Incrível
Incrível

10 Produtos que não vale a pena comprar mesmo que as propagandas nos persigam

Atualmente a variedade de produtos nas prateleiras das lojas é impressionante! Sempre temos a oportunidade de escolher o modelo mais adequado do mesmo item produzido por uma dúzia de fabricantes diferentes. Porém, às vezes essa abundância nos leva à compra de produtos desnecessariamente caros ou pouco úteis.

Nós, do Incrível.club, decidimos descobrir com quais produtos é possível reduzir nossos gastos, se não cair nas armadilhas de consumo. Descubra você também!

10. Acessórios para smartphones

A indústria de acessórios para smartphones cresce a todo vapor. As lentes para câmera, carregadores sem fio, suportes de smartphone para carros, tripés e muitos outros acessórios são lançados a cada ano. Não faz muito tempo, o mundo viveu a “febre” do pau de selfie, mas agora, graças à popularidade do TikTok, os anéis luminosos para celulares estão no auge da moda. Porém, antes de fazer uma compra de tal acessório, vale a pena se perguntar honestamente se ele será usado realmente ou logo ficará esquecido e largado, só juntando poeira no cantinho da gaveta.

9. Sabonetes artesanais

Sejamos honestos, usar um sabonete em um formato sofisticado e complexo é muito mais inconveniente do que uma barra arredondada ou um sabonete líquido. Mesmo se o aroma e a composição do produto são importantes e insubstituíveis, sempre podemos comprar sabonetes artesanais no formato tradicional, que pelo menos será um pouco mais barato pois é mais fácil de ser feito.

8. Produtos de beleza duvidosos

Muitas vezes caímos em jogadas de marketing na hora de comprar cosméticos. Cativados por ilusões, esperamos que o queixo duplo desapareça em cinco minutos graças à máscara de levantamento facial, e cílios postiços magnéticos resolverão para sempre o problema da maquiagem dos olhos.

Mas no final das contas esses produtos raramente funcionam da maneira anunciada. Portanto, se você já fez esse tipo de compra, lembre-se do fracasso toda vez que encontrar um novo item intrigante mas obviamente duvidoso.

7. Água de marca

Água em copos, garrafas de vidro ou outros recipientes inventados por profissionais de marketing criativos com certeza parece mais atrativa. Mas vale a pena lembrar que a satisfação momentânea de tal compra não justifica o preço alto do produto.

Em geral, a compra de água engarrafada é um gasto bastante duvidoso. É melhor comprar uma garrafa esportiva que resolverá o problema de uma vez por todas, além de ajudar a economizar o dinheiro e diminuir o descarte de embalagens no meio ambiente.

6. Aparelhos de cozinha de uso restrito

Todos nós, pelo menos uma vez na vida, já compramos uma churrasqueira elétrica, uma máquina para fazer waffles ou iogurte e outros aparelhos de cozinha semelhantes que, após algumas vezes de uso, pararam no canto mais distante do armário.

No entanto, às vezes nos sentimos tentados a comprar uma máquina de pipoca ou de algodão-doce. Nesse caso, o único conselho é não ter pressa e pensar por pelo menos três dias se esse aparelho é realmente necessário.

5. Guardanapos de cera

A moda sustentável, baseada na preservação do meio ambiente, está sempre nos oferecendo algo novo e é uma tendência admirável. Mas enquanto a compra de talheres de madeira ou escova de dentes de bambu ainda pode ser justificada, a compra de outros itens às vezes não tem explicação.

Os guardanapos de cera, por exemplo, são apenas pedaços de papel embebidos em cera de abelha, usados para embrulhar alimentos em vez de papel alumínio ou filme plástico. Entretanto, os alimentos podem ser armazenados em recipientes de aço ecologicamente corretos. Será muito mais barato e não vai gerar resíduos.

4. Sacos plásticos com fecho de correr

Em alguns casos esses saquinhos são realmente úteis, sendo, por exemplo, uma alternativa para as lancheiras, pois ocupam menos espaço na bolsa do que um recipiente. Além disso, podem ser úteis em outros casos da vida cotidiana.

Porém, se você quiser apenas congelar alguns alimentos, embalar queijo ou pão, é consideravelmente mais barato usar sacos plásticos comuns.

3. Utensílios de cozinha de uso específico

Entre os utensílios de cozinha, de fato existem alguns surpreendentemente úteis, sem os quais é difícil imaginar a vida. Ao mesmo tempo, há muitos outros itens que são baratos o suficiente para serem comprados sem pensar duas vezes. Mas são de tão pouca utilidade que rapidamente nos decepcionam e ficam apenas ocupando espaço nas prateleiras.

2. Calçados para bebês

No primeiro ano de vida, um bebê não precisa de calçados. É melhor que esteja descalço para que seus pés se formem corretamente e o equilíbrio e a coordenação se desenvolvam naturalmente. Além disso, será muito mais confortável para ele engatinhar e andar.

O calçado infantil pode ser necessário apenas para proteger os pezinhos do frio e das superfícies ásperas, mas mesmo nesses casos é melhor comprar apenas meias antiderrapantes. Ainda mais duvidosa é a ideia de comprar calçados de marca para bebê. Isso, obviamente, é um desperdício de dinheiro, pois os bebês crescem rápido demais e esse item sofisticado será usado apenas algumas vezes.

1. Lâminas de barbear femininas

As lâminas de barbear femininas têm um visual bonito e geralmente são feitas em cores agradáveis. Mas não vale a pena pagar a mais por isso. E, a longo prazo, essa compra levará a despesas desnecessárias e exageradas, pois será preciso comprar lâminas de reposição da mesma marca, que nem sempre são baratas.

Porém, há barbeadores de metal que custam muito menos. E embora sejam anunciados principalmente para os homens como uma coisa vintage, isso não os torna menos eficazes para as necessidades das mulheres.

Na sua opinião, quais outros produtos populares que a maioria das pessoas compra caindo na armadilha do marketing? Deixe o seu comentário!

Incrível/Dicas/10 Produtos que não vale a pena comprar mesmo que as propagandas nos persigam
Compartilhar este artigo