Como esfriar o seu corpo em dias quentes sem precisar de ar condicionado

Certos dias são tão quentes, mas TÃO quentes, que nós só queremos entrar em um ambiente com um ar-condicionado e ficar um bom tempo por lá. No entanto, sabemos que isso nem sempre é possível. Em momentos assim, é importante saber que há formas de resfriar o corpo que não envolvem aparatos tecnológicos. E não é magia, viu? É ciência.

A seguir, o Incrível.club vai revelar como você pode amenizar a sensação de calor sem precisar de ar-condicionado ou ventilador. E não se esqueça de dar uma olhadinha no bônus que separamos para você. Confira!

Resfrie a parte do corpo que gera mais calor

Quando estamos cheios de calor, parece que o nosso corpo inteiro virou uma tocha olímpica. Mas saiba que algumas partes costumam ficar mais quentes do que outras.

Em dias de verão, você pode até ter a sensação de que a sua cabeça está “pegando fogo”, mas pesquisas revelam que o tronco é a região que gera mais calor no corpo. Por isso, resfriar essa área já é meio caminho andado para diminuir a sensação de calor e se sentir um pouco mais confortável.

Agora, você deve estar se perguntando: resfriar o tronco? Como assim? Devo colocar uma compressa fria na região lombar? Na barriga? Na verdade, não. Pesquisadores testaram quatro “subregiões” do tronco e descobriram que resfriar a parte superior das costas melhora — significativamente — a sensação térmica geral. Isso em comparação com o resfriamento da região do abdômen, da lombar e do peitoral.

Isso significa que, para aliviar o calor, você pode fazer um resfriamento local — com uma compressa fria, por exemplo — na parte superior das costas. Não sabe como fazer? Sem problema, nós ensinamos no próximo tópico.

Como fazer uma compressa fria

Caso não tenha bolsas de gel (bolsas térmicas) para fazer a sua compressa fria, evite enrolar pedras de gelo em um pano na hora de fazer esse resfriamento local; afinal, o contato do gelo com a pele pode ser prejudicial e o derretimento pode acabar molhando a sua roupa.

Um bom truque é usar pacotes de vegetais congelados, como ervilhas, ou criar uma compressa de meia de arroz. Para isso, você só precisa de arroz e uma meia de algodão (dica: utilize meias usadas sem furos, que estejam esquecidas no armário). Encha a meia com uma porção de arroz e dê um nó bem firme na ponta. Por fim, basta colocar a compressa no congelador e esperar até que fique bem gelada.

Resfriar as mãos também pode ser uma ótima ideia

Depois de fazer exercícios em dias quentes, você prefere deixar o corpo esfriar naturalmente ou gosta de molhar o rosto na torneira? A partir de agora, você provavelmente dará a resposta número 2, pois pesquisas científicas mostram que a nossa sensação térmica geral melhora, de fato, quando molhamos certas partes do corpo com água fria.

Até aí, o resultado do estudo parece intuitivo, não acha? Afinal, quantas vezes não tomamos uma ducha no verão apenas para refrescar o corpo e saímos do banho nos sentindo mais fresquinhos e aliviados?

Mas o interessante é que os pesquisadores analisaram quatro regiões para ver qual delas conseguia “gelar” o nosso corpo mais rapidamente: mão, pé, antebraço e panturrilha. Os dados da pesquisa mostram que, nesse caso, molhar as mãos é bem mais eficaz para resfriar o corpo como um todo e a panturrilha é a parte que menos funciona.

Então, se você se exercitou em um dia ensolarado e não tem um chuveiro por perto, saiba que mergulhar a mão em um pote ou uma bacia com água gelada pode aliviar mais rapidamente a sensação de calor.

Na falta de tecidos tecnológicos, use algodão ou linho

Outro truque bacana está relacionado à forma como nos vestimos em dias de temperaturas altas. Para deixar o corpo mais fresco, estilistas costumam indicar o uso de tecidos naturais, como algodão ou linho, pois esses materiais são mais leves e deixam o corpo “respirar” melhor. No entanto, hoje em dia, o ramo da tecnologia têxtil tem alcançado resultados extraordinários, desenvolvendo materiais capazes de superar os tecidos naturais nesse sentido.

Pesquisadores da Universidade de Stanford criaram, em 2016, um tecido plástico capaz de esfriar o corpo. Sim, é isso mesmo que você leu. O mais impressionante é que o material (que combina polietileno com nanotecnologia) é dupla face e gera calor de um lado e frio do outro.

De qualquer forma, fica a dica: na falta de um tecido tecnológico capaz de resfriar o corpo, prefira utilizar tecidos naturais e leves.

Bônus: a roupa certa para te proteger em dias quentes

Quando falamos em dias quentes, pensamos logo no uso de protetor solar. Afinal, precisamos nos proteger da radiação ultravioleta, já que esse fator pode causar doenças de pele. Mas você sabia que determinadas cores de roupa dão uma proteção “extra” ao corpo? Estudos apontam que a cor pode influenciar consideravelmente o fator de proteção ultravioleta dos tecidos.

Pesquisas recentes mostram que, em tecidos de poliéster ou viscose, o azul escuro protege 19% mais do que o azul claro. E a cor vermelha protege mais do que a branca, por exemplo.

Você teria mais alguma dica de como resfriar o corpo sem precisar de ar-condicionado? Conte ao Incrível.club nos comentários.

Compartilhar este artigo