Incrível
Incrível
NovoPopular
Inspiração
Criatividade
Admiração
Incrível

20+ Seguidores que acabaram dando boas gargalhadas, porém, em momentos muito impróprios

Já aconteceu com você de estar em uma situação muito séria e simplesmente não conseguir parar de rir? Na literatura médica existe a classificação de uma condição, que pode ser a resposta para esse tipo de comportamento. A dificuldade de controlar uma expressão emocional pode ser mais comum do que parece, mas existe tratamento e nem todos os casos são classificados como esse transtorno. O nervosismo em situações tensas também pode desencadear episódios assim. Afinal, quem nunca?!

Incrível.club ama fazer você dar boas gargalhadas. Por isso, selecionamos alguns comentários hilários dos nossos seguidores para mostrar que rir aleatoriamente em momentos inadequados é mais comum do que imaginamos. Fique conosco e não se esqueça de comentar se já passou por algo parecido.

  • Então, quando eu vou a uma palestra e o palestrante fica olhando diretamente para mim, vem logo a crise de riso do nada, é incontrolável. Guega Dan Lima Machado
  • Eu estava na aula de ioga e todos estavam deitados com os olhos fechados, aí do nada me lembrei de uma cena dos Simpsons. Um episódio em que a Lisa e o Homer entram em uma cápsula para meditação, e no final aparece o Homer cantando: “Eu falei para a feiticeira que eu estava com coceira...” Não aguentei, ri tanto que acabei com a aula, mas todos riram também. Sorte que faltavam só 3 minutos para o fim da aula. Leia Leides
  • Em situações de muita tensão ou muito nervosismo eu tenho, literalmente, um ataque de gargalhada. O ruim disso é que, muitas vezes, parece deboche ou descaso com a situação. Raquel Sales Dias
  • Nunca caia na minha frente, a gargalhada é inevitável e eu ajudo só depois de ver a pessoa fazendo cara feia, kkkkkk. Porque aí já passou o ataque de riso... Ester Cora Bologna Gnidarchichi

  • Ri muito quando a minha filha de 11 anos disse que tinha de namorar... eu tenho 29 anos — sogra, eu? Sai fora! Rir para não chorar. Sueidi Vidal
  • Já ri na delegacia fazendo um boletim de ocorrência. O inspetor achou que eu estava mentindo...

    Heider Prado

  • Nossa, já fui expulsa do consultório do dentista por causa disso. Quanto mais nervosa eu fico, mais dou risada. Eunice Teixeira

  • Uma consultora de maquiagem veio no meu salão fazer uma demonstração. Ela passou uma base no rosto de uma das modelos, que acabou ficando clara demais para uma pele morena. Quando eu olhei do espelho e vi o rosto da modelo todo branco, não aguentei, não conseguia controlar o riso. Hannah Moreira

  • No meu casamento, quando eu disse: “Receba esta aliança, como prova do meu amor...” caí na risada, quase não consegui terminar o restante da cerimônia. Carlene Santana

  • Minha mãe estava brava comigo e eu, rindo de nervoso, ela disse: “Ri da minha cara agora”, em um tom muito sério e eu acabei rindo muito. Fiquei de castigo por isso. Luna Bonato

  • Estava em uma reunião no meu serviço e o médico caiu da cadeira, não me contive, ri litros... Depois, não podia olhar para a cara dele que eu me lembrava da cena. Flavia Regina

  • Quase todos os dias acontece isso comigo. Temos uma loja de videogame, aí aparecem umas pessoas na loja perguntando se tem linha, se ali é a casa lotérica, se tem tecido... mas a pior parte é a cara do meu esposo para essas pessoas com tanta pergunta boba, então, me dá uma crise de riso que eu não me contenho. Perla Renato

  • Eu cantava na igreja. Todos olhando para mim e para a garota que cantava comigo. Deu um ataque de riso nela que passou para mim. Não sabíamos onde enfiar a cara. Leandro Max
  • No meu serviço, meu patrão estava acertando o pagamento do mês e das férias. Eu estava tão endividada que quando ele me disse que eu tinha direito ao dinheiro do 13º, me deu uma crise de riso tão grande, que eu não conseguia parar. Ele me olhando sem entender e eu fiquei até sem graça depois. Não me esqueço nunca disso. Márcia Isabel Silva

