Incrível

11 Itens do nosso guarda-roupa que podem ser ilegais em outros países

7-24
10k

Todos os anos, o número de turistas que escolhem destinos exóticos aumenta. Se antigamente costumava-se viajar apenas para deitar-se na praia, hoje o principal objetivo dos viajantes são as sensações e impressões diferentes. Mas é melhor ter cuidado, se preparar e aprender com antecedência sobre a cultura dos lugares que você pretende visitar: coisas habituais podem ser consideradas inaceitáveis por lá.

Incrível.club preparou uma lista de quais peças de roupas devem ser retiradas da sua mala se você não quiser causar problemas durante suas férias nem ofender os moradores nativos.

1. Na Alemanha, você pode ser multado por usar capuz

Na Alemanha, existe uma lei que proíbe os motoristas de cobrirem o rosto. Os policiais explicam isso por uma razão simples: deve ser possível identificar o condutor pelas câmeras. A lista de itens que podem ser considerados ilegais ao volante inclui bonés de aba reta e roupas com um capuz volumoso. A multa pela infração tem valor de 60 euros (aproximadamente 275 reais).

2. É aconselhável que turistas não usem roupas pretas na África

Para quem estiver planejando ir de férias para África, é melhor escolher peças de roupa com cores vivas. E não é apenas em questão para que o calor seja tolerado mais facilmente. A mosca tsé-tsé, portadora de doenças perigosas, vive no continente. O inseto tem suas preferências por cores especificas, como o preto e o azul, além de roupas brilhantes.

3. Nos Emirados Árabes, as mulheres que usam camisetas não podem fazer compras

Os Emirados Árabes Unidos são um conjunto de países bastante conservadores. Os resorts têm um ambiente bem ocidental, mas se você for em um grande shopping center com roupas muito abertas, pode receber algum tipo de comentário sobre sua vestimenta. É recomendável cobrir os joelhos e os ombros. Em geral, existem sinalizações nos grandes centros comerciais indicando o uso da burca.

4. No Japão, uma garota com decote pode ser considerada indecente

O Japão também tem suas tradições. Nas ruas de Tóquio, você pode encontrar garotas com saias extremamente curtas, mas o decote não é muito bem visto no país. Recentemente, por causa da influência dos turistas europeus e americanos, as jovens japonesas começaram a se permitir usar roupas mais abertas, mas a geração mais velha ainda considera o decote algo indecente.

5. No Irã, o tecido jeans é considerado “provocativo”

O jeans não é bem-vindo no Irã. Os estudantes locais foram proibidos de usar calças justas. As autoridades explicam a decisão pelo desejo de cumprir as tradições e pelo fato de que o nome do tecido é semelhante à palavra “Jinn” que significa gênio e é considerado um espírito maligno.

6. Utilizar calçados inadequados para passeio nas reservas em alguns locais da Europa é proibido

Uma multa, em vez de um belo passeio, é o que você pode ganhar em alguns parques nacionais da Europa. Por exemplo, na Ligúria, Itália, aqueles que vão explorar os longos caminhos da montanha com sandálias ou chinelos terão que desembolsar até 2.500 euros (aproximadamente 11.250 reais). Na Croácia, também existe uma proibição para esses tipos de calçados para exploração de terrenos difíceis. A justificativa é que os turistas ficam feridos e a evacuação tem que ser feita por helicóptero, que custa caro.

7. Na Holanda, casacos de pele não são muito bem vistos

Os defensores dos animais são muito ativos na Holanda. Embora não exista uma lei que proíba os amantes de peles naturais, você pode ser confrontado pelos cidadãos nativos que não concordam com essas práticas. E nem sempre os casos se limitam apenas a uma confrontação: já houve ocasiões em que foram atirados ovos e tomates em mulheres que usavam pele animal.

8. Em Granada e Veneza existe uma proibição para roupas de banho

O uso de roupas de banho é apenas apropriado na praia — é assim que pensam as autoridades de Granada, na Espanha. Aqueles que aparecerem com trajes de banho pelas ruas da cidade estão sujeitos a uma punição severa: multa de 270 dólares (aproximadamente 1.800 reais) ou seis meses de prisão. As autoridades de Veneza compartilham do mesmo pensamento: a cidade do amor, que encanta os turistas com seus belos canais, também proíbe o uso de roupas de banho pela cidade. Quem assumir o risco poderá desembolsar até 250 euros (aproximadamente 1.150 reais) de multa.

9. O governo sul-coreano desaprova as minissaias

É difícil imaginar uma girl band coreana no palco sem garotas de minissaias. Mas o governo do país não vê com bons olhos o comprimento desta peça de roupa. Usar minissaia em locais públicos é considerado uma quebra da ordem. No entanto, parece que isso não impede as fashionistas de usarem a peça.

10. Nas Bahamas, o uso de estampa camuflada é apenas para militares

Roupas com a estampa de camuflagem são proibidas em vários países porque ela é considerada desagradável, especialmente em locais em que ocorre algum distúrbio civil. Portanto, é melhor deixar as camisetas e shorts com essa impressão em casa.

11. No Reino Unido, os turistas não podem entrar em todos os lugares com roupas com estampas de animais

Mesmo que você goste de blusas de oncinha ou calças de zebra, guarde-as se for em um parque safári. De acordo com as normas de segurança dos britânicos, visitantes com essas estampas não podem entrar. Os animais ficam nervosos ao verem uma coloração familiar. Entre as estampas proibidas também estão as de girafa, tigre e hiena.

Bônus: até 2013, era proibido usar calças em Paris. A menos que você andasse de cavalo ou bicicleta

A lei que proibia o uso de calças nas ruas da capital francesa estava em vigor havia mais de 200 anos. Na prática, ninguém a seguia nas últimas décadas, mas formalmente havia uma punição. A regra valia apenas para as mulheres e previa exceções apenas para aquelas que conduziam um cavalo ou andavam de bicicleta.

Nós apreciamos o cuidado com o bem-estar dos animais nos parques. Você já encontrou alguma regra incomum para o código de vestimenta no exterior? Conte para a gente na seção de comentários.

Imagem de capa depositphotos
7-24
10k