Youtuber venezuelana, Lele Pons, mostra suas imperfeições ao mundo e recebe críticas

Mulher
há 8 meses

É difícil conhecer alguém que não tenha um problema com a autoestima, ou seja, que se olhe no espelho e não consiga apontar um ou dois defeitos em si mesmo. Engana-se quem acredita que apenas nós, meros mortais, nos sentimos assim. Os famosos também possuem inseguranças: alguns são mais abertos ao falar sobre elas, enquanto outros as camuflam. A youtuber Lele Pons optou por parar de se esconder, admitindo para ela mesma e para o mundo suas celulites, tudo isso sem medo de ser feliz!

Prazer, Lele Pons!

Eleonora Pons, conhecida pelo apelido Lele Pons, ficou famosa na internet por ser a primeira pessoa a atingir a marca de um bilhão de loops no extinto site Vine, quando tinha apenas 18 anos. Com tanto sucesso, era de se esperar que a venezuelana não se limitasse a uma única plataforma e não demorou muito para que sua página no YouTube também alcançasse excelentes resultados, com números de visualizações superando os 120 milhões.

Lele demorou a desenvolver sua fala, até os 3 anos não o fazia. E, mesmo depois que conseguiu, a mãe admite que ela era melhor em contar histórias por meio de desenhos e pinturas. No entanto, as dificuldades no aprendizado não impediram o sucesso construído por ela. Lele foi diagnosticada com dislexia, transtorno de déficit de atenção e síndrome de Tourette. Jake O’Leary, chefe global de marketing artístico do YouTube, menciona que o êxito dela se deve ao fato de que Lele demonstra autenticidade: “Ela é vulnerável, hilária e insanamente criativa”.

A youtuber era a engraçada da turma e se lembra de ouvir alguém gritar seu nome de vez em quando, pedindo que ela fizesse brincadeiras. Foi nessa época que um amigo lhe apresentou o Vine. No começo, seus vídeos eram justamente sobre ter um desempenho ruim na escola e como ela não era uma garota popular. Isso foi o suficiente para o sucesso começar e, logo, os contratos de patrocínio surgiram, assim como os primeiros fãs implorando para tirar selfies na rua.

A mudança estética tão almejada

Entrar no mundo dos famosos não é tarefa fácil, afinal, os holofotes passam a se voltar cada vez mais para você. Com isso, a preocupação com a estética, que já existia, torna-se ainda maior. Lele Pons não tem medo nem vergonha de relembrar como era sua juventude, com um corpo menos definido, sem usar aparelho nos dentes e antes de passar por uma rinoplastia, cirurgia para corrigir o nariz.

Para ela, as mudanças estéticas visam trazer maior satisfação consigo mesma: “Sim, fiz uma cirurgia no nariz! Acredito que você deve fazer o que te faz feliz e confiante. Foi algo que eu sempre quis fazer e esperei pelo momento certo! Foi uma escolha minha. O importante é não mudar quem você é por dentro”.

O desejo pelo procedimento não surgiu da noite para o dia, pois ela almejava esse momento já no começo da adolescência: “Decidi fazer algo que sempre quis, desde os 13 anos, e, finalmente, fiz uma cirurgia plástica no nariz. Faça o que te faz feliz e confortável”. Ou seja, enquanto alguns passam por processos estéticos e se envergonham, Lele não teme mostrar a verdade, inclusive compartilhando fotos de antes e depois no Instagram, onde possui mais de 50 milhões de seguidores.

Celebrando o corpo real, com celulites e tudo

Sem temer mostrar como era seu corpo antes de procedimentos estéticos, Lele Pons também não teme exibir as imperfeições que ainda a acompanham. Muitas mulheres encaram a celulite como um tabu e, por isso, não admitem tê-la. Muitas vezes, fazem de tudo para escondê-la. Mas por que ter tal atitude, se essa é uma “imperfeição” que a maioria de nós possui?

Indo na direção oposta, a youtuber venezuelana mostrou seu corpo verdadeiro, sem medo das críticas e dos comentários virtuais, mostrando suas celulites. Cerca de três horas após a publicação, já havia ultrapassado um milhão de curtidas. No post, ela admite ter inseguranças em relação às marquinhas e que sempre tenta editá-las, mas dessa vez seria diferente: “Este é o meu eu natural. Quem se importa se os outros julgam? Abrace quem você é e seja confiante”.

E engana-se quem pensa que ela parou por aí. De tempos em tempos, Lele relembra ao público seu verdadeiro corpo, algumas vezes ao lado de amigas, mostrando que essas marquinhas são mais comuns do que se pressupõe e podem estar presentes até mesmo nas amizades ou familiares que estão por perto.

Toda essa aceitação e autenticidade ajudam outras meninas a se sentirem confiantes em relação a si mesmas, portanto os comentários em suas postagens estão sempre repletos de agradecimentos. Uma pessoa escreveu: “Lágrimas. Você sabe quantos anos eu passei pensando ser uma aberração estranha porque nunca vi isso em lugar nenhum? Obrigada”. Enquanto outra comenta: “Você é tão real! Adoro que faça todas as garotas entenderem que tudo isso faz parte da vida e a perfeição não existe!”.

O que Lele parece almejar é que todos abracem suas celulites, usando suas próprias palavras. E vivam sem receios de mostrar o verdadeiro eu, afinal, quantas vezes deixamos de viver momentos ou usar certas roupas apenas por vergonha e medo do que os outros vão pensar? No fim do dia, nossa vida nos pertence e, portanto, precisamos construir boas lembranças.

Tudo bem passar por procedimentos estéticos e admitir ao mundo as celulites

Portanto, Lele Pons não tenta separar sua vida real daquela mostrada nas mídias. Ela gosta de celebrar as imperfeições e lembrar que está tudo bem passar por procedimentos estéticos e admitir ao mundo suas celulites: “Decidi me retratar do jeito que sou porque é cansativo fingir ser quem você não é”.

Lele nem sempre teve tanta confiança assim. No começo, parecia ideal não expor a realidade de seu corpo e manter uma aparência natural em suas redes sociais. No entanto, a jovem percebeu que tentar ser perfeita o tempo todo é muito cansativo, e chega um momento em que tudo o que se deseja é parar de fingir e mostrar os defeitos, afinal, ninguém é perfeito.

No final, a mensagem que Lele tenta transmitir aos seguidores e espectadores de seus vídeos é a de celebrar a si mesmo: “Não se compare. Você é especial e único à sua maneira; no entanto, cuide de si. Seja através de hobbies, alimentação adequada, exercícios, etc. Portanto, não se iguale, pois nunca ficará satisfeito com sua aparência e sempre achará que não é mais do que suficiente para alcançar o que deseja”.

Se aceitar o corpo pode ser um processo difícil, outro que também pode ser encarado com dificuldade é o envelhecimento. Isso vale até mesmo para os mais famosos e belos galãs.

Comentários

Receber notificações
Sorte sua! Este tópico está vazio, o que significa que você poderá ser o primeiro a comentar. Vá em frente!

Artigos relacionados