O inesperado retorno de Robin Williams dublando o Gênio de “Aladdin”, e sem Inteligência Artificial

Famosos
há 4 meses

Lembra-se da voz inconfundível de Robin Williams como o Gênio de Aladdin? Pois ela está de volta, do jeitinho que você se lembra! Mas, calma, ninguém recorreu aos insensíveis robôs da Inteligência Artificial para conseguir esse “milagre”. Em Once Upon a Studio, a Disney abusou da criatividade para juntar o Gênio original a mais de 543 personagens para celebrar seu centenário. Vamos descobrir como essa mágica aconteceu?

O reencontro mágico dos personagens da nossa infância

A Disney lançou um curta chamado Once Upon a Studio (era uma vez um estúdio), em que reuniu nada menos que 543 personagens de mais de 85 filmes, celebrando 100 anos de histórias encantadoras. Mas a grande surpresa foi ouvir o Gênio dublado por Robin Williams interagindo com personagens icônicos como Olaf, Branca de Neve e Peter Pan. A boa notícia é que não foi necessário usar IA para trazer de volta a voz inconfundível de Williams.

Diretores Dan Abraham e Trent Correy queriam prestar homenagem ao legado da Disney de uma maneira única. A história se passa no final de um dia no Walt Disney Animation Studios em Burbank, quando o lendário Burny Mattinson, que trabalhou lá por 70 anos, deixa o estúdio. A partir desse momento, a mágica toma conta.

A magia voltou, e com vozes originais

Para realizar esse feito, uma equipe de artistas trabalhou incansavelmente, com 80% dos personagens sendo desenhados à mão. Eles queriam que cada personagem parecesse ter acabado de sair de seu filme original, e para isso, usaram modelos e referências dos arquivos de animação da Disney. E o retorno das vozes originais foi emocionante, com estrelas como Jeremy Irons, Idina Menzel e Kristen Bell entusiasticamente concordando em reprisar seus papéis de Scar (Rei Leão), Elsa e Anna (Frozen).

Matando a saudade do Robin Williams, sem robôs envolvidos

Mas a cereja do bolo foi, sem dúvida, o Gênio de Aladdin, dublado por Robin Williams. Para trazê-lo de volta à vida, a equipe trabalhou em estreita colaboração com a família do saudoso ator. Usando gravações inéditas das sessões de gravação originais, eles conseguiram recriar a magia e a voz que cativaram o público.

Embora tenham sido apenas algumas linhas de diálogo, a aparição do Gênio foi um momento emocionante para os fãs, que temiam que a Disney pudesse usar inteligência artificial para recriar a voz de Williams. Felizmente, isso não foi necessário, graças à criatividade dos animadores do estúdio.

“Once Upon a Studio” é uma verdadeira celebração dos 100 anos da Disney, onde personagens amados se unem para uma experiência mágica. Uma coisa é certa: a voz inimitável de Robin Williams como o Gênio continua a nos encantar, sem a ajuda da inteligência artificial.

A perda de Robin Williams foi muito chocante, não só para a indústria cinematográfica, mas também para uma legião de fãs. Pouco tempo depois do acontecido, a filha do ator, Zelda, encontrou lindas fotos do pai na intimidade da família e compartilhou com o público, para nossa alegria.

Comentários

Receber notificações
Sorte sua! Este tópico está vazio, o que significa que você poderá ser o primeiro a comentar. Vá em frente!

Artigos relacionados