  • Eu lembro uma vez na aula de karatê, o professor contava uma história e todo mundo já cansado de ficar em pé ouvindo. Do nada apareceu um garoto correndo e disse: “Fulano, quero chiclete!” Todos riram e em vez de o professor falar: “Silêncio”, ele disse: “Chicleteee!” Todos gargalharam e até ele acabou rindo. Chaiene Colognese

  • Eu sempre fui de riso fácil também, e minha mãe tinha mania de chegar bem perto (fazendo o tal “cara a cara”) para ver se a gente estava mentindo. Só que era só ela botar a cara na minha frente, já me dava vontade de rir... daí ela falava: “Conta a verdade para mim, diz tudo!”... e eu me segurando para não gargalhar (mas aquele sorrisinho maledito insistia em ficar no meu rosto, mesmo eu contando a verdade) e ela brava berrava: “Tá mentindo, tá até rindo, a desaforada!” e eu respondia: “Mãe, eu juro que não tô mentindo, mas eu não consigo ficar séria!” e minhas irmãs diziam: “Mãe, é mentira... ela tá rindo!” Resultado: Eu só me lascava. kkkk Priscila Alves

  • Já tive problemas por ser assim, o povo não entende! Em um culto de ensino deram um exemplo de algo sério, mas a pessoa falou de um modo engraçado, pronto! Foi o suficiente. Marcela Bernardo
  • Uma vez, vi um senhor de idade deixar cair a dentadura e infelizmente não consegui controlar o riso. Ainda por cima, estava com uma amiga que é pior que eu. Linda Monteiro
  • Perdi uma amiguinha de escola porque a gente vinha caminhando e ela caiu num buraco sem perceber. Em vez de ajudar, eu sentei no chão e não conseguia parar de rir. Ela ficou com raiva de mim e nunca mais falou comigo. Não me conformo de rir em situações erradas. Sueli Carvalho
  • O pior sufoco que passei por causa disso foi num passeio de escuna. Sem saber nadar, fiz a besteira de pular no mar com uns amigos e assim que me vi sem chão sob os pés, comecei a rir desesperadamente. Eu engolindo água e todo mundo nem aí comigo, achando que eu estava me divertindo! Sorte que uma das amigas entendeu o meu desespero e me socorreu!!! Consuelo Silva

  • Eu estava com um resfriado muito forte durante um culto. Resolvi tampar a boca por causa da tosse para abafar o barulho que além de incômodo, causava eco. Só que o tiro saiu pela culatra e na hora fez um barulho alto por causa da pressão. Foi uma cena deprimente porque apontaram para mim dizendo: “Foi ela aqui, gente!” Não aguentei e ri sem parar. Aline Zancheta

  • Na última vergonha, esbarrei com meu ex-noivo no ônibus e ri descontroladamente. Era um momento tenso, que exigia seriedade, e eu estava rindo. O pior foi que pareceu que eu estava feliz em rever a criatura. Gilmária F. Pereira Gihl

  • Faz muito tempo isso, fui pega em uma blitz sem habilitação e sem documento da moto. Nem esperei o sinal, já fui parando a motocicleta. Eu só sabia rir, ria muitoooooo, só que de nervoso. O policial foi tão gentil que acabou me deixando seguir viagem. Criis Amaral

  • Os policiais fizeram sinal para eu parar em uma blitz, mas continuei andando... a polícia veio atrás e quando me perguntaram por que não parei, me deu um ataque de riso incontrolável. O nervoso era tanto que eu queria parar de rir e explicar de forma convincente o motivo da desobediência, mas só ria! Que raiva de rir em uma hora dessas! Neu Felipe
  • Já tive crise andando de bicicleta, e eu estava carregando uma amiga. Caímos no canteiro central da avenida e ficamos lá deitadas no chão até termos força para levantar, foi bizarro porque a gente ria alto. O povo passava e achava que estávamos loucas. Estela da Silva
  • Eu tenho essa mania. Estava terminando com meu ex e ele começou a chorar pedindo para eu não ir embora. Comecei a gargalhar tanto que quase chorei junto, mas de rir. Nossa, ele ficou muito bravo, mas não era a minha intenção rir naquele momento. Lorena Barbosa

  • Uma vez minha tia caiu na escada rolante, eu que estava logo atrás me atrapalhei e caí por cima dela. Antes que todos começassem a rir, eu gargalhei... Liliane Chagas

Acontece isso com você ou com alguma pessoa que você conhece? Conte para nós nos comentários, quem sabe você não faz a gente chorar litros também?

Compartilhar este artigo