Incrível
NovoPopular
Inspiração
Criatividade
Admiração

Maneiras de detectar se a comida está vencida ou foi alterada

Para que os alimentos durem mais tempo e para diminuir o custo de produção, alguns fabricantes enchem os alimentos de produtos químicos que fazem com que prejudiquem a nossa saúde.

Para que você não acabe com um monte de comida de má qualidade na geladeira, trazemos dicas que vão te ajudar a detectar quando os alimentos foram alterados.

1. Ricota

Em geral, para aumentar o peso do produto os fabricantes acrescentam amido. Como resultado, nós adquirimos um produto que não é ricota pura, mas uma massa densa com o mesmo sabor.

Como comprovar? Para detectar se o alimento tem amido, acrescente algumas gotas de iodo em um pedaço e mexa. Um alimento de baixa qualidade fica imediatamente azul. Infelizmente, só dá pra fazer isso depois de comprada. Mas, se acontecer, vale reclamar!

2. Leite

Para economizar e aumentar a data de validade, os fabricantes substituem o leite de qualidade por leite reconstituído. Ele tem mais ou menos quantidade de gordura.

Como comprovar? Descobrir se um leite foi alterado é fácil: misture um pouco com álcool na proporção de 1 para 2. No leite natural, em apenas 5 segundos aparecerão flocos. Em um leite alterado o processo demora mais tempo.

3. Frutas cristalizadas

As autênticas fruta cristalizadas são feitas com...frutas! São cozidas em açúcar, secas e jamais têm uma cor muito intensa.

Como comprovar? Para verificar a qualidade, coloque a fruta na água morna. As de baixa qualidade perdem a cor ou se dissolvem em alguns minutos. Isso significa que o fabricante substituiu as frutas por gelatina e corante.

4. Manteiga

A manteiga falsificada é uma espécie de margarina.

Como comprovar? Se derramar um pouco de água fervendo sobre um pedaço de manteiga, ela se dissolve rapidamente e se mistura à água. A margarina, por outro lado, se despedaça e fica flutuando.

5. Arroz branco

Não é muito comum, mas alimentos baratos como o arroz também são falsificados. Ele pode ser substituído por pedacinhos de plástico. São feitos de resina sintética e batata, mas parece arroz.

Como comprovar? Coloque fogo em um punhado de arroz. Se for falso, o cheiro de plástico queimado será muito forte e ele vai liberar fumaça preta.

6. Caviar

O caviar é um alimento muito caro, o que faz com que as falsificações sejam mais frequentes. O caviar falsificado costuma ser feito de algas.

Como comprovar? Coloque alguns grãos em água fervendo. Se for autêntico, a proteína irá produzir uma espuma branca. O caviar de algas se dissolve na água e não deixa qualquer resíduo de espuma.

7. Mel

Para aumentar o volume do mel, fabricantes colocam melado de cana, giz, amido de milho ou farinha.

Como comprovar? Para detectar se há giz, basta dissolver um pouco de mel na água e acrescentar algumas gotas de ácido acético. Se a solução começar a produzir espuma, ela foi alterada.

Para determinar se o mel contém amido, basta colocar em um copo água morna e acrescentar uma colher de mel. Depois, acrescente de 3 a 5 gotas de iodo. Se o mel tiver muita farinha ou amido, a solução ficará escura.

8. Vinho

O vinho tinto pode ser feito com uma espécie de pó ou simplesmente receber mais açúcar - que é muito mais barato que um bom vinho. Descobrir que um vinho foi alterado não é fácil.

Como comprovar? Coloque em um prato um pouco de bicarbonato de sódio e acrescente vinho tinto. Se a bebida for natural, a mistura ficará azul. O vinho com pó deverá ficar da mesma cor.

9. Maionese

Uma maionese falsificada pode fazer muito mal à saúde.

Como comprovar? Assim como com a ricota, use o truque do iodo. Acrescente umas gotas na maionese e mexa. Se ela for feita com amido, ficará escura rapidamente.

10. Peixe

Em geral, o peixe costuma ser vendido fresco. Mas como se trata de um produto que vence rapidamente, é bom ficar de olho.

Como comprovar? Um peixe fresco tem os olhos da mesma cor, as escamas completas e as brânquias avermelhadas. O peixe que já está passado tem os olhos brilhantes, as escamas se soltam e as brânquias ficam escuras.

Alguns vendedores tentam esconder os sinais: limpam as escamas e cortam a cabeça. Nesses casos, é importante que as postas de peixe sejam avermelhadas ou rosa, e não da cor café.

Fotógrafo Roman Zakharchenko exclusivo para Incrível.club