Mais de 11 fatos atualizados sobre tudo

há 6 meses

No supermercado, você passa pela prateleira de ovos e pensa qual deles é melhor: o branco ou o vermelho. Não há praticamente diferença alguma entre eles. A cor depende da raça da galinha. Essas aves produzem dois pigmentos de cores diferentes. Você pode levar qualquer um, pois o valor nutricional deles é quase o mesmo. E aí, o que veio primeiro — o ovo vermelho ou o branco? Haha... deixa pra lá..

Uma bolinha de pasta de dente, do tamanho de um ervilha, é suficiente para limpar seus dentes. “Ah, mas as propagandas mostram que é preciso cobrir a escova inteira com pasta!” Pura jogada de marketing! Os fabricantes querem que seu creme acabe logo, para você comprar mais.

avião deixa rastros brancos no céu azul graças à condensação do dióxido de carbono, vapor e queima de combustível. No inverno, o ar quente que sai da sua boca fica muito mais visível. O mesmo princípio se aplica aqui: é sempre muito frio na altitude em que as aeronaves voam. O ar quente sai das turbinas e, ao se chocar com o ar frio, cria linhas espessas de vapor.

Quase todos os hotéis possuem roupas de cama na cor branca. Eles escolhem essa cor para mostrar seu alto padrão de limpeza. Quanto mais brancos e brilhantes forem os lençóis, mas luxuoso o estabelecimento parece ser. É mais fácil ver sujeira e manchas em tecidos brancos, então você vê logo de cara que entrou em um quarto limpo.

gasolina fica igual a um arco-íris quando está em um poça porque não consegue se misturar à água. Aí, quando a luz reflete nela e na água ao mesmo tempo, cria faixas coloridas.

O uso da placa “Não incomode” que fica pendurada na maçaneta do seu quarto de hotel não é obrigatório — é apenas uma sugestão. A equipe se serviço tem o direito de entrar lá se suspeitar que alguma coisa está errada, principalmente se você deixa a placa lá por 24 horas.

Por que ponteiros dos relógios se movem para a direita? O sol é o motivo principal. Em tempos remotos, quando as pessoas inventaram o relógio solar, a sombra dele se movia para a direita no hemisfério norte e para a esquerda no hemisfério sul. Os relógios mecânicos foram inventados no hemisférios norte, então é por isso que os ponteiros se movem para a direita. Ou, como dizemos hoje em dia, para o sentido horário.

Por que os copos de festa dos Estados Unidos são vermelhos? Porque essa cor ajuda a encontrar a bebida rapidinho quando ela está em meio a lanches sobre a mesa. Aqui vai uma dica — escreva o seu nome, Michael, no copo. Isso se o seu nome for Miguel, claro. O vermelho também é considerado como uma cor que provoca ação. Psicologicamente falando, o copo desse tom dá meio que um comando do tipo: “Me beba”!

Dizem que os táxis amarelos surgiram na Itália, no século 15. Um empresário de serviço postal usava carroças amarelas para entregar as correspondências, pois queria que todos o reconhecessem.

Entre 60 e 80% das pessoas, a maioria com idade entre 15 e 25 anos, passam por momentos de déjá vu que causam calafrios. É algo incontrolável, que acontece de repente, e os cientistas ainda não têm 100% de certeza por que isso acontece. Na tentativa de entender melhor o fenômeno, eles tentaram criar memórias para pacientes sob hipnose. Depois, pediram aos participantes que se esquecessem ou se lembrassem da memória, e ela surgiu mais tarde como um déjá vu. Outros cientistas tentaram recriar isso na realidade virtual, com cenas de jogos que se pareciam com as lembranças do indivíduo.

O experimento os fez acreditar que o déjà vu é nada mais que sua memória pregando uma peça. Você se encontra em uma situação parecida com uma memória real, mas não se lembra dela completamente. Seu cérebro percebe essas similaridades e o deixa com uma estranha sensação de “já vi isso antes”. Na verdade, é isso mesmo que a palavra déjà vu significa em Francês. Outra versão é que tudo não passa de uma falha de memória, e isso costuma acontecer mais quando se está estressado. Nessa situação, ou quando há muitas informações para processar de uma vez só, algumas podem acabar parando na memória de longo prazo em vez de ir para a de curto-prazo.

