Incrível
Incrível

Papai Noel raspa a cabeça para visitar crianças e o motivo é simplesmente lindo

Todos os anos, é esperado do Natal muito presentes, fartura de comida e belas risadas. Gostamos de estar reunidos com quem nos faz bem, desejamos que o próximo sempre seja melhor que o anterior e nunca esquecemos de fazer as clássicas fotos em família.

Incrível.club, então, relembra uma campanha produzida pela Canon que, além de fazer registros de um momento tão nobre, promoveu a alegria das crianças e disseminou o verdadeiro espírito natalino. Acompanhe.

A campanha

Neste mês de dezembro, o comercial de Natal da Canon celebra mais um ano. A campanha é relembrada todos os anos porque foi muito querida e acolhida pelos internautas, além do impacto positivo na vida das crianças e de seus familiares.

Produzida no Brasil e transmitida para os demais países da América Latina, ela mostra a visita do Papai Noel ao Instituto de Tratamento do Câncer Infantil em São Paulo. Essa singela ocasião demonstrou o valor que pequenos gestos trazem para o bem estar e autoaceitação das crianças que passam por esse momento tão delicado.

O hospital ITACI

O evento ocorreu no hospital Itaci, uma instituição pública que ajuda a vida de milhares de famílias todos os dias. Hoje, faz parte de um dos mais importantes complexos na área de saúde do país, com atendimento gratuito e inclui também um centro de pesquisas.

No vídeo, intitulado “Visita Inesquecível”, o Papai Noel é recebido com muita alegria e logo surpreende a todos. Ele se sentou, tirou o gorro vermelho, começou a cortar os próprios cabelos e depois permitiu que as crianças também o fizessem. E foi assim até não restar nenhum fio.

O gesto simples arrancou belas gargalhadas das crianças e uma eterna gratidão. Também ficaram registrados, depoimentos reais dos familiares dos pacientes e funcionários do hospital.

  • “Eu estava no 3º andar e ele chegou: mãe, o Papai Noel ficou careca, mãe. Ele está igual a mim agora. Ele não se importou em raspar a cabeça.”
  • “Quando o Papai Noel cortou o cabelo, para mim foi o ápice. Mostrou, sobretudo, humanidade.”
  • “Quando as crianças estão mais alegres, facilita muito o tratamento. Elas não querem consolo, nem se fazer de coitadas; elas sabem que têm problemas e que as pessoas estão lá para ajudá-las. Elas também são felizes; sabem ser felizes.”

Você conhece outros projetos como esse?

Compartilhe conosco sua opinião nos comentários. 😉

Compartilhar este artigo