9 Motivos pelos quais algumas mulheres parecem ser mais jovens que outras

A diferença na aparência de pessoas da mesma idade tem sido cada vez mais perceptível ultimamente. Por exemplo, há uma probabilidade alta de duas amigas de 30 anos serem bem diferentes; uma pode parecer recém-saída da faculdade e a outra ter o aspecto de uma senhora mais madura. Existem vários fatores que podem influenciar o aspecto físico e alguns deles, que vamos abordar neste post, são completamente inesperados.

Nós, do Incrível.club, detectamos os principais vilões do envelhecimento precoce e, no final do post, refutamos o estereótipo mais popular sobre a genética.

1. As maçãs do rosto ressaltadas, atualmente na moda

Desde que as maçãs do rosto ressaltadas, populares entre as “models” dos anos 1990, voltaram à moda, muitas mulheres se apressaram para fazer uma bichectomia e remover as bolas de Bichat (gordura na região das bochechas). É um procedimento simples sob anestesia local: o cirurgião faz incisões no interior das bochechas e retira essas bolas de gordura. No entanto, como qualquer outra operação, a bichectomia pode acarretar complicações sérias. Os cirurgiões plásticos não recomendam realizar o procedimento em pacientes com o formato do rosto fino, devido ao afinamento resultante do procedimento, que faz com que o rosto obtenha um aspecto cansado e mais magro com o tempo.

Indubitavelmente, as maçãs do rosto ressaltadas “de nascença” deixam o rosto mais bonito, mas, correndo atrás da moda, é necessário lembrar que essa interferência no rosto traz consequências irreversíveis e, às vezes, trágicas; então, pense duas vezes antes de abrir mão do rosto bochechudo.

2. O excesso de procedimentos estéticos

Você deve ter notado que a pele de mulheres que se empolgam com procedimentos estéticos ganha um aspecto mais liso com a idade, fazendo com que pareçam “bonecas de cera”. Esses procedimentos, paradoxalmente, às vezes favorecem o envelhecimento precoce e deixam a pele mais fina, flácida e com capilares e rugas mais visíveis.

A paixão por outro procedimento popular — as injeções de botox — se manifesta através da pele brilhante e da testa reta, resultante da atrofia muscular que leva à perda do volume natural de pele e envelhece o rosto. Ao mesmo tempo, a harmonização facial regular com preenchimentos faciais distorce a anatomia natural e adiciona visualmente alguns anos. Vale destacar que pessoas com menos de 35 anos são mais propensas aos efeitos colaterais de tais tratamentos.

Conclusão: os cosmetólogos e cirurgiões plásticos enfrentam certas dificuldades ao trabalhar com uma paciente que se submeteu a várias cirurgias e injeções. Portanto, quanto mais tarde uma mulher começar a realizar esses procedimentos, mais chances terá para retardar o envelhecimento e ficar jovem por mais tempo.

3. Dietas rigorosas

Quanto mais rapidamente uma pessoa estiver perdendo peso, maior a probabilidade de ter um “rosto magro”: a falta de tecido adiposo torna as dobras nasolabiais mais ressaltadas e as rugas mais profundas, enquanto a perda de volume na região dos olhos faz com que o rosto pareça cansado e mais velho.

Após 40 anos, é aconselhável abrir mão de dietas na tentativa de chegar ao peso de uma menina de 20 anos. De acordo com um estudo realizado em gêmeos, um aumento do IMC de quatro pontos antes dos 40 anos envelhece a aparência e depois dos 40, rejuvenesce. Ao mesmo tempo, após 55 anos, é até melhor que o IMC aumente oito pontos, uma vez que isso deixa com um aspecto físico mais novo do que o de pessoas da mesma idade que fazem dieta.

4. A ausência ou o excesso de atividades físicas

Um estilo de vida ativo não apenas melhora a saúde, mas também prolonga a juventude. Isso é confirmado por um estudo que constatou que os exercícios físicos diários praticados por pessoas da terceira idade não apenas desaceleram o envelhecimento, mas deixam o estado de imunidade e os níveis de colesterol comparáveis ​​aos dos jovens.

