10 Erros que muitos cometem na cozinha e nem sequer percebem

Você se garante na culinária ou culpa o fogão quando o preparo da comida não dá certo, mesmo quando é uma receita simples? Bom, se você escolheu a segunda opção, saiba que não está só. Muitas vezes, o costume, a pressa, ou até mesmo algum mito na hora de preparar uma determinada refeição impedem que a comida fique saborosa.

Nós, do Incrível.club, apreciamos uma bela e apetitosa comida, mas sabemos que algumas manias que temos na hora de cozinhar podem não favorecer nossos pratos. Por isso, solucionamos 10 erros bastante comuns na cozinha. Venha descobrir!

1. Temperar a carne minutos antes de cozinhá-la

É muito comum ver pessoas tirando alguma carne do freezer ou da geladeira e temperando minutos antes de ir ao fogo, forno ou grelha. Mas isso é um erro, pois a carne, mesmo parecendo estar cozida por fora, estará malcozida, ou crua, por dentro. A carne precisa estar em temperatura ambiente entre 15-20 minutos antes de ser preparada. “Tempero a carne às vezes com três dias de antecedência”, revelou a chef Paola Carosella.

2. Usar a mesma faca para cortar todos os alimentos

Engana-se quem pensa que está facilitando o trabalho quando usa apenas uma faca para preparar qualquer alimento. Usar a faca correta para cada corte facilita e agiliza todo o processo. Para o corte de carnes, escolha uma faca grande; para legumes, frutas e até mesmo para desossar uma ave, opte pela faca pequena; para cortar pães, a faca serrilhada é a ideal.

3. Mexer o arroz

Sabe o famoso unido venceremos? Com o intuito de ver como está ou, até mesmo, experimentar se está no ponto, algumas pessoas caem no erro de mexer o arroz, e com isso, acabam deixando-o mais empapado. Isso acontece, porque o simples fato de mexer o arroz libera amido, além de quebrar o grão.

Para deixá-lo soltinho, além de evitar mexer com força na hora de refogar, é necessário adicionar a medida certa de água — geralmente é um para um, ou um para dois, dependendo do tipo de arroz — e aguardar o tempo de cozimento sem mexer no arroz: uma média entre 20 e 30 minutos para o arroz branco; e em torno de 45 minutos para o integral.

4. Cortar a carne assim que ela termina de assar

Além de temperar a carne recém-tirada da geladeira, outro erro é cortá-la assim que termina de assar. O recomendável é, ao tirar a peça do forno, deixá-la descansando por alguns minutos, pois o próprio calor por dentro da carne ajuda a terminar de cozinhá-la e garante a suculência.

5. Usar o tipo de óleo errado

Óleo de cozinha não é tudo igual! Existem aqueles indicados para fritar e refogar, enquanto outros ficam rançosos quando usados em altas temperaturas. O azeite puro é mais leve em sabor e cor, porém não em calorias, e é ideal para cozimento em altas temperaturas, além de ser usado em molhos, como o vinagrete. Já o azeite extravirgem é mais robusto e não é indicado para cozinhar, entretanto, podemos usá-lo em molhos também.

O óleo de girassol é o mais indicado para fritar, grelhar e assar. O de soja é o ideal para fazer molhos, refogados e massas. O de milho é mais suave e serve para assar, grelhar e preparar massas de bolos e pães. O óleo de canola contém ômega 3 e pode ser usado para assar, grelhar, fritar e temperar saladas.

6. Colocar os ingredientes quando a panela ainda está fria

Outro erro muito comum é colocar os alimentos quando a panela está fria. Isso faz com que eles absorvam mais gordura. O ideal sempre é aquecer primeiro a panela, adicionar a gordura e enquanto ela esquenta, adicionar a comida. Claro, que há exceções, como no preparo de bacon.

7. Não provar os alimentos durante o preparo

Não há nada de errado em provar o alimento enquanto está cozinhando, se houver total higiene! É importante verificar se o tempero está bom ou até mesmo se a comida está no ponto e textura certa, evitando com que haja algum erro, dando tempo de consertar a receita.

8. Colocar óleo ou azeite na água na hora de preparar o macarrão

Mais um mito a ser desvendado! Colocar azeite ou óleo na água do macarrão não impede que a massa grude na panela e ainda pode deixá-lo mais pesado, dificultando a aderência ao molho. Isso acontece porque a gordura não se mistura com a água.

9. Jogar fora a água da panela

Nosso costume é despejar o macarrão no escorredor, jogando fora toda a água e é aí que está mais um erro. Essa água pode ser usada para fazer com que o molho fique mais consistente e saboroso. Por esse motivo, é recomendável transferir essa água da cocção para uma vasilha e ir misturando ao molho, que ficará mais encorpado.

10. Cortar a cebola do lado errado

Só de pensar em cortar cebolas seus olhos já lacrimejaram? Isso acontece quando cortamos em rodelas e acabamos rompendo as células da cebola, fazendo com que libere mais líquidos e acidez, que causam a ardência nos olhos.

Mas os problemas acabaram, porque há uma forma para que isso não ocorra mais: cortar do jeito certo! Sim, basta seguir o sentido da fibra da cebola, aqueles riscos que vão desde a raiz até o talo, cortando em tiras (também conhecido como corte Julienne), com isso, teremos menos líquido e menos acidez, evitando que os nossos olhos fiquem ardidos.

Agora não há mais desculpas para errar na hora de cozinhar! E você, conhece outras dicas de culinária que deixam seu prato mais saboroso? Conte para a gente na seção de comentários!

Compartilhar este artigo