Incrível
Novo Popular
Inspiração
Criatividade
Admiração

20 Coisas engraçadas ditas por pessoas com sono

1--2
82k

Quase ninguém se lembra daquilo com que sonhou. Mas, às vezes, somente algumas palavras ditas acidentalmente em voz alta são capazes de demonstrar o quão atípica é nossa vida nos sonhos.

O Incrível.club separou algumas frases de pessoas dormindo que mostram que nossa vida é muito mais interessante nos sonhos do que na realidade. E no final do post, traz um bônus: a história do sonho de um agente especial fracassado.

  • Meu marido fala dormindo. No começo, ficava surpresa quando ouvia: "Levante-se, rápido, os nazistas estão vindo, você precisa esconder as crianças e a vaca no porão". Porém, depois de alguns anos me acostumei com isso. Tanto que às vezes nem escuto o que diz. Acontece que esta noite ele se virou para mim e gemeu: "Luuuz, não deixe o boneco de neve entrar na casa, ou haverá água e cenoura por todo lado..."
  • Meu namorado me acorda às 5 horas da manhã e pergunta, ansioso: "Que horas são? Não consigo ver em meu relógio, está no sistema binário". Perplexa, olho para o relógio e lhe digo a hora. Ele adormece tranquilamente e eu, por muito tempo, fico ali tentando entender o que diabos foi aquilo.
  • Meu marido me acorda no meio da noite e diz:
    — Vamos!
    — Aonde?
    — Vamos carregar árvores.
  • Por algum motivo, comecei a falar dormindo durante a gravidez. De vez em quando eu divertia meu marido com frases como:

    "Em que parte da lua o relógio está inserido?"
    "Eu não quero ser um pelicano, pegue o gerânio!"
    "Cinza, cinza, cinza... me dê um espelho de cores!"

  • Certa manhã, carinhosamente tentei acordar meu marido. Ele, afastando-me e resistindo, disse:

"Mas o que você está fazendo? Você não vê que o semáforo está no zero?"

  • São 2 horas da manhã. Trabalho em uma central de atendimento da linha de emergência automotiva. Estou sentado, lendo. De repente, a voz enérgica de um colega adormecido é ouvida:

"Boa tarde, meu nome é Alexandre. O que aconteceu? Com quem tenho o prazer de falar? O senhor já ligou para a polícia? Descreva o dano ao carro. A avaria ocorreu na porta esquerda, certo, ela está arranhada. Por favor, passe o número do protocolo..."

E continua conversando com o cliente. Mas seu telefone não havia tocado!

E no "final da conversa" ele diz com a mesma voz enérgica:

"Obrigado por entrar em contato com a nossa empresa!"

  • Em minha casa vive um sonâmbulo. Todas as noites, acontece alguma coisa.
    Uma vez ele gritou:

    "Devolva minha nuvem, onde está minha nuvem?"

  • Certa noite acordei assustada porque vi que meu marido estava sentado na cama. Vi que ele estava fazendo como se estivesse colocando algo na palma da mão e depois colocando na boca. Ele ficou assim, mastigando. Disse-lhe:

—Miguel, o que está comendo?
—Dentes.
—Arrancou-os de onde?
—Minha mãe deu para mim!
Ele terminou de mastigar e continuamos dormindo.

  • Meu marido dormindo:

—Bzzzzz... Buzzz... Buzzz...
—O que está fazendo?
—Estou me infiltrando em um grupo de mosquitos.

  • Meu amigo me disse dormindo: "Coloque o alarme do som verde, assim os fantasmas ficam longe".
  • Acordei porque estava ouvindo uma história que, após um tempo, percebi ser complicada. Eu não estava entendendo nada. Então, perguntei:

"O que você está dizendo?"
Meu marido, claramente chateado com a minha falta de atenção e irritado, diz:
"Mas não vá perdê-lo".
Eu, que já estava acordada e curiosa sobre seu enredo sonolento, pergunto:
"Perder o quê?"
E então meu marido, com uma voz de narrador de filme, diz:
"Cui-da-do..."

  • Meu marido acabou de dizer que uma orla não é pior do que uma esfera. Aqui estou eu pensando...
  • Há pouco, meu marido disse:

—Olha, olha!
—O quê?
—Ali, onde está aquele homem!
—Que homem?
—Ah, esqueci que você não pode ver meus sonhos.

  • Meu marido fala dormindo. Meu marido fala dormindo. Quando lhe pergunto alguma coisa, ele começa a responder todo tipo de bobagem. Resolvi brincar com ele. Perguntei:

—Alex, você ama quem?
—O plástico.
—Qual plástico?
—Poliestireno extrudido.

Bônus: um sonho injusto

Sonhei que não fui aceito no Serviço Secreto porque, quando alguém falava nas minhas costas por exemplo, minhas orelhas se voltavam para o lado da conversa, assim como as orelhas de um gato. Foi dito a mim que isso me deixava muito exposto, e por isso eu não poderia ser um agente especial. Continuo ofendido, mesmo depois de acordar.

Imagem de capa NYA2014/Pikabu
1--2
82k