Incrível
NovoPopular
Inspiração
Criatividade
Admiração

10+ Dicas para turbinar seu perfil profissional no LinkedIn e ficar mais perto do emprego dos sonhos

615-
470

Já se foi o tempo em o LinkedIn era apenas um site para atualizar currículos. Hoje, a plataforma se apresenta como a maior rede social corporativa que existe, conectando mais de 690 milhões de perfis profissionais em 200 países e territórios. Com diferentes recursos e ferramentas, o LinkedIn se tornou um excelente espaço para ter dicas de produtividade, expandir conhecimentos, conhecer profissionais e, principalmente, ter acesso a vagas disponíveis no mercado.

A seguir, nós, do Incrível.club, reunimos 10 dicas para turbinar o seu perfil no LinkedIn, chamar a atenção de recrutadores e ficar ainda mais perto do seu emprego dos sonhos. Acompanhe!

1. Como tirar a foto perfeita

Segundo especialistas do próprio LinkedIn, seu perfil tem 14 vezes mais chances de atrair recrutadores se tiver uma foto de perfil. Para criar uma boa impressão de primeira, você precisa mandar bem na foto (e não é necessário ter um superequipamento, viu?).

Aqui vão algumas dicas para tirar a foto perfeita para o seu perfil de trabalho:

  • O fundo precisa ser neutro, para diminuir “distrações” e não correr o risco de perder o foco. Ou seja: tirar a foto em frente a uma parede branca é ideal.
  • Acredite: a luz natural é melhor do que o flash da câmera.
  • Caso precise tirar a foto no estilo selfie, coloque a câmera para cima. Esse ângulo foca no olhar e faz com que o rosto e o pescoço pareçam menores.

2. O que você está vestindo importa sim

Aqui no Incrível.club, já falamos sobre como a cor que você veste pode fazer toda a diferença na hora do recrutamento. Tudo bem que a foto de perfil no LinkedIn não se compara ao impacto de uma entrevista de emprego, mas pode ter certeza que os recrutadores estão atentos aos mínimos detalhes.

A foto ideal para o seu perfil do LinkedIn deve mostrar um pouquinho dos ombros e o colo. Por isso, escolha roupas que não distraiam tanto o olhar. Isso não significa que você deve evitar peças coloridas. O importante é saber que cada cor pode dizer algo sobre a sua personalidade.

O vermelho passa a sensação de vitalidade e liderança, enquanto roupas escuras transmitem a ideia de que o candidato é confiável e seguro. Na maioria dos casos, o rosa “Barbie” deve ser deixado de lado e o azul é uma ótima escolha. Clique neste link para ver mais dicas de como o seu guarda-roupa pode te ajudar a conseguir o seu emprego dos sonhos.

3. Imagens de capa também contam (e muito!)

Para ilustrar melhor a importância de uma boa imagem de capa, nada melhor do que mostrarmos o caso da própria TheSoul Publishing. Viu como o perfil fica bem mais chamativo com uma imagem de capa animada, mostrando os ícones de projetos como o Incrível.club, do Slime Sam Sapeca e do Casal Abacate? A capa colorida resume os ideais da empresa, de compartilhar um conteúdo positivo, original e animado.

Você pode pensar em fazer o mesmo para o seu perfil. Elabore uma imagem de capa campeã, que tenha a ver com a sua carreira. Você pode pedir ajuda a um amigo ou familiar que seja craque em design ou criar a capa sozinho(a). Caso não tenha familiaridade com programas de edição de imagem, você pode recorrer a sites que disponibilizam templates gratuitamente. O Canva é uma ótima opção.

4. Desenvolver um (bom) resumo é essencial

Muitos se esquecem, mas é preciso dar importância ao resumo do LinkedIn. Afinal, o “Sobre” é uma das primeiras seções que as pessoas veem quando visitam sua página. Vale a pena investir alguns momentos para desenvolver o “cartão de visitas” ideal. Aqui vão algumas dicas:

1. O ideal é que o texto tenha, no mínimo, 40 palavras, para ter mais chances de aparecer em buscas de recrutadores.

2. Assim como no currículo, o texto deve ser profissional e bem escrito. Revise várias vezes, para garantir que não contenha erros ortográficos.

3. Tenha em mente que o resumo deve instigar o leitor a conhecer mais as suas habilidades, formações e experiências. Responda a questões profundas, como “o que te torna único(a)?”, “como os outros o(a) descreveriam?”, “para onde está indo a sua carreira?” Um toque de criatividade na hora de mostrar suas competências e traços de personalidade pode ajudar o seu perfil a se destacar.

4. Foco nas palavras-chave (mas, calma, que esse tema vale um tópico novo).

5. Por que usar palavras-chave?

No LinkedIn, cada palavra importa. Por isso, você deve estar atento à importância das palavras-chave, ou seja, termos que são relevantes para sua audiência. Inclua palavras-chave no seu perfil, para que as pessoas certas possam encontrar sua página com facilidade. Afinal, esses termos funcionam como “iscas”, que direcionam as buscas no Google e no próprio LinkedIn.

Agora, como escolher as palavras certas? Para otimizar a seleção, é preciso conhecer seu público-alvo e saber que cada pessoa pode digitar um termo diferente para buscar o mesmo cargo ou habilidade.

Por exemplo, a profissão e a função de um Criador de Conteúdo pode ter diferentes nomes, como Content Creator, Marketing de Conteúdo, Content Marketing, Author, Copywriter, e por aí vai. Então, o ideal é intercalar essas variações dentro das seções do perfil, para que as pessoas possam encontrar sua página ao buscar por qualquer um desses termos.

