15 Padrões duplos de julgamento comuns na relação entre pais e filhos

Os pais costumam dar ordens para seus filhos com certa frequência, querendo que as crianças façam o que os adultos mandam. Contudo, muitos deixam de lado o fato de que os filhos são o reflexo deles mesmos e seguem seu exemplo. Psicólogos infantis relatam várias situações que deveriam ser evitadas para criar um filho feliz e confiante.

Nós, do Incrível.club, escolhemos outra abordagem e reunimos exemplos de como os pais anulam seus esforços na criação e educação dos filhos diariamente e podem nem se dar conta.

1. Proíbem o uso de smartphonestablets, enquanto passam todo o tempo livre com gadgets na mão

2. Ensinam a respeitar os mais velhos, mas não se importam com os idosos que precisam de ajuda

3. Exigem respeitar a mãe e o pai, mas ignoram seus próprios pais

4. Ensinam a ter uma alimentação saudável e comer muitos legumes e frutas, mas costumam beliscar salgadinhos e doces entre refeições

5. Exigem que leiam livros, mas passam horas na frente da TV

6. Repreendem pelo uso de palavrões que eles mesmos soltam

7. Exigem que cumpram as regras de trânsito que eles mesmos infringem

8. Insistem em fazer exercícios físicos, mas não cuidam de sua própria saúde

9. Ensinam a ser um líder de sucesso, mas deixam de realizar suas próprias ambições

10. Ensinam a dizer sempre a verdade, mas justificam suas próprias mentiras

11. Obrigam a estudar idiomas estrangeiros, mas não sabem falar nenhum

12. Proíbem de falar com estranhos, mas não perdem a oportunidade de bater um papo com um desconhecido

13. Coagem a fazer faxina regularmente, mas deixam de arrumar sua própria bagunça por anos

14. Mandam seus filhos dormirem cedo, mas demoram muito para ir para a cama

15. Ensinam a não fazer fofoca, mas costumam falar mal dos outros pelas costas

Quais padrões duplos de julgamento em relação à criação e à educação de crianças você já notou em seu círculo de convivência? Comente!

Compartilhar este artigo