Você levou o Totó para um parquinho. Lá, ele encontra o labrador dos sonhos dele e os dois começam a brincar juntos. O simples e pacífico balançar de caudas logo se transforma em mordidas! Ah não — eles vão morder o pescoço um do outro!! Você pega o Totó e corre para casa. Bem, na verdade fez isso à toa. Brincar com a boca aberta é algo comum entre os cães — um jeito saudável de interagir. Eles herdaram esse hábito de seus ancestrais, os lobos. Quando um cachorro ainda é filhote, ele precisa aprender algumas habilidades importantes, como lutar. E brincar de morder é apenas uma imitação disso. Quando o pequeno amadurecer, saberá se proteger e respeitar os limites de outros cães. Perseguição, lutas, rosnados e mordidas na cara são maneiras de socializar com os outros e se divertir. É tipo aquela rivalidade e brigas de brincadeira entre irmãos no mundo humano.

Os gatinhos com menos de 2 anos de também brincam de morder. Eles geralmente caem uns sobre os outros e se mordem no pescoço para liberarem seus instintos de caça. No meio selvagem, os gatos são ágeis e impiedosos e não conseguem esconder isso por trás de simples ronronados. Brincar de morder com outros filhotes também pode ensinar o Mingau a ser mais gentil quando for brincar com você e com outros humanos, então isso só faz bem.

Os bichanos costumam arranhar os móveis para demarcar território. Eles também fazem isso para renovar as garras e alongar as costas e ombros. O sofá parece ser perfeito para isso, pois não é muito baixo, e é resistente. Bem, a solução é encontrar alguma coisa com as mesmas características para o seu bichinho arranhar e liberar as emoções.

Os gatos surtam quando veem um pepino porque ele se parece demais com o inimigo de longa data deles — a cobra. Eles são naturalmente programados para saltar e se proteger de uma picada. Qualquer coisa que se pareça com o réptil rastejante, seja brinquedos ou alimentos, causa uma reação parecida. Sendo assim, não é legal mostrar objetos com esse formato para o seu bichano. Isso pode acabar com a saúde mental dele.

Os peixes possuem guelras e barbatanas, mas não pescoço. Em vez disso, têm uma fileira de ossos que conectam o crânio à cinta escapular. Um dos motivos disso é que seria muito difícil nadar rapidamente com um pescoço para balançar para a frente e para trás. Além disso, a partir do momento em que uma criatura parecida com um peixe desenvolvesse um pescoço, os cientistas automaticamente o classificariam como pertencente a outro grupo de animais. Ou seja, a definição oficial diz que se uma criatura possui pescoço, não pode ser chamada de peixe. O registro de pescoço mais antigo que os pesquisadores possuem é de um bicho estranho que viveu 375 milhões de anos atrás. Ele era parte peixe e parte tetrápode, que é o termo científico para animais com quatro patas.

Nem sempre a chuva molha o chão. Existem regiões muito quentes e secas onde a água pode evaporar antes mesmo de chegar ao solo. Isso é chamado de “chuva fantasma.” Você consegue ver cortinas densas de gotas caindo do céu mas, ao mesmo tempo, nada no chão. E assim, nem uma gota chega aos seres vivos.

Os ratos dão risadas quando recebem cócegas. Em um experimento em que os pesquisadores fizeram cócegas nos bichinhos, eles até procuraram pelas mãos dos humanos de um jeito brincalhão. Os grandes primatas — um grupo que inclui os gorilas, orangotangos, bonobos e chimpanzés — sentem cócegas também, e geralmente respondem a elas com uma distinta risada parecida com a dos humanos. Os pinguins, cachorros, suricatos e muitos outros também parecem gostar desse estímulo.

Cada nação possui um sistema diferente quando se trata de registro de veículos, inclusive a cor da placa. A Austrália tem um leque de opções para placas, com diferentes temas e designs. No Reino Unido, os carros possuem duas possíveis cores para elas — amarela para a traseira e branca para a dianteira. As duas possuem caracteres pretos. Nem sempre foi assim — eles costumavam ser brancos ou pratas. Mas a partir de 1979, todos os veículos precisaram passar a usar as placas que conhecemos hoje porque precisam ser feitas de um material refletivo. Então, se a traseira fosse branca, ela poderia refletir luz branca, o que não é legal.

Os elefantes têm orelhas gigantes e normalmente podem movimentá-las para detectar sons vindos de trás e da frente. Mas às vezes há vocalizações e barulhos distantes que eles conseguem “escutar” com os pés. Quando detectam alguma coisa que está longe, esses animais param de repente e inclinam para a frente. Então transferem peso para suas patas dianteiras e podem até levantar uma delas. Hmm, ouvir com os pés — isso que eu chamo de superpoder! Ha.

Comentários

Receber notificações
Sorte sua! Este tópico está vazio, o que significa que você poderá ser o primeiro a comentar. Vá em frente!

Artigos relacionados