6. O título deve atrair seu público-alvo

O título — que é o campo localizado abaixo do nome no perfil — funciona como uma espécie de slogan. Segundo especialistas da Forbes, há uma fórmula para criar o título perfeito para seu perfil no LinkedIn: cargo e empresa + palavras-chave + um algo a mais.

  • Adicionar o cargo e o nome da sua empresa mostra o seu comprometimento com o empregador atual. Caso não esteja trabalhando no momento, lembre-se que esta não é uma regra. O especialista em LinkedIn Andrio Ferreira diz que não é preciso, necessariamente, colocar o cargo atual. Mas é aconselhável declarar em que área você atua e revelar sua expertise.
  • Depois que já falamos sobre a importância das palavra-chaves, lembre-se da dica número 5. As palavras descritas no título do LinkedIn também são indexadas nas buscas.
  • Por fim, acrescente “algo a mais” ao título, para que outras pessoas tenham interesse e desejem te conhecer. Há quem diga que fazer uma “declaração” no título, que mostre seu objetivo profissional, pode despertar a atenção do seu público-alvo.

7. Personalize a URL

Para garantir ainda mais que os recrutadores encontrem a sua página, personalize a URL (ou seja, o endereço ou o link do seu perfil). A plataforma oferece essa opção e recomenda que os usuários utilizem uma variação do próprio nome ou da marca profissional. É importante lembrar que algumas candidaturas solicitam a URL do perfil no LinkedIn, por isso, é importante que não seja um endereço “genérico”, e sim, profissional.

Siga o passo a passo para alterar a URL da sua página:

  • Clique no ícone Eu, localizado na parte superior da página inicial do LinkedIn.
  • Selecione a opção Visualizar perfil.
  • Clique em Editar perfil público e URL à direita da página (tal como mostra a imagem acima), para ser redirecionado para a página Configurações de perfil público.
  • À direita da página, você vai encontrar a caixa Altere sua URL personalizada. Clique no ícone do lápis para editar a URL.
  • Modifique o final da URL personalizada na caixa de texto.
  • Por fim, clique em Salvar.

Vale ressaltar que a URL personalizada deve conter de 3 a 100 letras ou números. E não é permitido usar espaços, símbolos ou caracteres especiais.

8. Mensagens personalizadas podem fazer toda a diferença

O LinkedIn é um espaço para desenvolvimento de redes de contato profissional. Então, ele é ótimo para você conhecer pessoas de áreas de interesse comum — mesmo que nunca tenham se encontrado pessoalmente. Uma das formas de fazer essa aproximação é enviar um convite. E saber usar essa ferramenta de forma adequada é fundamental para despertar o interesse do seu público-alvo.

A dica principal é personalizar o convite que você envia na hora de adicionar um perfil na rede de contatos. Porque a mensagem padrão “gostaria de adicioná-lo à minha rede profissional no LinkedIn” pode ser um tanto entediante.

Para criar um convite especial, vá para o perfil do usuário com quem deseja se conectar. Clique no botão Conectar, localizado no cartão de apresentação. Clique em Adicionar uma nota. Adicione a sua mensagem personalizada no campo de texto. Por fim, clique em Enviar convite.

Agora, se a sua maior dificuldade é saber como se apresentar para alguém que você nunca viu antes, anote as dicas do próximo tópico.

9. Como “quebrar o gelo”

Lembre-se que quem está no LinkedIn normalmente quer aumentar a rede de contatos profissionais e expandir conhecimentos. Por isso, sinta-se confortável em compartilhar e trocar ideias sobre conteúdos e artigos relacionados à sua área e não tenha “vergonha” de se conectar com pessoas que você não conhece pessoalmente.

O especialista em LinkedIn Pedro Caramez apresentou alguns modelos de convite do LinkedIn, que são ótimos para “quebrar o gelo”. De forma geral, é importante mencionar o motivo do convite: se é networking, crescimento profissional, interesses comuns, retomar um contato perdido, se aprofundar sobre determinado tema... enfim, aqui vão cinco opções de mensagens, que você pode adaptar à sua situação:

  • Foi bom conhecê-lo(a) no evento ____. Gostei bastante de falar sobre ____. Vamos, com certeza, voltar a conversar! Aceita o meu convite?
  • Eu estava fazendo uma pesquisa no Linkedin e fiquei bastante impressionado(a) com a sua experiência profissional. Aceite o meu convite, adoraria falar com você sobre um projeto futuro.

  • Visitei o seu perfil e reparei que trabalhou na empresa _____. Notei que também temos interesses comuns. A gente poderia conversar melhor?

  • Gostei bastante dos seus artigos sobre _____. Aceite meu convite para ficarmos conectados.

  • Eu também participo do grupo ____ no LinkedIn e vi os seus comentários sobre ____. Gostaria de manter contato com você para que possamos falar mais sobre esse tema.

10. Mostre suas habilidades

A timidez não tem vez no LinkedIn. Por isso, mostre suas habilidades e competências — isso é fundamental para que os recrutadores saibam exatamente quais são os seus pontos fortes. Para adicionar essa seção no seu perfil, toque no ícone Eu (localizado na parte superior da página inicial do LinkedIn) e depois em Visualizar perfil. Clique em Adicionar seção do perfil abaixo do seu nome e selecione Competências no menu suspenso.

Em seguida, digite o nome da sua competência e, assim que ela aparecer no menu suspenso, selecione-a. Depois que for selecionada, a habilidade será adicionada automaticamente à lista de competências.

Agora que você acompanhou todas as dicas, que tal atualizar o seu perfil no LinkedIn? Deixe suas dúvidas e sugestões nos comentários. Quem sabe suas dicas não ajudem alguém que também está na busca pelo emprego dos sonhos?

615-
470