Incrível
Incrível

14 Coisas que pensávamos durar a vida toda, mas que, na verdade, têm data de validade

Do ponto de vista financeiro, querer comprar uma cadeirinha de bebê usada faz sentido. Porém, mesmo o acessório obrigatório para transportar crianças em veículos com segurança tem uma data de validade, variando de marca para marca. O que acontece é que tendemos a verificar a data de validade apenas de produtos perecíveis, como alimentos, remédios e cosméticos. Justamente por isso, é bom saber que itens não perecíveis também têm um limite de vida útil.

Nós, do Incrível.club, fizemos algumas descobertas sobre produtos incomuns que também perdem eficácia ao longo do tempo. Continue lendo e confira as surpresas que encontramos.

1. Filtros de linha portáteis precisam ser trocados a cada dois anos

Geralmente, os filtros de linha e as extensões elétricas não vêm com data de validade. Porém, à medida que o tempo passa, a eficiência de tais itens é reduzida. Logo, caso não se lembre de quando comprou o seu filtro de linha, talvez esteja na hora de substituí-lo. Além disso, caso encontre marcas de queimado em torno dos soquetes, ou se perceber que qualquer coisa conectada ao filtro está piscando, é o momento de comprar outro.

Lembre-se: filtros de linha representam riscos de incêndio, apesar de pouca gente saber disso. Qualquer curto-circuito ou faísca pode desencadear um fogo de grandes proporções, então o ideal é trocar suas extensões a cada um ou dois anos.

2. Chinelos precisam ser trocados a cada seis meses

Para dizer de forma simples, chinelos usados em casa podem ser extremamente anti-higiênicos. Como os usamos do banheiro à cozinha, com o tempo eles podem acabar espalhando micro-organismos por seu lar. Ainda que sejam lavados regularmente, o ideal é trocá-los a cada seis meses. Isso também é bom para os pés.

3. Sutiãs estragam entre seis meses e um ano

Sutiãs e outras peças de roupa íntima duram mais quando as usamos e lavamos do jeito certo. Caso você use determinado sutiã regularmente, não dá para esperar que ele dure mais do que seis meses a um ano. Se o sutiã não estiver mais dando suporte por estar com o elástico frouxo, taças amassadas ou a armação cutucando a pele, está na hora de trocá-lo.

As mesmas regras valem para outras peças de roupa íntima: qualquer desgaste, descoloração ou rasgo indica que chegou o momento de ir à loja de lingerie.

4. Especiarias perdem sabor dentro de um a quatro anos

A maioria dos temperos vendidos no comércio traz uma data de validade na embalagem. Mas se a informação não estiver mais visível, ou se você mesmo prepara suas próprias especiarias, é bom seguir este guia. Apesar de temperos não “expirarem”, é fato que eles perdem aroma e outras propriedades.

Ervas secas costumam durar de um a três anos, enquanto temperos moídos/em pó podem ser usados por dois a três anos. Já especiarias inteiras, desde que armazenadas corretamente, mantêm o sabor por até quatro anos.

5. Em média, a vida útil de um perfume é de três anos

Se você tiver um perfume preferido, possivelmente não precisará jogar o frasco fora caso o utilize em até um ano. Já se gostar de ter várias fragrâncias e tiver uma coleção delas, é bom saber que a maioria das marcas atribui a seus produtos uma vida útil de três anos.

Vale ressaltar que você pode seguir usando seu perfume desde que a fragrância continue a mesma. Via de regra, os perfumes começam a estragar após um tempo, e o odor pode ficar azedo, ácido e às vezes até cheirando a ovo. É quando sabemos que está na hora de comprar um novo frasco.

6. Troque seus travesseiros a cada dois a três anos

O simples ato de usar o travesseiro significa sujá-lo. Com o tempo, ele absorve a oleosidade da pele, resíduos, células de pele morta e ácaros, sem falar nas manchas que aparecem. Com isso, tendem a se tornar o ambiente ideal para bactérias e agentes alérgenos.

Não se esqueça de remover manchas e secar seus travesseiros ao sol a cada um ou dois meses, lavando-os com um sabão suave a cada semestre. E ainda assim, o ideal e substituí-los a cada um ou dois anos.

