Incrível
NovoPopular
Inspiração
Criatividade
Admiração

Como o estilo de vida das japonesas difere daquele que as mulheres estão acostumadas no Ocidente

No Japão, toda mulher costuma organizar o seu dia de forma para que ele seja o mais confortável possível. Mas, no geral, o dia a dia das japonesas é muito parecido com o nosso, principalmente quando o assunto é trabalhar e cuidar das crianças e da casa. E ao observar o estilo de vida das mulheres japonesas, é curioso notar como ele difere bastante em alguns pontos do que estamos acostumados no Ocidente.

Nós, do Incrível.club, estudamos diversos blogues japoneses sobre o cotidiano das mulheres no país e, com base nisso, estruturamos uma rotina que é seguida pela maioria das japonesas. Confira!

Manhã

As mulheres no Japão, em geral, acordam por volta das 5h da manhã. E o fazem de maneira silenciosa, para não acordar seu filho ou esposo. Por via de regra, as crianças que ainda não têm idade para frequentar a escola dormem junto com os pais na mesma cama.

Depois de fazer seus hábitos de higiene matinais, as japonesas geralmente preparam o café da manhã ou, antes disso, rapidamente colocam a roupa para lavar. Não é costume tomar banho pela manhã. No Japão, as pessoas têm mais costume de tomar banho à noite, depois de um dia de trabalho. De manhã, muitas mulheres optam por apenas pentear os cabelos, escovar os dentes e lavar o rosto.

Se o restante da família já estiver acordada, as japonesas então costumam arrumar a cama. Mas o fazem de uma forma diferente da que estamos acostumados no Ocidente. Muitos não usam colchas, sendo necessário apenas estender o lençol, dobrar o edredom e alocar os travesseiros de forma que o ambiente fique visualmente arrumado e confortável.

O café da manhã na Terra do Sol Nascente também difere do que alguns estão acostumados no Ocidente. Por lá, as pessoas não se contentam com sanduíches ou ovos mexidos, mas preparam uma refeição completa: cozinham legumes, fritam carne, fazem arroz.

Ainda pela manhã, no caso das famílias que têm filhos pequenos, é preciso preparar o lanche que a criança comerá na escola. Claro, algumas mães ficam satisfeitas com o fato do pequeno poder comer na cantina do colégio ou de creche, no entanto, isso não é bem-visto. Na comunidade local, uma mãe é, a princípio, “avaliada” pela qualidade do lanche que o filho leva para a escola. Caso a lancheirinha não esteja bem preparada ou simplesmente estiver vazia, a mãe é considerada ruim. E vice-versa. E não basta apenas colocar comida na lancheirinha, é preciso organizar tudo e ser criativa, criando formas e figurinhas no alimento ou combinando cores diferentes.

Culturalmente, essas atividades são executadas pela esposa. E no caso de não ser costume na família usar o despertador, a mulher japonesa então acorda o marido nesse momento para que ele possa tomar café da manhã e ir trabalhar.

Depois de preparar o café da manhã, as japonesas costumam lavar a louça, mas, novamente, de uma forma diferente da que muitos estão acostumados. A torneira não fica ligada: é costume ensaboar todos os pratos e panelas e então colocá-los dentro da pia, ligando a torneira em seguida. E só então enxágua-se tudo ao mesmo tempo.

Curiosamente, algumas japonesas optam por não usar detergente, como uma forma de cuidar da pele das mãos. Em seu lugar, elas utilizam um sabão especial, que apoiam dentro da pia enquanto lavam a louça. E isso também ajuda a economizar tempo: você não precisa parar tudo e pegar o detergente para passar na esponja sempre que necessário, mas apenas esfregá-la sobre o sabão, que já está dentro da pia.

Depois de tomar café da manhã, a criança escova os dentes pela segunda vez, é vestida pela mãe e então levada para a creche ou escola. Muitas japonesas têm bicicletas especiais, equipadas com um cesto e assentos próprios para as crianças.

No país, as escolas e creches funcionam das 6h da manhã até às 8h da noite, de forma que os pais consigam ir trabalhar e depois buscar seus filhos tranquilamente. Claro, os pequenos não passam todo esse tempo estudando,  intervalos para atividades recreativas.

Depois de levar seu filho para a escola, uma mãe japonesa costuma voltar para casa e tomar seu café da manhã. E só então ir trabalhar, caso não seja dona de casa.

Tarde

Se a mulher não trabalha e o seu filho ainda não atingiu a idade escolar, ela costuma passar o dia inteiro com ele. Acontece que, no Japão, essa mãe simplesmente não pode enviar o seu filho para a creche: tais instituições só podem receber crianças de famílias em que ambos os pais trabalham.

Durante a tarde, as japonesas donas de casa costumam fazer a faxina, cozinhar, lavar a roupa e sair para fazer as compras. E, claro, passear com seus filhos. No geral, elas preferem levá-los para parquinhos. No país existe até um termo especial para as mamães que levam seus filhos para o parque: “mães de parquinho”.

Curiosamente, existe uma hierarquia rígida entre as mães nesses parquinhos. Cada mulher tem um “título”, e entrar no círculo social local não é nada fácil: apenas a mãe que tem o título de líder do grupo pode decidir se uma novata pode ou não entrar no “clube” do parquinho.

E no caso de a mãe trabalhar, todos os afazeres domésticos são adiados para a noite. Depois de pegar o filho na creche ou escolinha, ela o leva consigo ao supermercado para fazer as compras e só então segue para casa.

Noite

A primeira coisa que muitas japonesas fazem ao chegar em casa, caso não o tenha feito de manhã, é lavar as roupas sujas, pois no país é considerado falta de educação ligar a máquina de lavar roupa depois das 7h da noite. Afinal, depois dessa hora, muitos já podem ter se deitado para dormir e podem reclamar do barulho.

As japonesas, no geral, lavam roupa todo dia. Primeiramente, porque as crianças sujam as roupas facilmente e muito rápido. Em segundo lugar, porque no país a limpeza é algo muito valorizado. Por exemplo, por lá as toalhas no banheiro costumam ser trocadas todo dia.

Depois de faxinar a casa, as japonesas costumam tomar banho e banhar seus filhos. E em seguida, preparam o jantar da família. A título de curiosidade, em alguns locais no Japão a água da torneira tem uma concentração de cloro muito alta, e portanto não deve ser consumida e nem utilizada para cozinhar. Nesse caso, é preciso comprar água mineral.

Antes de se deitar para dormir, algumas japonesas ainda preparam o arroz para o café da manhã do dia seguinte. Elas o fazem normalmente com a ajuda de uma panela elétrica de arroz. O dispositivo, no caso, pode ser programado para começar a preparar o alimento na hora selecionada, economizando tempo pela manhã.

Por fim, as crianças são colocadas para dormir. E o tempo livre que lhe resta até deitar-se para dormir, a mulher japonesa dedica para si.

Certamente, o dia a dia das mulheres japonesas difere muito do cotidiano que estamos acostumados no Ocidente. Afinal, as tradições e a cultura da Terra do Sol Nascente são bastante diferentes da europeia e da nossa brasileira.

Você conseguiria se adaptar bem a rotina das japonesas? É muito diferente da que está acostumado? Conte para a gente na seção de comentários.

Compartilhar este artigo