Incrível
Incrível

10 Séries que estão prontas para te prender no sofá até o final de cada episódio

O mundo das séries está em constante desenvolvimento e praticamente todos os dias novas aventuras chegam às telas de nossas casas. Mas como quantidade nem sempre é qualidade, somente alguns conteúdos acabam se destacando em meio a massa de filmes e séries disponíveis nos serviços de streaming.

Para que você possa ficar por dentro das séries atuais mais aclamadas pela crítica, nós do Incrível.club separamos dez séries que estão dando o que falar. Confira!

Watchmen

  • Nota no IMDb (de 0 a 10): 8,1

Originalmente lançada em formato de quadrinho, Watchmen já é uma obra consagrada da DC Comics, escrita por Alan Moore e ilustrada por Dave Gibbons. A publicação do quadrinho aconteceu entre 1986 e 1987, e a primeira adaptação para as telonas aconteceu em 2009, com filme homônimo à série.

Nos quadrinhos/filme de Watchmen conta-se a história de um universo paralelo onde a presença de super-heróis era bem-vinda durante períodos conturbados da história. Porém, uma lei imposta pelo governo exige o registro de qualquer “vigilante”, fazendo com que heróis se aposentem ou tornem-se inimigos da lei.

A obra ganhou notoriedade novamente quando foi anunciado que a HBO faria uma nova adaptação em formato de minissérie. O primeiro capítulo estreou em 20 de outubro de 2019 e conta com nove episódios. A nova versão foi criada, produzida e escrita por Damon Lindelof.

O universo criado por Damon Lindelof continua 34 anos depois do fim dos quadrinhos e conta o que aconteceu com a sociedade após o diário de Rorschach ser publicado. Agora no século XX, super-heróis e vigilantes são completamente proibidos e um grupo supremacista branco — chamado Seventh Kavalry — ganha poder a cada dia que passa. Após um ataque terrorista executado pelo grupo, a polícia americana ganha passe livre para usar máscaras e até mesmo fantasias, o que ajuda a detetive Angela Abar e o chefe Judd Crawford a combater o crime de forma mais eficiente.

A nova série de Watchmen foi altamente elogiada pela crítica especializada, e foi extremamente aceita por fãs espalhados pelo mundo. Sua temática dialoga com a realidade do mundo atual e adentra o universo de Watchmen como se pertencesse a ele desde sua criação.

The Marvelous Mrs. Maisel

  • Nota no IMDb (de 0 a 10): 8,7

Amy Sherman Palladino está de volta em mais uma obra prima em forma de série. Engraçada, rápida e sem medo, The Marvelous Mrs. Maisel é uma produção original da Amazon Prime Video e tem os mesmos traços que consagraram a autora em Gilmore Girls (2007–2016).

A série se passa em meados dos anos 1960, em Nova York, lugar onde o stand-up comedy estava ganhando crescente destaque por todo território americano. Midge é a típica esposa que segue as tradições religiosas e familiares comuns a muitas famílias de ascendência judaica. Naturalmente encantadora e acidamente engraçada, Midge passa por uma série de desconstruções sociais e se vê frente a frente com a possibilidade de uma carreira na comédia.

A série, que já está na sua terceira temporada, é favorita nas premiações acadêmicas e já foi vencedora de mais de 70 prêmios. Rachel Brosnahan, atriz que dá vida a Midge Maisel, levou diversas estatuetas para casa, entre elas de “Melhor Atriz em Série de Comédia” e em outras ocasiões comentou sobre a dificuldade das mulheres nesse nicho.

Stranger Things

  • Nota no IMDb (de 0 a 10): 8,8

Produção da Netflix amada pelos fãs desde seu primeiro episódio, a nova temporada de Stranger Things deu o que falar quando saiu e até hoje é considerada uma das melhores séries para se assistir em loop. Para quem está chegando nesse estranho universo, a cidade fictícia de Hawkins, localizada no estado de Indiana sofre com desaparecimentos inusitados, monstros sobrenaturais e crianças com superpoderes inesperados.

A terceira temporada da série foi tão bem aceita, que foi indicada para diversas premiações no mundo televisivo. Produzida por Matt e Ross Duffer, o elenco conta com a presença de grandes nomes como Winona Ryder e David Harbour, e revelações como Finn Wolfhard e Millie Bobby Brown.

The Handmaid’s Tale (O Conto da Aia)

  • Nota no IMDb (de 0 a 10): 8,5

O Conto da Aia nasceu do romance distópico escrito por Margaret Atwood lançado em 1985. Apesar de ter sido escrito há quase 40 anos, a história de Offred e o universo bizarro de Gileard são extremamente atuais e em 2017 suas páginas foram adaptadas para as telinhas, em uma série homônima.

A série faz uma provocação à sociedade moderna, ao questionar o que um regime totalitário faria com a sociedade, e principalmente, com as mulheres.

Com a quarta temporada prestes a sair, O Conto da Aia pode ser uma excelente série para quem está buscando algo para maratonar. Além disso, é um excelente conteúdo para entender os porquês das lutas e das pautas feministas que vêm ganhando força a cada dia que passa.

Killing Eve: Dupla Obsessão

  • Nota no IMDb (de 0 a 10): 8,3

A BBC nunca decepciona com suas produções e Killing Eve: Dupla Obsessão não seria diferente. A série estrelada por Sandra Oh é assinada por Phoebe Waller-Bridge (Fleabag) e conta a história de Eve Polastri (Sandra Oh) uma investigadora da inteligência britânica que busca pela misteriosa assassina Villanelle (Jodie Comer).