Porém, é necessário manter o equilíbrio, pois tanto o sedentarismo como o excesso de atividade podem prejudicar a saúde mais do que beneficiá-la. Tracy Mountford, diretora de uma clínica de estética em Londres, enfatizou que pessoas com mais de 40 anos que exageram nos treinos parecem ter mais idade do que realmente têm.

5. O excesso de açúcar consumido

Tez opaca, inflamações, pele flácida, olheiras e testa enrugada são o preço do amor desmedido pelos doces. Uma quantidade exagerada de açúcar pode desencadear o processo de glicação, em que o excesso de glicose atrapalha a produção de colágeno, deixando nossos tecidos menos elásticos e acelerando o processo de envelhecimento da pele.

6. Dormir de lado ou de bruços

Os cientistas descobriram que dormir mal acelera o processo de envelhecimento. Um estudo foi realizado em 60 mulheres de 30 a 49 anos e as participantes que tiveram distúrbios de sono apresentaram mais sinais de envelhecimento precoce da pele: rugas, pigmentação e perda de elasticidade. Além disso, o sono de baixa qualidade tornou sua pele mais sensível e reduziu a capacidade de se renovar após a exposição solar.

De acordo com outra pesquisa, além da quantidade de sono correta, é preciso ter, também, qualidade. Durante uma noite, mudamos de posição cerca de 20 vezes e, em 65% dos casos, dormimos de lado, o que contribui para a formação de vincos no rosto e pescoço. Com a idade, o número de vezes em que mudamos de posição durante o sono diminui para 16 vezes por noite, em média, e, quanto mais tempo passamos em uma só posição, maior é o impacto negativo na pele.

7. Divórcio

Segundo um estudo realizado por cirurgiões plásticos, uma separação é capaz de abalar o bem-estar físico. Esse estudo avaliou irmãos gêmeos em que um dos irmãos passou por processo de separação e o outro não. Os que tiveram casos de divórcio aparentavam ser dois anos mais velhos que os que não passaram pelo mesmo tipo de crise.

8. Antidepressivos

O combate ao estresse também foi um fator que afetou significativamente o aspecto físico dos gêmeos do experimento anterior. Os pesquisadores acreditam que os antidepressivos acarretam o relaxamento muscular do rosto, causando a flacidez da pele.

9. Filtro labial “achatado”

filtro labial é uma pequena depressão entre as narinas e o arco do cupido, sendo uma região importante para o aspecto visual do rosto. Na juventude, as colunas desse filtro são ressaltadas, mas, ao longo do tempo, ficam mais achatadas. Porém, há um truque de maquiagem para deixar o rosto visualmente mais jovem: use o corretivo para escurecer o filtro, criando um efeito de sombra, e passe um pouco de iluminador acima do lábio superior.

Bônus: é melhor não ficar esperando que a genética faça um milagre

Contrariando a crença popular, a genética não desempenha um papel central no processo de envelhecimento. Por exemplo, se uma mulher aparenta ter 30 anos aos 50, isso não quer dizer que sua filha não terá nada com o que se preocupar no futuro. Cientistas elaboraram um estudo, observando um grupo composto por quase mil pessoas durante 12 anos. Durante a análise, eles descobriram que alguns dos participantes estavam envelhecendo três vezes mais rapidamente do que outros. Assim, durante um ano, alguns integrantes não sofreram alterações fisiológicas enquanto outros pareciam ter ficado três anos mais velhos. Quando os participantes completaram 38 anos, sua idade biológica não coincidia com a idade cronológica. Os que estavam em “melhores condições” pareciam ter 28 anos (idade biológica), enquanto os que estavam pior pareciam ter 61 anos.

Segundo os autores do estudo, apenas 20% do envelhecimento é genético. Fatores como prática de esportes, alimentação saudável, exames médicos regulares e o não uso do cigarro têm uma importância maior.

E você, aparenta ser mais novo ou mais velho do que outras pessoas de sua idade? Compartilhe seus segredos para vencer a luta contra o tempo!

Compartilhar este artigo