Incrível
Incrível

9 Erros ao planejar uma cozinha que dificultam sua vida

Para muita gente, a cozinha deve ser o lugar mais aconchegante da casa. Afinal, a família costuma passar muito tempo nesse ambiente, que, além de confortável, precisa ser prático. Contudo, alguns erros no planejamento podem fazer da cozinha um problema permanente. Você decidiu colocar o fogão bem ao lado da geladeira ou colocar piso laminado? Então este post é a sua cara!

Incrível.club reuniu alguns dos mais típicos erros cometidos ao se projetar uma cozinha doméstica, trazendo também uma série de dicas úteis para todo mundo que tem o objetivo de criar a cozinha perfeita (ou de reformar a que já tem).

1. Eletrodomésticos na altura errada

Não vale a pena colocar os eletrodomésticos de cozinha em lugares altos nem baixos demais. Use sua própria estatura como guia: geralmente, a altura ideal é no nível da cintura. Por exemplo, é melhor instalar o forno mais afastado do chão, embora não estejamos muito acostumados com isso. Porém isso evita que você precise agachar sempre que for abri-lo.

2. Armários pesados em paredes leves

Antes de pendurar estantes e armários, verifique a segurança das paredes. Os móveis de armazenamento só podem ser instalados em paredes mestras, aquelas que dão sustentação ao imóvel. Uma parede fina, de gesso, não suportará o peso, então é melhor não se arriscar. Caso não tenha outra opção, instale suportes específicos nas paredes frágeis para poder fixar os armários.

3. Pia com forma “irregular”

É preciso pensar bem na hora de escolher a pia. Não leve em conta apenas a beleza, pois o mais importante é que ela seja prática. Mas se você sempre gostou muito das pias redondas, não adianta instalar uma quadrada, caso isso provoque um eterno incômodo. A pia da cozinha deve ser espaçosa e aguentar altas temperaturas. Também é importante escolher a profundidade adequada: segundo os especialistas, entre 160 e 200 mm é a medida ideal.

4. Cantos mortos

Toda cozinha tem seus cantos e esquinas. Numa cozinha pequena, que requer o aproveitamento de cada centímetro, é importante pensar bem em como ocupar os cantos vazios. Um móvel com bandejas giratórias num desses cantos é o substituto ideal para as incômodas gavetas. Portas dobráveis são mais caras, porém são fundamentais para que você aproveite mais o espaço.

Gavetas específicas para cantos ou em diagonal também são ótimas alternativas para áreas que ficam sem uso. Dá até para instalar o fogão ou a pia nesses cantos, sem esquecer de instalar uma boa iluminação.

5. Problemas painéis de vidro na cozinha

Muita gente adora painéis de vidro na cozinha. E não negamos, eles ficam realmente lindos. Por baixo do vidro, você pode até colocar uma bela decoração. Contudo, vale a pena lembrar que esses acessórios acabam acumulando pó e sujeiras em áreas onde é difícil limpar. A cada refeição preparada, é provável que novas manchas apareçam. Já o desejo de economizar comprando um vidro de baixa qualidade resultará em rachaduras. E isso deixará sua cozinha bagunçada e feia.

  • Caso você realmente queira instalar um vidro, encomende uma peça única, em vez de vários pedaços colocados juntos.
  • O painel mais seguro e duradouro é em vidro temperado. Não economize em material.

6. Iluminação deficiente

Iluminação é algo muito importante numa cozinha. Ambientes em cores claras parecem mais bem iluminados, mas se você preferir armários e paredes escuros, não deixe de instalar a quantidade necessária de lâmpadas. É preciso ter vários níveis de iluminação na cozinha: a luz principal de cima, a luz direcionada para a área de trabalho e uma bela luminária na mesa da sala de jantar (se você tiver uma).

Também é importante colocar os interruptores e as tomadas em lugares práticos. Seja como for, vale a regra: quanto mais luz na cozinha, mais agradável será ficar naquele ambiente.

7. Espaços abertos sob os móveis

Se você teve a ideia de instalar móveis com pés bonitos, mas mantendo aberto o espaço sob eles, pense melhor no assunto. Leve em conta que isso criará a obrigação de limpar o local constantemente, já que haverá acúmulo de sujeira e de objetos pequenos, que teimarão em se esconder ali. Portanto, é melhor encomendar a produção de placas para fechar esses espaços.

Além de protegerem a área sob os móveis da poeira e dos restos de comida, essas placas deixarão a cozinha parecendo mais organizada. Elas têm uma altura padrão variando de 10 a 15 cm.

8. Falta de espaço de trabalho no balcão

Para que uma cozinha seja prática, é preciso ter áreas de trabalho entre a geladeira, a pia e o fogão. Afinal de contas, você precisará retirar os alimentos da geladeira, lavá-los e, finalmente, cozinhá-los.

Além disso, o fogão não deve ser instalado junto à geladeira. Do contrário, sua vida útil será bem curta. Ao aquecer demais por conta das altas temperaturas, a geladeira funcionará sempre no máximo para manter o frio, consequentemente, acabará dando defeito. Entre o fogão e a pia também é recomendável manter uma distância de pelo menos 40 cm, para evitar o acúmulo de umidade próximo ao fogão.

9. Piso inadequado para cozinhas

Embora o piso laminado seja super popular, é melhor não instalá-lo na cozinha, já que a umidade pode fazer com que estufe. Com isso, você sempre ouvirá um barulho incômodo ao andar sobre ele. Já um piso totalmente cerâmico não cria uma sensação acolhedora: seus pés ficarão sempre frios, e pratos caídos acidentalmente podem quebrar ou rachar o piso.

Por isso, a melhor solução é uma combinação de cerâmica com parquet de madeira tratada termicamente. A cerâmica deve ser instalada diretamente do lado da superfície de trabalho, enquanto que a madeira deve ficar reservada para a área onde você e sua família fazem as refeições.

Você já cometeu erros ao planejar uma cozinha? O que tem a dizer sobre eles? Deixe seu comentário!

Imagem de capa Depositphotos
Incrível/Dicas/9 Erros ao planejar uma cozinha que dificultam sua vida
Compartilhar este artigo
Você pode gostar destes artigos