12 Produtos que provam como a evolução foi capaz de simplificar nossa vida

Muitos produtos e itens da nossa casa já estão tão presentes no dia a dia que, muitas vezes, nem nos damos conta de que se trata de invenções que chegaram às residências há centenas de anos. A evolução da tecnologia transformou e simplificou a rotina diária, mas nem sempre foi assim! Você se lembra de um tempo em que as coisas eram bastante diferentes?

A equipe do Incrível.club pesquisou mais uma vez como alguns produtos comuns nos dias atuais eram na época em que começaram a ser usados. O resultado é uma lista cheia de surpresas e — por que não dizer? — nostalgia. Veja junto com a gente!

1. Geladeira

As primeiras geladeiras para uso doméstico foram produzidas no início do século passado, por volta de 1910. Tão comum em nossas vidas, esse eletrodoméstico causou uma revolução na rotina alimentar das famílias, já que a possibilidade de conservar os alimentos liberou especialmente as mulheres das longas tarefas diárias na cozinha.
Hoje, a geladeira se tornou quase um gadget, com aparelhos integrados a aplicativos de lista de compras, seleção de áreas distintas de refrigeração e até dicas de receitas e previsão do tempo.

2. Fogão

Os fogões a lenha foram inseridos nas cozinhas das famílias por volta de 1790. De lá para cá, esse equipamento essencial no nosso dia a dia só fez evoluir! Por volta de 1840, ele começou a ser confeccionados em ferro fundido e a inovação não parou mais.
Atualmente, os chamados cooktops, sobretudo os elétricos, trouxeram mais facilidade de limpeza e conservação, com um toque de sofisticação para o design da cozinha.

3. Ventilador

O primeiro ventilador mecânico foi criado com leques presos a uma haste móvel, por volta de 1880. Logo em seguida, evolui para as pás em latão, em forma de moinho de vento, como ainda vemos dezenas de modelos atualmente.
No entanto, a engenharia tem gerado produtos cada vez mais inovadores, como os ventiladores sem hélices, que capturam o ar por pequenos orifícios na sua estrutura e fazem com que ele circule pela parte interna do aro, saindo pela parte frontal. Além de mais seguros e silenciosos, eles atraem a atenção pelas curvas modernas.

4. Chuveiro

A ideia do chuveiro é quase tão antiga quanto o próprio homem! No período da Grécia Antiga, há registros de artefatos que permitiam os banhos seguindo o princípio semelhante ao que temos atualmente. Sua aplicação, no entanto, era bem distinta!
Por volta da década de 1940, surgiram os modelos elétricos. Hoje, temos duchas ecológicas e tecnológicas, com possibilidade de personalizar a temperatura, por exemplo. Nos primeiros chuveiros, a água era aquecida — à lenha — separadamente.

5. Torradeira de pão

Deixar o pão mais crocante para o café da manhã ou para o lanche da tarde não é um prazer apenas para os tempos atuais. Antes mesmo da invenção da torradeira elétrica, um artefato de ferro fundido, que vai diretamente ao fogo, ganhou o coração de muita gente!
Já as elétricas chegaram ao mercado por volta de 1890, com um aspecto muito menos sofisticado do que se imagina! Passaram por muitas evoluções, como programação para ligar, escolha de temperatura e nível de tostagem — e fazem a diferença para um bom café da manhã mesmo com a rotina corrida.

6. Lâmpada

Antes das lâmpadas como conhecemos hoje, usávamos as velas. Mas nem estas tinham as mesmas características das atuais. A iluminação na Idade Média e até o século XVIII, foi feita por meio da queima de gordura, que deu origem ao que conhecemos como lamparina, alimentada a óleo e azeite.
A lâmpada elétrica foi inventada por volta de 1809, mas só 70 anos depois foi que o inventor Thomaz Edison conseguiu produzir um modelo escalável e acessível, que foram as primeiras lâmpadas incandescentes de longa duração.

7. Aspirador de pó

Em 1869, surgiu o primeiro aspirador de pó. E ele nem era elétrico! Operado à manivela que bombeava o ar, o equipamento era capaz de levar a sujeira para dentro de um contentor. Os modelos elétricos começaram a surgir no inícios dos anos 1900, mas só se tornaram populares mesmo na década de 1960.
Hoje, são os robôs aspiradores que são companheiros de rotina na limpeza da casa, fazendo o serviço sozinhos enquanto estamos fora ou cuidando de outras tarefas. Modernos, obedecem paredes virtuais e podem ser operados por meio de aplicativos no seu smartphone.

8. Cortador de grama

O primeiro registro de um aparelho para cortar grama é de 1831. Era um cortador mecânico, de bobina, que tinha uma série de lâminas dispostas em torno de um cilindro. Depois dos modelos à gasolina e elétricos, a evolução não parou.
Atualmente, há modelos portáteis, com ferramentas adicionais para cortes específicos, outros que funcionam como carrinhos para aparar a grama de grandes áreas e, como não podia deixar de ser, os cortadores robôs que trabalham sozinhos, por programação.

9. Aparelho de som

O sistema que faz uma vitrola converter os sulcos de um disco em música é simplesmente fascinante! No entanto, ele foi substituído pela chegada dos meios digitais para a reprodução dos sons. Mas isso não é de todo mau. Afinal, por meio dessa evolução é possível carregar seus álbuns favoritos para qualquer lugar, na palma da mão, com um reprodutor de MP3. Algo impensável na década de 1880, quando o gramofone foi inventado!

10. Computador

O primeiro computador, concebido e destinado para as funções tal como conhecemos hoje, ganhou vida na década de 1950. No entanto, muitos de seus princípios já eram aplicados desde a antiguidade.
Daquelas máquinas grandiosas que vemos nesse registro histórico acima até os computadores pessoais portáteis, foram menos de 50 anos de evolução. Um curto tempo para mudanças capazes de impactar um Planeta inteiro, não é mesmo?

11. Calculadora

A primeira máquina de calcular que se tem registro foi criada na Alemanha, em 1623. Assim como o computador, ela passou de uma grande caixa a um pequeno dispositivo eletrônico, que pode ser facilmente levado no bolso.
Nos dias atuais, é possível encontrar modelos com carregamento baseado em energia solar, com funções agregadas e em tamanhos muito reduzidos.

12. Secador de cabelo

O avô do secador de cabelo que conhecemos hoje foi criado por um cabeleireiro francês, em 1890, para uso exclusivo em seu salão de beleza. A novidade chamou a atenção e fez com que, rapidamente, algumas empresas buscassem produzir um modelo escalável e vendável desse produto. Isso ocorreu em 1920, quando o secador de cabelo chegou a outros salões.
Os modelos portáteis, que usamos em casa ainda hoje, começaram a chegar ao mercado por volta da década de 1950.

Muito legal ver essas mudanças, não é? Qual desses itens mais chamou sua atenção? Conte para nós na aba dos comentários e aproveite para marcar aquele amigo que adora coisas antigas.

Compartilhar este artigo