7. Colheres de pau e conchas duram um ano

Com o tempo, colheres de pau e conchas ganham pequenas lascas e rachaduras. Sem falar que elas ficam encharcadas com óleo. Ainda que você limpe esses acessórios com cuidado, as chances de bactérias continuarem se desenvolvendo em pequenos espaços são grandes.

Um bom truque é colocar colheres de pau e conchas em água fervente. Se o líquido ganhar um aspecto ou cheiro desagradável, chegou a hora de trocá-las. Mas não é preciso esperar que fiquem nojentas: você pode fazer trocas anuais. As antigas podem virar itens úteis para jardinagem.

8. Tênis de corrida possuem limite de quilometragem

Boa parte dos fabricantes de tênis de corrida diz que tais produtos devem ser trocados a cada 725-885 quilômetros. Ou seja, se correr oito quilômetros por dia, precisará substituir os tênis dentro de 90 a 110 dias.

Obviamente, se você corre com menos frequência ou usa os tênis mais para treinar na academia do que para correr no asfalto ou na terra, eles podem durar mais. De forma geral, quando o calçado começa a causar desconforto ou dor no pé, significa que você precisa de um substituto.

9. Geralmente, toalhas duram três anos

Se você está entre as pessoas que lavam as toalhas após três ou quatro banhos e as penduram para secar, especialmente sob o sol, é provável que elas durem mais. Claro que isso depende também da qualidade da toalha. Lembre-se que, como elas são passadas por todo o corpo, a tendência é que se tornem anti-higiênicas rapidamente.

Mesmo lavando-as regularmente, trocá-las a cada três anos é uma ótima ideia. Você pode dar nova utilidade às toalhas velhas usando-as como panos para a limpeza da casa.

10. Escovas de cabelo devem ser trocadas a cada seis meses

Quando escovamos o cabelo, transferimos células mortas e resíduos de produtos para a escova. Com o tempo, tudo isso fica acumulado, deixando o acessório muito anti-higiênico. O desgaste das cerdas também compromete sua vida útil. Remover os fios de cabelo a cada uso e lavar a escova uma vez por semana pode prolongar sua data de validade.

Ainda assim, entretanto, o ideal é substituí-la a cada seis meses para manter a saúde das madeixas e do couro cabeludo.

11. Esponjas e buchas de banho precisam ir para o lixo após um ou dois meses

Banheiros abafados, molhados e úmidos são os ambientes perfeitos para o crescimento de bactérias e fungos. Buchas e esponjas corporais são particularmente vulneráveis a ataques de micro-organismos. Logo, especialistas recomendam que buchas vegetais sejam trocadas mensalmente, enquanto as sintéticas duram até dois meses.

Não se esqueça de espremê-las após cada uso e deixá-las secando ao ar livre.

12. Cadeirinhas para transporte de crianças precisam de substituição após seis a dez anos

Aceitar a oferta daquele amigo e ficar com uma cadeirinha já usada para transportar seu novo bebê parece uma ideia tentadora. Mas antes disso, saiba que esses acessórios também têm data de validade. Geralmente, elas duram de seis a dez anos.

Não é apenas o desgaste natural que faz com que as cadeirinhas deixem de ser viáveis, mas também mudanças nas legislações de segurança, recalls e limites estabelecidos após testes feitos pelos fabricantes.

13. Capacetes duram de três a cinco anos

A maioria dos capacetes traz a data de validade indicada na embalagem. Mas caso a informação deixe de ficar visível após usos constantes, saiba que boa parte deles dura de três a cinco anos. Desde que o acessório não tenha sofrido danos, é claro.

Se o capacete for usado apenas ocasionalmente, é possível trocá-lo a cada sete anos. A espuma e a cola presentes na parte interna não duram mais que isso.

14. O sal pode ser consumido por três a cinco anos

O sal, propriamente, não estraga. No entanto, o produto costuma ser vendido com a adição de substâncias como iodo e antiaglomerantes, capazes de tirar o sabor e a eficácia do produto, deixando-o com grânulos. Assim, o melhor é trocar o sal a cada três ou cinco anos. Você pode conferir este guia para ter mais informações.

Qual das datas de validade citadas acima mais chamou sua atenção? Sabe de outros produtos que costumam ter a vida útil ignorada pela maioria das pessoas? Comente!

Imagem de capa Pixabay.com, Pexels.com
Incrível/Dicas/14 Coisas que pensávamos durar a vida toda, mas que, na verdade, têm data de validade
Compartilhar este artigo