Incrível
Incrível

12 Características das moradias no Japão que as deixam bastante diferentes das casas do Brasil

O Japão é um daqueles países cuja cultura é radicalmente diferente daquela a que estamos acostumados. Os japoneses não usam a banheira como estamos habituados, não penduram os armários nas paredes e até mesmo a chaleira elétrica é bem diferente.

Incrível.club ficou impressionado com a diferença entre as moradias japonesas e brasileiras, então separamos as mais interessantes para você. Confira!

1. No Japão, muitas pessoas dormem em colchões, não em camas

Muitos japoneses preferem os futons, que são colchões grossos de algodão. À noite, na hora de dormir, eles são estendidos diretamente no chão e, pela manhã, recolhidos e guardados no armário. Isso serve para economizar muito espaço no quarto, já que em sua maioria os apartamentos do país são muito compactos e simplesmente não têm espaço. Além disso, alguns hotéis também oferecem os futons em vez das camas.

2. Algumas pessoas dormem com uma “esposa de bambu”, ou um travesseiro especial

Um pedaço de bambu oco do tamanho de uma pessoa, ou, como é mais conhecido, “esposa de bambu”, é muito popular entre os asiáticos. Eles usam esse acessório como um travesseiro, porque abraçar um travesseiro de verdade à noite não é muito confortável e agradável, já que o clima em alguns desses países é quente e úmido.

No entanto, no Japão as “esposas de bambu” deram lugar a almofadas especiais chamadas dakimakura.

Dakimakura é uma almofada do tamanho de um corpo humano e representa uma personagem de anime. Normalmente desempenha o papel de algum tipo de brinquedo para crianças e adolescentes (no Brasil, tais objetos seriam como grandes ursinhos de pelúcia com os quais as crianças gostam de dormir).

3. Os japoneses não têm um corredor na entrada de casa, mas sim um genkan

Genkan é uma área perto da porta da frente onde os japoneses tiram os sapatos e os deixam antes de entrar em casa. É um espaço separado do corredor e da sala de estar por uma soleira, que ajuda a manter a poeira e a sujeira longe.

4. A omelete no Japão é feita em uma frigideira retangular especial

Servir a omelete enrolada é um costume muito popular no Japão. Isso quer dizer que ela não é feita em frigideiras redondas como costumamos fazer, mas sim em uma retangular especial, o que resulta em rolinhos de omelete homogêneos e impecáveis. Essa frigideira é chamada de makiyakinabe e o nome do prato é tamagoyaki.

5. Muitas cozinhas no Japão têm compartimentos secretos

Nas cozinhas, muitos japoneses têm uma espécie de gaveta extra para guardar alimentos, garrafas ou utensílios domésticos que fica embutida no chão.

6. No Japão, as máquinas de lavar também vêm com uma secadora

As máquinas de lavar com secadoras embutidas são muito populares no Japão. No entanto, muitos turistas notaram que isso não é particularmente conveniente, já que mesmo que se escolha o modo de secagem por várias horas, as roupas ainda ficarão um pouco úmidas. Outra curiosidade é que alguns banheiros podem ser equipados com secadoras.

7. As privadas costumam ter uma minipia embutida

mecanismo é simples: quando se dá descarga, a água sai pela torneira da pia e você pode lavar as mãos. Depois ela desce e serve como descarga. Isso ajuda economizar um pouco na conta.

8. Os banheiros japoneses são projetados de forma diferente dos nossos. E, às vezes, não há torneira nas próprias banheiras

A cultura do banho no Japão é fundamentalmente diferente daquela a que estamos acostumados. Primeiro você precisa tomar banho e se lavar bem, e só então entra na banheira. Se o imóvel for novo, geralmente o uso da banheira é controlado por um painel especial. Não é preciso abrir a torneira e ajustar a temperatura da água — basta abrir o painel e indicar a temperatura desejada. Assim, a água será expelida por um orifício especial e encherá a banheira.

Usando o mesmo sistema eletrônico, é possível redirecionar a água usada para a máquina de lavar ou para a pia da cozinha. Como os japoneses se lavam antes de entrar no banho de banheira, a água após o banho permanece limpa e adequada para utilizar novamente.

9. Alguns japoneses usam suportes nos armários e eletrodomésticos

Os suportes têm uma base adesiva: um lado é colado no móvel e outro no teto. Para itens que são muito mais baixos que o teto, como uma geladeira, os adesivos especiais são usados na base, para colar o objeto no chão. O motivo é simples: se houver um terremoto, esses suportes impedirão que os móveis caiam.

10. As cozinhas japonesas geralmente não têm um fogão completo

Os fogões aos quais estamos acostumados não são encontrados em todas as cozinhas japonesas. Por lá se usa o micro-ondas como forno, já que o aparelho vem com todas as funções necessárias. E abaixo dele pode haver um pequeno forno para cozinhar peixes.

11. Em vez das chaleiras elétricas, muitos japoneses usam um aquecedor

Na maioria das cozinhas japonesas, você pode encontrar um pequeno aquecedor de água em vez de uma chaleira elétrica. Esse dispositivo é usado para fazer chá, café e macarrão instantâneo. Uma vantagem adicional do objeto é que se pode definir a temperatura abaixo do ponto de ebulição da água se não for preciso ter água fervente.

12. Os absorvedores de umidade estão entre os itens mais populares no Japão

O clima no Japão é muito úmido, e no verão os japoneses praticam uma luta constante contra o mofo. Assim, a ventilação constante e os absorvedores de umidade são usados como medidas preventivas. Os absorvedores são colocados geralmente em armários fechados e em todo lugar que armazene alimentos e coisas. Você pode comprar esse produto em qualquer farmácia ou loja de material de construção.

Você conseguiria se adaptar facilmente às casas tipicamente japonesas? Que características mais o agradaram e quais as mais incomuns? Conte para a gente na seção de comentários.

Imagem de capa Fg2 / wikipedia
Incrível/Design/12 Características das moradias no Japão que as deixam bastante diferentes das casas do Brasil
Compartilhar este artigo
Você pode gostar destes artigos