Incrível
NovoPopular
Inspiração
Criatividade
Admiração

11 Regras de etiqueta pouco óbvias, surgidas nos últimos 10 anos

8-25
362

Muitas regras de comportamento, que estamos acostumados a seguir diariamente sem pensar, já existem há vários séculos: ceder o lugar aos idosos, não deixar os cotovelos sobre a mesa, não falar de boca cheia, entre outras. No entanto, com o avanço da tecnologia das últimas décadas, surgiram inúmeras situações para as quais ainda não existem regras oficiais estabelecidas.

Nós, do Incrível.club, decidimos resolver essa questão e, tomando como base a experiência dos internautas, compilamos um pequeno conjunto de regras de etiqueta social, para uma convivência saudável no século XXI.

Não envie felicitações ou memes para todos os contatos telefônicos

Se quiser parabenizar familiares ou amigos próximos por uma data especial, tire alguns minutos e escreva uma felicitação pessoal e aproveite para perguntar como ele ou ela está. Os GIFs e as mensagens com versos banais há muito tempo não divertem a maioria das pessoas. Muitas vezes, essas mensagens enviadas para todos da lista de contatos, nem são respondidas.

Deixe seu número de telefone caso seu carro estacionado bloqueie a saída de outo veículo

A falta de espaço para estacionar é um problema moderno bem conhecido, por isso se precisar parar em um local inapropriado, deixe sempre o seu número de telefone.

Não faça videochamadas sem avisar

A pessoa para quem você liga, no momento pode estar no banheiro, comendo ou descansando. Uma videochamada a coloca diante de uma escolha comprometedora: atender e deixar que a vejam em um estado ridículo ou desligar, ofendendo quem está ligando. É prática comum enviar uma mensagem de texto e pedir permissão antes de fazer uma videochamada, para não pegar a pessoa desprevenida.

Não faça pedidos de amizade a pessoas que mal conhece

Cada um tem a sua política de “amizade”, e nem todos os usuários de redes sociais estão interessados ​​em fama e nos lucros dos blogueiros. Muitas pessoas, especialmente nos últimos anos, não procuram expandir seu público e compartilham conteúdo apenas com um grupo restrito de amigos mais próximos.

Se você perceber que um conhecido tem poucos amigos e um perfil privado, não lhe envie uma solicitação de amizade. Seu gesto amigável pode colocar a pessoa diante de uma escolha desagradável: rejeitar o pedido e magoar os seus sentimentos, ou adicioná-lo à lista de amigos, mesmo não querendo.

Não peça para votar no seu amigo ou familiar

Toda mãe ou pai tem certeza que seu filho é o mais talentoso, mas muitas vezes, eles não percebem que pedir aos amigos, colegas e conhecidos para votarem em seus filhos é, basicamente, um pedido para trapacear. Tudo bem compartilhar um link do concurso com os trabalhos de todos os participantes. Mas enviá-lo para toda a lista de contatos com um pedido de voto para o seu filho, não é apropriado.

Não poste fotos com outras pessoas sem pedir permissão

Publicar fotos com outras pessoas sem pedir permissão e pior, marcá-las com o nome, é uma grave violação de privacidade. Principalmente, quando se trata de fotos de festas ou de convidados.

As pessoas, por vários motivos, podem não querer que sua aparência, presença em um determinado lugar ou no interior de suas casas se tornem públicos. Sempre peça permissão antes de postar fotos de outras pessoas se não estiver certo da reação delas.

Não tire muitas fotos em eventos

Se você for convidado para um casamento ou outra celebração familiar, tente não tirar muitas fotos. Algumas pessoas acham que documentar cada detalhe seja um gesto bacana, mas não levam em conta que, em primeiro lugar, fotografar o tempo todo pode incomodar os outros, inclusive os convidados de honra e, em segundo, eles próprios acabam não aproveitando a festa com os familiares, o que é muito mais importante que centenas de fotos.

Não espalhe fofoca on-line

Fazer fofoca não é bom do ponto de vista moral. Ao divulgar boatos sobre alguém em mensagens, há sempre um risco considerável de que elas sejam vazadas para o protagonista do fuxico. Na vida, o fofoqueiro pode negar tudo e até ’livrar sua cara’, já no caso das conversas on-line, não tem como escapar, pois sempre haverá provas a mão.

Avise quando ligar o viva-voz

Ligar o viva-voz nem sempre é apropriado e pode pegar desprevenidas tanto as pessoas ao seu redor quanto aquela com quem você fala ao telefone. Antes de colocar a ligação no modo viva-voz certifique-se de que não será incômodo para ambos os lados.

Não se esqueça de avaliar os serviços

A renda de profissionais da área de serviços, muitas vezes depende diretamente da nossa avaliação: quanto mais alta, mais pedidos ou clientes eles têm. Se você gostou do serviço, não tenha preguiça de deixar um comentário, ou avaliar o trabalho com estrelas. Entregadores, motoristas de táxi e garçons podem ficar muito decepcionados ao não receber nenhum feedback, quando fazem o possível para nos servir bem.

Não demostre aborrecimento se receber uma chamada na hora errada

Às vezes, podemos receber uma chamada no momento mais inoportuno: quando estamos dirigindo, pagando as compras no caixa do supermercado, ou levando o filho à escolinha. É especialmente irritante quando a chamada é sobre um assunto trivial. Se em tal situação você não consegue conversar com educação e gentileza, é melhor nem atender. Afinal, a pessoa em quem você desconta a sua raiva, não precisa saber que nesse momento você está correndo com um monte de sacolas pesadas, de salto alto, debaixo de chuva.

Que outras regras modernas de etiqueta você acha que poderiam ser adicionadas a nossa lista? Comente.

8-25
362
Compartilhar este artigo