Incrível
NovoPopular
Inspiração
Criatividade
Admiração

Ontem era saudável, hoje faz mal à saúde

Na tentativa de levar uma vida saudável, muitas vezes caímos em armadilhas de maus especialistas em marketing. Pessoas que não sabem o que dizem e dão dicas que não fazem bem à saúde.

Decidimos pesquisar alguns hábitos para verificar o que faz e o que não faz bem ao nosso organismo. Confira!

11. Enxaguar a boca com água após a escovação

Esse hábito parece muito natural, mas foi criticado por muitos dentistas. Quando escovamos os dentes, criamos uma camada de flúor sobre eles, e ela é eliminada com água. Para preservar o efeito da escovação, enxágue a boca com produtos especiais que não contenham álcool.

10. Correr todos os dias

Correr é um excelente esporte: super barato (basta ter um tênis e ir pra rua), saudável (ajuda a melhorar a parte cardiovascular e a perder peso) e integrador, já que as pessoas conhecem novos amigos participando de provas e de grupos de corrida. Mas cuidado: ao correr todos os dias, você pode machucar as suas articulações. Para evitar esse problema, alterne a corrida com exercícios de força. Dessa forma, vai emagrecer e tonificar o corpo. E a musculação melhora a performance na corrida, diminuindo as lesões.

9. Cochilo

Tirar um cochilo parece a melhor coisa do mundo, mas, segundo alguns especialistas, pode causar o desenvolvimento de doenças cardíacas. Além disso, dormir demais afeta a memória.

8. Usar sabão anti-bactérias diariamente

Os comerciais nos fazem acreditar que o uso de antissépticos é suficiente para eliminar qualquer chance de contaminação. Não obstante, o uso frequente desses produtos pode provocar o surgimento de novas e mais resistentes formas de bactérias. O ideal é usar o bom e velho sabonete.

7. Check ups médicos muito frequentes

Revisões médicas gerais e anuais podem ser inúteis e muito caras. O melhor é fazer exames clínicos adequados a cada idade e as doenças mais comuns para aquela determinada faixa etária e perfil de saúde. Claro que, com saúde não se brinca. O ideal é sempre conversar com o seu médico, antes de qualquer coisa.

6. Tomar muitas vitaminas

Hoje em dia, a publicidade nos faz pensar que, além de saudáveis, as vitaminas são imprescindíveis. Mas não paramos para pensar que os suplementos podem fazer mal à saúde. Cientistas descobriram que as pessoas que tomam vitaminas e não têm hábitos saudáveis desenvolvem mais doenças. Ou seja: antes de tudo, tenha uma alimentação saudável. Ela deverá ser suficientes pra trazer os nutrientes de que você precisa. E antes de tomar qualquer suplemento, converse com o seu médico.

5. Consumo de bebidas dietéticas

Os fabricantes de refrigerantes diet dizem que eles têm menos calorias e, por isso, fazem menos mal ao corpo e à saúde. Segundo alguns cientistas, o consumo de refrigerante diet pode causar doenças cardíacas e fazer subir a pressão.

4. Emagrecer a qualquer custo

Existem muitos estudos que afirmam que ser muito magro não é tão bom quanto parece. Pessoas que comem e não engordam podem acumular gordura em volta do coração e do fígado, o que pode ser muito perigoso. Uma pessoa esbelta tem mais possibilidade de ficar doente quando há um surto de gripe.

3. Faxina diária

Limpar a casa com frequência é saudável, mas, infelizmente, não podemos dizer o mesmo do uso dos produtos de limpeza. Eles contêm muitos químicos que podem irritar os olhos, causar dores de cabeça e problemas respiratórios.

2. Usar chinelo

Muitas pessoas acham que o uso de chinelo é bom para relaxar. Cientistas do Instituto Nacional de Saúde dos Pés desmentiram esse mito.

Segundo especialistas, os chinelos não são o apoio necessário aos pés em superfícies duras. Eles devem ser usados apenas na praia ou na grama.

1. Beber muita água

Todo mundo já ouviu que o ideal é tomar pelo menos 8 copos d'água de água por dia. Claro que a água é fundamental ao organismo, mas não é preciso exagerar. Alguns estudos mostram que beber água demais pode causar problemas nos rins. Além disso, beber muita água pode baixar o nível de eletrólitos no corpo e causar hiponatremia. Como afirma o dr. Drauzio Varella, uma boa maneira de saber se você está consumindo muita água é verificar a cor da urina: se estiver muito escura, é sinal de que é preciso beber mais; se estiver muito transperente, talvez você esteja bebendo água demais.