Incrível
Novo Popular
Inspiração
Criatividade
Admiração

18 Mulheres que converteram o feminismo não em luta, mas em ação

Hoje, a palavra “feminismo” frequentemente causa desprezo no rosto de algumas pessoas. Mas, apesar de todos os preconceitos, esse movimento realmente muda a vida para melhor. As mulheres salvam as garotas oprimidas, promovem a ciência e o esporte ou simplesmente fazem o que amam e que antes era inacessível.

No Incrível.club nos inspiramos em mulheres de vontade forte que demonstraram com fatos que o verdadeiro significado do feminismo não é uma guerra contra os homens, mas justiça, ação e igualdade.

Wendy Rexton e sua filha Kelly Rexton são pilotos do mesmo voo da companhia aérea Delta, de Los Angeles a Atlanta.

Uma mulher corajosa, Vida Movahed, tirou seu hijab em uma das ruas mais movimentadas do Irã e lançou um movimento de protesto contra o uso dessa vestimenta.

Elspeth Beard, a primeira inglesa a dar a volta ao mundo em uma motocicleta

“Minha filha, há 6 anos, não teve medo do fogo graças a esta mulher e ficou encantada com ela. Hoje nos encontramos por acaso”

A astronauta da NASA, Peggy Whitson, retorna depois de 288 dias no espaço. Hoje, ela tem um recorde entre os astronautas americanos

Esta enfermeira australiana foi a segunda mulher na história a levantar as lendárias pedras do fortão Donald Dinnie. Seu peso total é de 333 kg

“Muito orgulhoso da minha pequena campeã”

“Grande campeã da feira de ciências — 2019. Escola primária”.

Waris Dirie, aos 13 anos, fugiu do deserto para não se casar com um homem de 70 anos. Ela se tornou uma modelo famosa e embaixadora da boa vontade da ONU

Karen Uhlenbeck foi a primeira mulher a receber o Prêmio Abel de matemática

Margo Hayes é a primeira alpinista a superar a rota de dificuldade 9a +

Uma garota que trabalha no campo petrolífero do Alasca adora seu trabalho e tenta atrair novos funcionários

Billie Jean King é a mesma jogadora de tênis que em 1973 desafiou o astro da modalidade, Bobby Riggs, e derrotou-o de forma esmagadora diante de milhões de pessoas. Este evento mudou para sempre a atitude em relação ao esporte feminino

Mãe e filha: uma dupla para combater o crime na Nova Zelândia

Joênia Wapichana, a primeira mulher indígena no Brasil a se formar na Faculdade de Direito e se tornar deputada

Uma menina queniana que salvou 15.000 garotas da brutal e mortal circuncisão feminina

A primeira mulher na Arábia Saudita a tirar sua carteira de motorista

Dorsa Derakhshani recebeu o título de grande mestra e professora internacional. Hoje ela joga na equipe de xadrez dos EUA depois de se recusar a usar o hijab e entrar em conflito com a seleção iraniana

Uma mulher quebra o gelo com um martelo para nadar

Quando falam da Mulher-Maravilha, nos lembramos não de Gal Gadot, mas das protagonistas de nossa coleção. Quem lhe inspirou mais?