Incrível
NovoPopular
Inspiração
Criatividade
Admiração

Filmes em que algo fundamental foi modificado no roteiro

Fazer um filme que chame a atenção do público e atraia espectadores de diferentes países não é tarefa fácil. O que muita gente não sabe é que muitas cenas que ficam marcadas na história não são exatamente o que o roteirista tinha em mente. Algumas delas fogem do plano original, se mostram muito mais marcantes e são capazes de tornar um filme eterno aos olhos dos espectadores.

Decidimos olhar alguns roteiros e encontramos alguns exemplos interessantes, confira!

9. Titanic

Infelizmente, no final alternativo e pouco conhecido de Titanic não vamos ver Jack sobreviver milagrosamente. Ao invés disso, o capitão Brock Lovett, louco por encontrar o colar, chega na hora em que Rose pretende jogá-lo ao mar. Ela lhe dá conselhos sábios que o ajudam a ser menos ganancioso. Ele devolve o colar a ela e a joia finalmente é devolvida ao mar.

8. O Rei Leão

Na versão original, Scar morre de um jeito um pouco macabro: Simba o empurra em uma fogueira. Enquanto ele morre, é possível ouvir uma risada macabra. Os produtores sentiram que a cena provocaria emoções fortes demais para as crianças e decidiram substituí-la.

7. Rocky

O primeiro roteiro do filme foi escrito pelo próprio ator Sylvester Stallone. Na versão que ficou popular, Rocky é derrotado por uma mínima vantagem pelo seu adversário Creed. Ao final, decide confessar seu amor por Adrian. Na ideia original, Rocky tinha de vencer Creed e o dinheiro da vitória serviria para que Adrian abrisse uma loja de bichos de estimação. Stallone afirmou mais tarde que essa versão era pouco dramática.

6. Thelma e Louise

Também nesse filme incrível de Ridley Scott tudo poderia ter sido diferente, ainda que as mudanças tivessem sido bem pequenas. Na versão original, as protagonistas apareciam de mãos dadas e jogavam o carro no precipício. Na versão alternativa é possível ver como o carro cai e o detetive se aproxima. Muitos carros de polícia se aproximam da cena e toca uma música alegre de B. B. King: 'Better Not Look Down'. A história é a mesma, mas a atmosfera é outra.

5. O profissional

É difícil não chorar no final do filme. Não obstante, de acordo com o primeiro roteiro, o filme deveria ter acabado com uma tragédia ainda maior. Segundo a versão, a jovem Mathilda encontra Léon morto, se despede de seu amigo e, com um sorriso perverso, olha para Stansfield e abre sua capa com várias granadas. Uma delas destravada. E, bum! Todos estão condenados.

4. Segurando as Pontas

Segurando as Pontas é uma divertida comédia norte-americana sobre dois homens jovens que vivem uma vida louca e fogem da máfia. No final original, os protagonistas Dale e Saul escapam de todos os problemas e acabam tranquilamente sentados em um café, esperando a avó de Saul. No primeiro roteiro, nem tudo acabava bem. Os protagonistas morrem em um tiroteio junto com os mafiosos. Um pouco trágico para uma comédia.

3. Lost

Ao concluir esse famoso projeto, os membros da equipe de roteiristas reconheceram que a cena final tinha de ser diferente. Para produzi-la, faltavam recursos. Segundo a ideia, o monstro de fumaça deveria aparecer sobre o vulcão. No final da série, eles queriam introduzir um flashback em que Jacob empurra o homem de preto no vulcão. Não obstante, em função do baixo orçamento, decidiram mudar o vulcão por uma caverna.

2. Laranja Mecânica

Anthony Burgess, autor do livro, mostrou-se insatisfeito com a maneira como o grande Stanley Kubrick decidiu acabar a história. O diretor disse que não acreditava em finais felizes. Portanto, decidiu não filmar a última parte da história. Nela, vemos o protagonista Alex livrar-se por completo do desejo de destruir tudo. Decide formar uma família e adverte o futuro filho que não cometa os mesmos erros que ele.

1. Matrix

Em Matrix, não se contemplava nenhum tipo de final feliz. No último filme, o arquiteto revelaria a Neo um segredo terrível: é impossível sair da Matrix. Ela foi criada para introduzir na mente das pessoas a ideia de que tinha uma escolha. Mas, na realidade, a escolha não existe: ninguém jamais vai conseguir abandonar a Matrix. Na cena final, Neo acorda com o som do despertador, coloca a roupa e vai ao trabalho.

Imagem de capa Warner Bros.