Incrível
NovoPopular
Inspiração
Criatividade
Admiração

12 Condições de saúde que podem se “disfarçar” de outras doenças

De acordo com especialistas no assunto, em aproximadamente 40% dos casos, os médicos fazem diagnósticos equivocados. Isso acontece, pois diversos sintomas similares podem indicar doenças diferentes, e em certos casos é realmente difícil descobrir qual a correta.

O Incrível.club traz neste post uma lista com as condições mais comumente diagnosticadas como algo que não são.

1. Doença de Lyme vs. gripe

A doença de Lyme é conhecida pela erupção cutânea em forma de alvo que aparece quando uma pessoa é infectada após ser picada por um carrapato. No entanto, em alguns indivíduos, ela se desenvolve sem que a marca surja na pele. Em vez disso, os pacientes podem apresentar sintomas como dores no corpo, febre e fadiga, o que faz com que muitos médicos acabem a diagnosticando como gripe. Até mesmo exames de sangue podem ser inconclusivos, já que o corpo só começa a desenvolver anticorpos contra a doença após cerca de 2 semanas. Por isso, quando os médicos suspeitam da doença de Lyme, eles tendem a prescrever um antibiótico de uso único para impedir o desenvolvimento dos efeitos do problema em longo prazo.

2. Pedras nos rins vs. aneurisma da aorta abdominal

Não é raro ver cálculos renais sendo confundidos com outros problemas de saúde, e aneurisma da aorta abdominal é o mais perigoso deles. Ambas as doenças começam com dor abdominal muito forte e aguda, além de náusea ou vômito. O aneurisma da aorta se caracteriza pelo surgimento de uma protuberância anormal na parede da aorta. E quando ela se rompe, pode ser fatal.

Médicos sugerem que o aneurisma da aorta deve ser a primeira condição a ser considerada, e descartada, em pacientes com 60 anos ou mais que nunca tiveram pedras nos rins.

3. Hepatite vs. alergias

A hepatite pode passar anos sem apresentar sintomas. Porém ela pode causar graves danos ao fígado durante esse período. Os sintomas mais comuns de problemas no fígado são dor de estômago, coceira e fadiga, que podem ser confundidos com outras condições, como alergias. Logo, é fundamental que se preste atenção à cor dos olhos e da língua — caso note que eles estão amarelados, procure um médico imediatamente.

4. Problemas de tireoide vs. pressão arterial alta

A glândula tireoide é uma parte de extrema importância para o corpo, pois controla vários hormônios. Quando ela está funcionando abaixo do normal (hipotireoidismo), a pessoa pode apresentar sintomas como ganho de peso, sensibilidade à temperatura e fadiga. Só que tais sinais tendem a ser confundidos com os da depressão. Outra questão envolvendo problemas com a tireoide é quando a glândula se encontra hiperativa (hipertireoidismo), o que leva à perda de peso, irritabilidade e aceleração dos batimentos cardíacos. Tais sintomas também são muito comuns no caso de outras doenças, como pressão alta. Por esse motivo, é tão importante verificar regularmente os níveis dos hormônios produzidos pela tireoide.

5. Embolia pulmonar vs. ataque de pânico

Muito perigosa, a embolia ocorre quando existe algo no sangue bloqueando a artéria pulmonar, causando forte dor no peito, falta de ar, ansiedade e desmaios. Como os sintomas são muito parecidos com os provocados por outras condições, como ataques de pânico, pneumonia ou infarto, a embolia pulmonar é diagnosticada incorretamente em 33,5% dos casos, segundo um estudo.

6. Doença celíaca vs. infecções do trato gastrointestinal

Resumindo em palavras de fácil compreensão, doença celíaca é a incapacidade de digerir glúten, que é encontrado principalmente no trigo, mas também em alguns outros grãos. De acordo com profissionais da saúde, cerca de 83% das pessoas portadoras da doença não foram diagnosticadas ou foram de maneira equivocada, como se sofressem de outros males. Geralmente o erro de avaliação acontece porque os sintomas variam de pessoa para pessoa, e são muito parecidos com os provocados por outras doenças do trato gastrointestinal: dor de estômago, diarreia, prisão de ventre, dores de cabeça, entre outros.