Ao longo da série é possível perceber o tom sarcástico e ácido tão característico de Phoebe Waller-Bridge, até mesmo na construção e no desenvolvimento das personagens. Também é possível observar o retrato perfeito da obsessão que ambas as personagens desenvolvem durante essa caçada. Killing Eve já conta com três temporadas disponíveis no Globoplay.

Uma curiosidade sobre a série é que ela é baseada no romance Codinome Villanelle, escrito por Luke Jennings, e todas as temporadas foram comandadas por showrunners mulheres. Um arraso, né?

The Mandalorian

  • Nota no IMDb (de 0 a 10): 8,7

The Mandalorian foi a primeira série live-action do universo Star Wars e estreou ainda em 2019, um pouco após o lançamento da plataforma Disney+. Essa é a primeira vez que algo de Star Wars foi desenvolvido para um serviço de streaming, e fãs da gigantesca saga sentiram o coração bater mais forte com a produção.

Disponível apenas na Disney+, a série se passa alguns anos depois dos acontecimentos do Episódio VI — O Retorno de Jedi, e conta a história do Mandaloriano, um pistoleiro solitário que trabalha como caçador de recompensas por toda galáxia.

Dirigida por Dave Filoni, Rick Famuyiwa, Deborah Chow, Bryce Dallas Howard e Taika Waititi (que assina Thor: Ragnarok) a série conta com oito episódios que podem fazer os fãs se sentirem nostálgicos ao retornar ao mundo de Star Wars.

Insecure

  • Nota no IMDb (de 0 a 10): 7,9

Mais uma produção da HBO que está dando o que falar, Insecure é uma série de comédia que já está em sua quarta temporada. Criada pela talentosa Issa Rae, que além de produtora executiva e roteirista, também atua na série.

inspiração de Insecure veio do show The Misadventures of Awkward Black Girl, produzido por Issa para o Youtube. Essa primeira versão da série, que mais tarde se tornaria Insecure, foi bem aceita pelo público e ganhou uma segunda temporada na mesma plataforma.

Agora na HBO, Insecure aborda com muito humor os dramas vividos por mulheres negras nos EUA (e no mundo). A trama analisa a vida e a amizade de duas mulheres — Issa Dee e Molly Carter — enquanto passam por diversas situações cotidianas.

Pequenos Incêndios Por Toda Parte

  • Nota no IMDb (de 0 a 10): 7,8

Com elenco de peso, Pequenos Incêndios Por Toda Parte chegou na plataforma Hulu em 2020 e dividiu fãs desde seu primeiro episódio. Aqui, ela pode ser assistida na plataforma Amazon Prime Videos. Inspirada em um livro de mesmo nome, escrito por Celeste NG, a história gira em torno das relações familiares dos Richardson — retratados como a família modelo do bairro. Tudo muda com a presença de Mia Warren, mãe solo, que se torna inquilina dos Richardson e ameaça acabar com o estilo de vida conhecido pela família.

A série conta com oito episódios e já está confirmada para uma segunda temporada. Elena Richardson, a matriarca perfeita, é interpretada por Reese Witherspoon enquanto Kerry Washington dá vida a Mia Warren.

A série foi muito discutida por levantar questões como o racismo estrutural, classes e privilégios tão comuns na sociedade americana e no mundo. Talvez por isso tenha recebido tantas críticas negativas e notas medianas por parte do público, apesar de ter recebido boas críticas em veículos nacionais.

The Morning Show

  • Nota no IMDb (de 0 a 10): 8,4

Uma das grandes apostas do Apple TV+, The Morning Show estreou em 2019, e trouxe Jennifer Aniston (Alex Levy) e Steve Carrel (Mitch Kessler), nomes de peso no cenário da comédia para o seu elenco. Mas, diferente do que geralmente estão acostumados, na série, os atores fazem um retrato tragicômico dos bastidores de grandes produções televisivas.

A trama segue a rotina de dois âncoras da TV matutina nos EUA, conhecidos como aqueles que ajudam a América a acordar todas as manhãs. A realidade dos parceiros muda quando acusações de assédio sexual contra Mitch vêm a público e a emissora lança uma campanha para limpar a própria imagem.

Complexa, crítica, mas muito bem produzida a série deu o que falar e ainda está no imaginário de muitos fãs que esperam ansiosos pela segunda temporada. Produzida pela própria Jennifer Aniston, também conta com a presença de Reese Whiterspoon e outros grandes nomes de Hollywood.

Pose

  • Nota no IMDb (de 0 a 10): 8,6

Pose estreou em 2018, e conta com duas temporadas que totalizam 18 episódios. A série da FX é produzida por ninguém menos que Ryan Murphy, criador de GleeAmerican Horror Story. Aplaudida pela crítica especializada e pelos fãs, a série retrata as polêmicas e o cenário LGBTQIA+ dos anos 1980 e 1990.

As lutas dos personagens andam lado a lado com a vida festiva da Nova York de outrora, e aqui acompanhamos a protagonista Blanca, uma mulher trans, que decide abrir uma casa para abrigar jovens homossexuais e transexuais que não têm onde morar.

Além de uma excelente série, Pose tem se mostrado uma verdadeira utilidade pública, ao expor para o mundo a realidade que a comunidade LGBTQIA+ passou e ainda passa na sociedade. Comentários como “Essa série abriu meus olhos e me ensinou muito sobre um mundo que eu tenho vergonha de dizer que não sabia nada” é apenas um em meio a tantas outras opiniões de qualidade sobre a produção.

O mundo das séries está sempre recebendo novos conteúdos. Comente com a gente: qual dessas séries você ficou com vontade de assistir? Sentiu falta de alguma? Deixe sua resposta aqui nos comentários!

Compartilhar este artigo