Incrível
Novo Popular
Inspiração
Criatividade
Admiração

Por que a mudança no corpo de Cleo Pires tem a ver com todas nós

6--4
44k

Se você acompanha notícias sobre celebridades, certamente está ciente de que Cleo Pires engordou. Sim, aparentemente esse é um assunto que certas pessoas adoram debater e a atriz, que sempre foi considerada um símbolo sexual, acabou virando alvo de críticas sobre o próprio corpo.

O que tem acontecido com Cleo acontece e pode acontecer com toda mulher. Qualquer uma pode, de repente, se tornar vítima de comentários maldosos, por ter (e amar) um corpo cheio de curvas, que não corresponde ao padrão de beleza imposto pela sociedade. Mas a atriz vem dando um show de amor próprio e autoestima, mostrando que não devemos ser tão cruéis com nosso próprio corpo.

Incrível.club mostra como Cleo é um exemplo de mulher bem resolvida com a aparência e explica como lida com as críticas. Seu caso pode servir de inspiração para outras mulheres.

Sobre ser um símbolo sexual

Cleo Pires “surgiu” diante das câmeras 2005, ao interpretar a personagem Lurdinha na novela América, da Globo. Desde então, a atriz é considerada um símbolo sexual. Posto do qual sempre se orgulhou (e com razão).

“Eu acho divertido (ser sensual). Eu adoro coisas sensuais, adoro coisas sexys”, comentou em entrevista ao canal da Giovanna Ewbank no YouTube.

Mas tudo mudou em julho deste ano, após ela surgir na premiação MTV MIAW 2019 com um novo shape. Bastou engordar um pouco para que virasse alvo de comentários gordofóbicos e negativos relacionados ao seu corpo atual. A pressão poderia arrasar a autoestima da atriz, mas ela rebateu as críticas com classe, mostrando que está muito bem resolvida.

A resposta dada pela artista

Em uma publicação postada no Instagram, Cleo conta como sempre foi alvo de críticas sobre seu corpo por parte da mídia, independente do seu peso. “Quando eu engordo, dizem: ‘o que ela fez no rosto? Está ficando deformada’. Quando emagreço, dizem que (...) estou ficando irreconhecível. Todo dia, aparece alguém falando de algo que não fiz”, escreveu a atriz.

No mesmo desabafo, Cleo disse que geralmente procura focar nos comentários positivos, mas, desta vez, precisou se manifestar de maneira mais clara e veemente. “Não dá mais para naturalizar esses comentários, porque eu penso no tanto de meninas e mulheres que, assim como eu, sofrem com distúrbios alimentares e emocionais por conta desse padrão irresponsável, inalcançável e cruel”, comentou ela.

A atriz continua o texto dizendo que se recusa a “sentir vergonha” do próprio corpo e dá um recado para mulheres que estão passando pela mesma situação.

“Para você que, como eu, sofre a interferência dessas opiniões medíocres, te desejo força. A vida sempre tem obstáculos e a gente tem de pedir por coragem, saúde e paciência para superar todos eles e por crescimento para chegar onde queremos. Está tudo bem. Tudo bem engordar, tudo bem emagrecer, tudo bem!

O movimento Body Positive

A fala da Cleo Pires é um exemplo de como devemos ser mais amáveis com nosso próprio corpo e de como devemos respeitar corpos que fogem aos padrões de beleza criados pela indústria da moda e pelas redes sociais. É exatamente isso que o movimento body positive prega: a aceitação do corpo.

Ter a mentalidade body positive é acreditar que todos os corpos merecem respeito, independente do tamanho, da forma ou aparência. O caso de Cleo revela que, apesar de o movimento ter surgido nos anos 1960, nos Estados Unidos, suas ideias nunca se mostram tão necessárias quanto em 2019.

É importante saber que o movimento body positive tem dois caminhos. O primeiro é individual, ou seja, é se amar e amar o seu corpo da maneira como ele é. O segundo caminho está relacionado à sociedade, pois devemos entender que todos os corpos merecem respeito e acesso: todos devem ter direto a roupas, a frequentar todos os lugares, a não sofrer críticas e por aí vai. Em outras palavras, todos os corpos devem ser tratados como iguais e belos.

Sobre as críticas

Amar o próprio corpo não é fácil pois, desde crianças, somos bombardeados por um padrão de beleza imposto pela mídia (e, cada vez mais, pelas redes sociais) que, na maioria dos casos, não corresponde a um corpo “real”. Mesmo que de forma inconsciente, a tendência é que “lutemos” para alcançar uma beleza inalcançável. Por isso, qualquer crítica pode ser suficiente para afetar nosso amor próprio.

É aqui que Cleo Pires entra como inspiração: valorize os comentários positivos e não perca tempo com os negativos. Hoje em dia, a atriz posta fotos enaltecendo o corpão nas redes sociais, ignora pessoas que vêm criticá-la e dedica tempo para agradecer os elogios.

E você? Já sofreu críticas por conta de alguma característica de seu corpo? Como lida com os comentários negativos? Conte para a gente nos comentários.

Imagem de capa Hugo Gloss / Instagram
6--4
44k