Incrível
Incrível

15 Histórias que provam que a inocência infantil é ainda mais doce do que fotos de gatinhos

Criar filhos é um trabalho árduo. Às vezes, é difícil entender a lógica das crianças, mesmo quando os pais têm uma boa experiência de vida. No entanto, embora haja muitas dificuldades, noites sem dormir e situações embaraçosas, é simplesmente impossível não amar os pequenos. Afinal, eles são uma fonte inesgotável de alegria e inocência que muitas vezes leva a episódios engraçados.

Nós, do Incrível.club, simplesmente admiramos todas as histórias possíveis da lógica infantil e suas brincadeiras. Então, não podemos deixar de compartilhar uma nova porção de acidentes cômicos sobre isso.

  • Eu estava escrevendo um cartão de condolências. O Pedro (5 anos) perguntou o que eu estava fazendo. Falei: “Estou escrevendo uma carta para expressar condolências ao meu amigo cuja mãe foi para outro mundo”. Ficou muito quieto e disse: “É apenas um gesto gentil, não é? Você não teve nada a ver com isso?” © mirielmargaret / Twitter
  • Meu irmão decidiu explicar ao seu filho de 2,5 anos que a mãe e o pai também têm nomes. E acredite em mim, não há nada mais engraçado do que a maneira como uma criança rabugenta se vira para sua mãe e diz: “Me deixe em paz, Natália”. © acepalindrome / Tumblr
  • Uma vez, quando meu filho tinha cerca de 5 anos, fomos visitar alguns parentes. No metrô, ele chamou a atenção de uma bela jovem e disse: “Tenho muitos brinquedos”. Em seguida, acrescentou: “Se você vier para o meu quarto, vou te mostrar”. E, então, por 10 segundos, ficou imitando o som de uma moto. © estrogyn / Reddit
  • Geralmente, tiro os celulares e tablets das crianças à noite e os guardo no meu quarto. Ontem à noite, meus pequenos rebeldes engenhosamente ativaram os alarmes dos aparelhos, que dispararam ao longo da madrugada, me impedindo de dormir. Fiquei muito impressionada pela sua esperteza e pelo trabalho em equipe. Agora estão todos em “prisão domiciliar”. © mgigger / Twitter
  • Tenho uma filha de 5 anos. Estava colocando ela na cama e apaguei a luz. Já estava escuro e havia apenas algumas luzes de edifícios da nossa pequena cidade. Minha filha se sentou diante da janela e disse em voz ofegante: “Mãe, nosso mundo é lindo, olhe quanto brilho! Vamos assistir a noite toda!” Fiquei chocada ao ouvir aquilo de uma criança de 5 anos. Logo me recompus e disse: “Vá para a cama!” É incrível o que as crianças podem inventar para não ir para cama! © Semsumok / Pikabu
  • Ensinei minha filha, ainda durante sua infância, a sempre responder a uma ofensa com um elogio. Uma vez, estávamos escolhendo um maiô para a minha mãe. Mamãe perguntou a minha opinião e uma mulher que estava ao nosso lado disse algo ofensivo. Minha filha notou que a avó ficou magoada e respondeu: “Seus dentes são de uma cor muito bonita, senhora. São de um amarelo lindo”. Ela sinceramente estava tentando elogiar. © berthejew / Reddit
  • Meu sobrinho gosta de “brincar de McDonald’s”. Diz: “Seja bem-vindo ao McDonald’s! Como posso ajudar?” Depois que você faz o pedido, ele fala: “Muito bem! Seu pedido já está sendo preparado!” E finge dar comida. Mas o mais interessante é que ele tem outra brincadeira chamada “Tolo McDonald’s”. Que é quase a mesma coisa, mas, neste caso, independentemente de o que você pedir, ele diz: “Aqui está o seu hambúrguer frio!” © stack-o-rocks / Tumblr
  • Acabei de passar por uma mulher com uma menina de 7 anos que chorava por ter arranhado o joelho. A mulher: “Acho que nós não devemos chorar mais por causa disso”. A menina respondeu chorando: “Esse não é o tipo de situação em que deveríamos falar NÓS!” © manda_like_*** / Twitter
  • Minha neta, que mora em uma outra cidade, ligou para mim dizendo: “Vô, estou com muita saudade de você! Quando vai me visitar? Temos um bambu novo perto de casa. Você tem de ver. Vou te levar até lá!” Tive três dias de folga e resolvi visitá-la. Também quis ver o bambu, pois não me lembrava ter visto essa planta no bairro deles. Vim e minha neta me levou para ver. E gastei 350 reais nesse “bambu” comprando brinquedos. Não sabia que haviam aberto uma nova loja perto da casa dela. E “bambu” era a forma como ela chamava a loja. © stansmith2014 / Pikabu
  • Esta semana, meu filho vai para a segunda série. Algumas semanas atrás, a escola enviou cartões postais com a data e a hora da primeira aula e o nome do professor. Perguntei-lhe se estava feliz por estar na turma da mesma professora. Acenou com a cabeça, mas disse que estava preocupado. Perguntei o motivo. Ele disse: “E se ela se apaixonar por mim e quiser se casar comigo?” Ri muito e assegurei que não tinha nada com que se preocupar porque ela já era casada. © jeanneeebeanneee / Reddit
  • As crianças são muito interessantes. Eu estava cuidando de um menino de 9 anos que recebeu, como lição de casa, escrever uma história fictícia. Então, imaginem o que ele escreveu! Uma história sobre como, daqui a milhões de anos, o Sol se expandirá, destruindo todos os seres vivos na Terra. Todos, exceto uma pessoa que adormeceu na praia e perdeu todos os anúncios oficiais do fim do mundo. E essa pessoa foi a única sobrevivente de erupções solares, pois aplicou um protetor solar com FPS 100. © notchicken / Tumblr
  • Uma vez, meu amigo tentou ensinar a filha a juntar brinquedos. Como ela não tomava a iniciativa, ele ameaçou jogar fora todos os deixados no chão. Então, ela os pegou e jogou no lixo. © xJeffmanx / Reddit
  • Meu filho e eu tivemos de esperar uma hora para falar com o pediatra. Assim que esse médico chegou, bem atrasado, meu menino pegou sua mão, apontou para o relógio em seu pulso e disse: “É um relógio”. Foi o movimento mais “agressivo” que já vi. © cydbeer / Twitter
  • Cheguei em casa depois do trabalho. Minha filha mais nova, que ficou sozinha, correu para mim. Ela estava com os olhos vermelhos e marejados. Chegou e começou a choramingar: “Uns tios viera-a-am... Todos em preto-o-o...” Fiquei assustada pensando em chamar a polícia. E comecei a tentar entender o que poderia ser. Credores? Não pegamos empréstimos. Apenas ladrões? Moramos no quinto andar, não seríamos um alvo fácil. Perguntei: “E o que aconteceu?” Respondeu: “Roubaram um pedaço do seu bolo...” Como é que ela pensou nisso? © MarkinsonNum1 / Pikabu
  • Há duas semanas, pedi às crianças da minha turma para escreverem uma redação sobre o tema: “Se eu fosse milionário”. Quando todos começaram, uma menina apenas ficou sentada na cadeira com os braços cruzados. Perguntei: “O que aconteceu? Por que você não está escrevendo?” Ela disse: “Estou esperando minha secretária”. Tirou um dez. © katortarkaa / Twitter

Temos certeza que você também já teve de lidar com um comportamento infantil inesperado. Compartilhe algumas histórias conosco!

Imagem de capa MarkinsonNum1 / Pikabu
Compartilhar este artigo