peso.

Cada vez mais mulheres adiam a maternidade

A conciliação familiar e as oportunidades de emprego, bem como a emancipação tardia, estão entre as primeiras causas pelas quais as mulheres decidem atrasar a chegada de seus filhos. Da mesma forma, uma nota sobre maternidade publicada pela Universidade Nacional Autônoma do México (UNAM) explicou que uma das principais causas do atraso na chegada de crianças é o aumento da autonomia das mulheres.

Vantagens de ter filhos entre os 30 e 40 anos

Graças aos avanços científicos, é cada vez mais possível que as mulheres adiem os anos de concepção. Os resultados positivos que os cientistas encontraram neste estudo foram:

  • Maior desenvolvimento cognitivo nos bebês.
  • Melhor comportamento.
  • Menos risco de obesidade.

30 sim, 40 não

O que também não devemos perder de vista é que, como a Dra. Petra M. Casey explicou à CNN, adiar a maternidade até depois dos 40 anos também não é uma boa ideia, pois envolve alguns riscos, como diabetes gestacional, pressão alta, doenças do coração, câncer de mama e abortos espontâneos, bem como a possibilidade de que a criança sofra de autismo ou obesidade. Mas ela também acrescentou que isso tem muito a ver com a saúde subjacente da paciente.

Decidir ter um filho não é uma decisão simples e vale a pena contemplar todos os cenários antes de embarcar nessa aventura, especialmente neste momento, quando as mulheres têm cada vez mais áreas de oportunidade e aproveitamento no campo profissional.

Você acha que adiar a concepção de uma criança é favorável? Já enfrentou a incerteza de não saber se deve se tornar mãe ou continuar com seu desenvolvimento profissional? Conte para a gente nos comentários.

Imagem de capa jlo / Instagram