Coisas que todos os pilotos notam, mesmo quando não estão no comando

Curiosidades
há 11 meses

Pilotos profissionais e a tripulação estudam quase tudo do funcionamento de uma aeronave. Eles sabem como detectar pequenos detalhes, falhas e inconsistências, mesmo que estejam em um assento de passageiro.

Tendo estudado as histórias de pilotos de avião, o Incrível.club apresenta 6 detalhes que muitas vezes são imperceptíveis ao olho de um passageiro comum.

1. Formação de gelo

Particularmente num clima frio, antes da decolagem, a superfície do avião é coberta com substâncias especiais, que impedem a formação de gelo no ar. Em casos de extrema necessidade, o avião voa sem o revestimento, mas a probabilidade de formação de gelo ainda é alta. É o que afirma a piloto e professora da Universidade Metropolitana de Denver (EUA) Tanya Gatlin: “durante o pouso, a potência dos motores cai bruscamente e não produzem uma quantidade suficiente de calor, o que significa que a probabilidade de formação de gelo é muito maior. ”

Os pilotos frequentemente prestam atenção na rapidez com que o gelo se forma no vidro da janela quando a potência do motor é reduzida, ou seja, ficam atentos ao ruído do motor e à densidade da camada de gelo.

2. Odores suspeitos

Os sons estranhos são os sinais mais claros de que algo não vai bem. Mas o interior de um avião é bem isolado acusticamente, e é por isso que os pilotos costumam prestar atenção a um segundo sinal de perigo: o cheiro. “Os odores podem se infiltrar em qualquer lugar. Os cheiros de combustível, fluido hidráulico ou óleo são bem típicos. É fácil perceber ”, diz o diretor de segurança da Air Transport Association, Tom Farrier.

3. Ângulo baixo quando a luz incide na janela

Se voar durante o dia, preste atenção ao ângulo em que a luz incide na janela do avião. Pilotos experientes sabem que a mudança do ângulo de uma luz é o primeiro sinal de que o avião mudou de direção.

Às vezes, devido a falhas mecânicas ou às condições climáticas, a direção do avião pode ser modificada, mas não dizem aos passageiros para não causar pânico a bordo. Além disso, observando a luz, é possível saber se o avião atrasará.

4. Informações sobre atrasos

A propósito, falando de atrasos, muitos passageiros não sabem disso: se um voo atrasar, devem dar explicações claras e oportunas sobre o porquê e de quem é a culpa. “Se o avião ficar na pista por mais de 20 minutos, tento descobrir as causas do atraso com o auxiliar de voo”, diz Patrick Smith, piloto e autor do site Ask the Pilot. Se quiser receber explicações claras, basta perguntar a um comissário de bordo ou a um funcionário do aeroporto.

5. Onde se encontram as saídas

Para os turistas experimentes, as instruções sobre a localização das saídas de emergência parecem uma mera formalidade, que não precisa prestar atenção. Mas o piloto aposentado John Chesire sempre presta atenção na localização das saídas de emergência e como se pode chegar rapidamente. “Sempre calculo quantos passos entre meu lugar e a saída de emergência. Isso pode ser útil em caso de incêndios, de modo que, em plena escuridão ou mesmo abaixando a cabeça, você pode alcançar a saída”, diz John.

6. Anúncios durante o voo

Os pilotos profissionais sempre ouvem anúncios, mesmo quando não estão trabalhando. Por exemplo: “Pedimos ao chefe de voo que venha à cabine do piloto”, quase sempre é um sinal de algum problema. No entanto, pode haver casos em que o piloto simplesmente desejava uma xícara de chá verde ou um cappuccino. E quem vai levar é o comissário.

Imagem de capa wikimedia, Pete
Produzido com base em material de businessinsider

Comentários

Receber notificações
Sorte sua! Este tópico está vazio, o que significa que você poderá ser o primeiro a comentar. Vá em frente!

Artigos relacionados