Homem para por pensar que havia um leopardo atropelado, mas se surpreendeu com o que encontrou

Histórias
há 10 meses

No futuro, Ben Lilly poderá contar a seus netos sobre o encontro cara a cara que teve com um leopardo no coração do Reino Unido, usando fotos para “provar” sua história. Sim, a história pode não ser verdadeira, mas esse detalhe poderá ser encoberto para as crianças.

Ben estava dirigindo para casa em um dia comum. Era uma manhã fria de sábado em Halifax, West Yorkshire (Inglaterra), e ele ainda estava sonolento enquanto dirigia. No entanto, algo que chamou sua atenção na estrada o despertou imediatamente.

Ao fazer uma curva, ele notou uma figura coberta de pelos deitada no meio da estrada. Embora, inicialmente, o homem tenha continuado a dirigir, a curiosidade levou a melhor e ele decidiu dar meia-volta.

A julgar pelo que ele conseguiu ver de relance, parecia que um leopardo havia sido atropelado e poderia estar precisando de ajuda. Embora os leopardos não sejam animais selvagens comuns na Inglaterra, a curiosidade e a adrenalina da possibilidade de tratar-se de um deles atrapalharam o julgamento de Ben. Sem pensar duas vezes, ele parou o veículo e saiu para verificar sua teoria.

“Meu coração estava batendo forte com uma mistura de sensações. Pensei: ’Será que isto é um grande felino? Seria algo incrível de se descobrir”, disse Ben.

“Pensei: ’Uau!’ Já tinha ouvido falar de avistamentos de grandes felinos nessa área perto de Halifax. Então, quando pude, dei meia-volta e retornei”, acrescentou Ben.

Ele estava preparado para qualquer eventualidade. Se o animal estivesse morto, ele lamentaria a situação e chamaria as autoridades. Se ainda estivesse vivo, o homem entraria em contato com veterinários para tentar ajudá-lo sem se colocar em perigo. No entanto, ele definitivamente não estava preparado para fazer papel de bobo. Infelizmente, porém, foi exatamente isso que aconteceu.

O que Ben viu na estrada, o que o fez parar e meia-volta com seu carro naquela fria manhã de sábado, acabou sendo algo totalmente inesperado e até cômico. Era simplesmente uma peça de roupa, um macacão de mulher com estampa de leopardo que imitava a pele do bicho. Embora ele tivesse pensado que se tratava de um leopardo de verdade, agora ele se sentia um pouco envergonhado por seu erro e pela excitação desmedida que havia sentido.

“Olhei novamente, parecia completamente real. Estacionei atrás dele e o observei de dentro do carro. Saí cautelosamente, temendo que algo me atacasse, mas assim que olhei de outro ângulo, não consegui conter o riso”, disse ele, gargalhando.

Para ser sincero, a confusão era compreensível. Aquela roupa chamativa estava jogada no meio da rua de uma forma que realmente parecia um animal. E, para aumentar ainda mais a surpresa, tinha até uma cauda.

“Cuidado! Há um leopardo morto em Halifax — ah, não, é apenas a roupa de uma pessoa deixada para trás depois de uma festa. Não acredito que dei a volta por causa disso!”, escreveu o homem em sua publicação no Facebook. O post de Ben rapidamente viralizou. Centenas de pessoas deixaram comentários, algumas admitindo que também pensaram que se tratava de um leopardo morto, enquanto outras criticaram a “piada” feita pelo internauta em relação à dona da peça de roupa.

No caso de Ben, seu achado pode até ter resultado em uma história divertida para contar, mas se revelou algo que não condizia com as expectativas. Caso bem diferente foi o dos cientistas que drenaram as Cataratas do Niágara, nos Estados Unidos, e fizeram uma incrível descoberta.

Comentários

Receber notificações
Sorte sua! Este tópico está vazio, o que significa que você poderá ser o primeiro a comentar. Vá em frente!

Artigos relacionados