7. Lúpus vs. problemas renais e pulmonares

O lúpus, doença inflamatória crônica, pode se apresentar de diversas formas, e seus sintomas geralmente não são nada específicos, além de muito diversos. Embora a doença seja conhecida pela erupção cutânea em forma de asas de borboleta nas bochechas, alguns pacientes não a apresentam. Outros sintomas podem incluir fadiga, dor nas articulações e problemas renais e pulmonares. Por tais motivos, médicos podem ter dificuldade em diagnosticar o lúpus em seus estágios iniciais. Em boa parte dos casos, a hipótese da doença só vem à mente dos profissionais quando outras doenças são descartadas.

8. Derrame cerebral vs. intoxicação por álcool

Infelizmente, de acordo com uma pesquisa, os médicos geralmente ignoram ou desconsideram os primeiros sinais de um derrame, também chamado de acidente vascular cerebral. Ele ocorre quando o fluxo sanguíneo para o cérebro é interrompido, e tal condição é frequentemente confundida com vertigem, enxaqueca ou intoxicação por álcool. Em boa parte dos casos, o erro decorre do fato de os sintomas de um derrame incluírem problemas de visão, dificuldade para falar e confusão mental.

9. Câncer vs. diversas outras condições

É claro que ninguém quer receber o diagnóstico de um câncer. No entanto, quanto mais cedo ele for detectado, maiores serão as chances de cura. Porém, de acordo com o Jornal de Oncologia Clínica, os médicos se equivocam no diagnóstico de certos tipos de câncer em até 44% dos casos. O número é tão alto porque as ferramentas de diagnóstico não são precisas o suficiente e os sintomas podem se apresentar de maneira muito ambígua. O câncer de pulmão pode parecer, por exemplo, uma infecção pulmonar; o câncer de mama pode apresentar sintomas parecidos com os de mastite. Por isso, quando o paciente desconfia de ter algo tão grave quanto um câncer, é fundamental ouvir uma segunda opinião médica.

10. Apendicite vs. síndrome do intestino irritável

A apendicite é amplamente conhecida por seu principal sintoma: dor na parte inferior direita da barriga. No entanto, em muitos casos, os sintomas do problema surgem em locais diferentes, dificultando seu diagnóstico. Às vezes, a apendicite pode ser confundida com a síndrome do intestino irritável, que também provoca vômitos e náuseas. Como a ruptura do apêndice representa risco de vida, é muito importante não ignorar dores na barriga, independentemente de sua localização.

11. Artrite reumatoide vs. outros problemas nas articulações

Existem tantas doenças nas articulações, todas apresentando sintomas parecidos com os da artrite reumatoide, que diagnosticá-la pode dar um baita trabalho. Até mesmo um pequeno joanete em um dos pés pode sinalizar a presença da doença, apesar de joanete ser uma condição muito comum e aparentemente inofensiva na maioria dos casos.
Geralmente, quando os problemas nas articulações são sentidos por muito tempo, doenças crônicas como a artrite reumatoide podem ser claramente observadas, afirmam especialistas.

12. Insuficiência venosa vs. doença cardíaca

Se seus tornozelos e pés incham, pode ser um sintoma precoce de insuficiência venosa. Ela ocorre quando o sangue não consegue mover-se adequadamente, indo das veias das pernas e dos pés até o coração. Quando o quadro se torna crônico, pode levar a muitos outros problemas.
No entanto, doenças cardíacas também têm no inchaço dos membros inferiores um de seus sintomas. Portanto, a insuficiência venosa pode muitas vezes ser confundida e um diagnóstico errado pode ser dado.

Você já foi diagnosticado de uma maneira equivocada? Como contornou o problema? Compartilhe conosco sua experiência deixando um comentário!

Compartilhar este artigo