10 Curiosidade sobre os casamentos da realeza britânica que poucas pessoas conhecem

Embora os casamentos da realeza britânica tenham passado por algumas mudanças nos últimos anos, eles ainda se mantêm bastante fiéis a algumas tradições. Hoje em dia, por exemplo, vemos uma participação popular muito maior do que no passado, mas isso não significa que as regras e os protocolos tenham desaparecido.

O Incrível.club decidiu pesquisar algumas curiosidades dos casamentos da realeza britânica que nem todo mundo conhece. Confira agora mesmo o que conseguimos descobrir.

1. O anel que Diana recebeu de casamento se transformou na aliança de noivado que o príncipe William deu a Kate

Segundo uma fonte próxima da família real, os príncipes William e Harry puderam escolher dois objetos de sua mãe como lembrança. Embora Harry tenha escolhido a aliança, quando William começou a pensar em pedir a mão de Kate em casamento, ele decidiu dar a lembrança ao irmão.

Harry herdou duas pedras da coleção da mãe e as usou para a aliança feita sob medida para sua esposa, Meghan. Ele sabia que os diamantes eram muito apreciados pela princesa de Gales e decidiu homenageá-la dessa forma.

2. A maioria das noivas da realeza usa uma tiara emprestada no dia do casamento

Existem algumas regras para as mulheres da realeza que desejam usar uma tiara. Por exemplo, elas não podem escolher qualquer uma, precisam escolher uma entre muitas opções previamente selecionadas pela rainha ou simplesmente usar uma que a rainha mesma escolheu. Além disso, elas adiam a primeira tentativa de uso até a hora de se casarem e recebem a tiara emprestada de maneira oficial para toda a vida.

Kate, por exemplo, escolheu uma tiara menor do que a média das tiaras porque sabia que ela não lhe causaria dores de cabeça. Conhecida como Cartier Halo, foi usada pela duquesa de Cambridge apenas uma vez (pelo menos em público), justamente no dia do seu casamento.

3. Tradicionalmente, o buquê da noiva tem pelo menos alguns raminhos de mirto

A tradição de colocar mirto começou com a filha mais velha da rainha Victoria, que se casou em 1858. Segundo a história, a avó do príncipe Albert deu um ramo de mirto para a rainha Victoria e que foi plantado na propriedade de Osborne House, onde ainda pode ser encontrado.

Meghan Markle decidiu seguir a tradição. Seu buquê tinha no meio algumas flores cuidadosamente selecionadas por seu marido e tinha também a flor “não-me-esqueças”, preferida da princesa Diana.

4. Os casais da realeza são levados em uma carruagem puxada por cavalos depois da cerimônia

Depois do casamento, os noivos são levados em uma carruagem puxada por cavalos, como aconteceu com o príncipe Charles e a princesa Diana. O 1902 State Landau é reservado para a rainha dentro da Grã-Bretanha e foi usado para o passeio dos noivos depois do casamento.

Se o tempo estiver bom, o teto pode ser aberto, e isso permite que o público veja melhor os membros da realeza. No entanto, se existe ameaça de chuva, o veículo pode ser substituído pelo Gold State Coach, uma carruagem que foi usada na cerimônia de coroação de todos os monarcas britânicos desde George IV.

Outra curiosidade: embora dar uma volta em uma carruagem real pareça um sonho de princesa, na verdade a experiência pode causar náuseas, e isso foi confirmado pela duquesa de Cambridge e pela própria rainha Elizabeth II.

5. A rainha Elizabeth II recebeu cupons para pagar seu vestido de noiva

O casamento da rainha Elizabeth II aconteceu pouco tempo depois da Segunda Guerra Mundial, período em que a Grã-Bretanha enfrentava grande racionamento. Na época, o racionamento era feito em esquema de cupons, e a realeza precisou usá-los para comprar material para o vestido. Como ele não era nem um pouco barato, a monarca recebeu como presente do povo muitos cupons, mas precisou devolvê-los, pois não era permitido usá-los.

6. A princesa Beatrice se casou (em segredo) usando um vestido icônico que pertenceu à rainha Elizabeth II

A princesa Beatrice se casou em segredo com Edoardo Mapelli na Capela Real de Todos os Santos, em Royal Lodge, e contou com apenas 20 convidados. Para a cerimônia, ela escolheu um vestido vintage de um dos estilistas da realeza que já havia sido usado pela rainha em pelo menos três ocasiões.

O romântico vestido tem tons em marfim e está decorado com brilhantes do peito até a metade da saia. Ele foi usado pela rainha pela primeira vez em 1961. As outras duas vezes foram a estreia do filme Lawrence da Arábia, em 1962, e a abertura do Parlamento, em 1966. Mas ele foi remodelado para o casamento da princesa, sobretudo nas mangas.

7. A tradição do vestido branco foi estabelecida pela rainha Victoria

Antigamente os vestidos brancos eram usados pelas mulheres da corte e as noivas usavam vestidos de diferentes tons. O vermelho, por incrível que pareça, era um dos mais usados. Em 1840, a rainha Victoria decidiu começar uma nova tradição e escolheu o branco para o seu casamento.

8. Kate Middleton fez uma maquiagem de noiva sem a ajuda de profissionais

Embora Kate Middleton pudesse ter escolhido os melhores maquiadores do mundo, ela afirmou que ninguém conhece seu rosto tão bem como ela e portanto ninguém poderia fazer uma maquiagem como ela. Kate foi a primeira noiva da realeza desde a rainha a caminhar ao altar sem a ajuda de especialistas.

Muitas pessoas pensaram que sua cunhada, Meghan Markle, havia tomado a mesma decisão, já que a maquiagem no dia de seu casamento parecia muito natural. No entanto, isso não aconteceu. O trabalho foi feito por seu amigo Daniel Martin, um maquiador profissional.

9. Diana e Charles criaram o tradicional beijo em público

Dizem que o príncipe Charles se esqueceu de selar os votos com a princesa Diana com um beijo. No entanto, depois ele compensou seu erro e com a princesa iniciou uma nova tradição: o beijo em público na varanda do Palácio de Buckingham. Mas o caso de Meghan e Harry foi um pouco diferente, já que eles não se beijaram na famosa varanda, mas sim nas escadas da capela onde se casaram.

10. Os noivos guardam a parte superior do bolo de casamento para o futuro batizado de seus filhos

“William e Catherine
29 de abril de 2011”

Segundo a tradição, os recém-casados guardam uma parte do bolo para o futuro batizado de seus filhos. Como se isso não bastasse, houve casos em que uma parte do bolo foi colocada em leilão ou até mesmo em um museu, como ocorreu após o casamento da rainha Victoria, no século XIX.

Você gosta de casamentos? Qual é a sua parte preferida da cerimônia e da festa? E na sua família, existe alguma tradição que noivas e noivos devem seguir? Conte nos comentários.

Compartilhar este artigo