Incrível
NovoPopular
Inspiração
Criatividade
Admiração

Por que trocar os produtos de beleza pelos totalmente naturais pode fazer mais mal do que bem

7-61
919

A palavra “orgânico” definitivamente soa mais atraente do que algo artificial, mas tudo pode ser apenas uma ilusão. Por exemplo, há não muito tempo, houve uma histeria em massa em torno de alimentos contendo OGMs (Organismos Geneticamente Modificados). As pessoas foram incentivadas a trocar por produtos orgânicos e a comer alimentos mais saudáveis, mas está provado que os OGMs não têm impacto negativo no nosso organismo. Hoje, trazemos alguns mitos sobre os produtos “naturais” usados para cuidar da pele.

Se você se questiona se deveria trocar seus produtos de beleza comuns por orgânicos, nós, do Incrível.club, descobrimos o que exatamente está por trás dessas escolhas.

“Isento de produtos químicos” é uma propaganda enganosa

Vamos começar pelo básico: se vir a palavra “natural” no rótulo, não significa que o produto esteja livre de substâncias químicas, e a palavra “químico” soa desnecessariamente ameaçadora. A água também é um produto químico. Além disso, os dermatologistas explicam que os produtos “naturais” não são tão pesquisados ​​quanto os devidamente regulamentados. O ponto principal é: comece a ler a lista de ingredientes no verso, em vez de confiar no que diz o rótulo da frente.

Os produtos totalmente naturais têm validade muito curta

Atualmente, embora esse ponto possa não ser um obstáculo para alguns, é preciso estar ciente de quando seu produto natural pode expirar rapidamente, especialmente se foi você mesmo que o fez. Os ingredientes orgânicos duram, em média, três meses, então renovar o estoque será prioridade. Não use produtos naturais com prazo de validade vencido, pois podem favorecer o surgimento de mofo e fungos, especialmente se contêm água.

Ingredientes naturais não processados ​​podem ser extremamente prejudiciais

Quando os ingredientes são formulados em laboratório, sejam sintéticos ou naturais, são manipulados de um jeito para reter apenas suas melhores propriedades, filtrando o resto. Vamos dar uma olhada no aloe vera, popularmente conhecido como babosa, um ingrediente calmante muito popular presente em inúmeros cremes e que, de fato, funciona. No entanto, o suco natural de aloe vera contém substâncias que podem causar câncer. É exatamente por isso que os produtos processados não são necessariamente ruins.

A esfoliação física é mais prejudicial do que a esfoliação química

A esfoliação é um tratamento muito benéfico para o cuidado da pele — remove as células mortas, permitindo sua regeneração e uma face com aspecto revigorado. Obviamente, ao usar esfoliantes naturais, você só consegue o meio físico, que pode irritar muito mais a sua pele. O açúcar, um dos ingredientes mais populares nos esfoliantes orgânicos, tem grandes moléculas que raspam sua pele, deixando-a com pequenos arranhões. Os esfoliantes químicos, por outro lado, são surpreendentemente muito mais suaves e eficazes. Ambos os métodos de esfoliação devem ser realizados adequadamente, portanto, sempre consulte um dermatologista antes de adotar qualquer um deles.

O risco de alergia e hipersensibilidade é muito alto

Muito frequentemente as pessoas que recorrem aos cuidados naturais da pele sofrem de sensibilidade cutânea e supõem que suas erupções sejam uma reação aos ingredientes químicos. No entanto, muitas coisas consideradas naturais podem causar alergias, como, por exemplo, o eucalipto, o alecrim, o óleo de tea tree e, especialmente, qualquer coisa à base de cítricos. Ao mesmo tempo, alguns produtos formulados em laboratório são muito mais estáveis, menos ácidos e feitos especificamente para peles sensíveis.

Nem todos os parabenos são preocupantes

A palavra “parabenos” é o principal bicho-papão nos cuidados com a pele. No entanto, os parabenos e os conservantes são o que mantêm os produtos estáveis ​​e ajudam nossa pele a absorvê-los. Não há estudos conclusivos de que sejam prejudiciais, por isso são geralmente reconhecidos como seguros, desde que constituam menos de 0,1% dos ingredientes. Além disso, os parabenos estão presentes naturalmente em frutas como mirtilos, morangos e azeitonas.

Agora você vê por que “totalmente natural” e sem produtos “químicos” são apenas palavras que escondem uma imagem completamente diferente. Qual é a sua posição em relação aos cuidados cutâneos com produtos naturais e formulados? Você já teve alguma experiência ruim usando produtos orgânicos?

7-61
919
Compartilhar este artigo